conecte-se conosco


Educação

Cresce número de alunos de pós graduação no Brasil

Publicado

em

No Brasil, o número total de alunos que frequentam cursos de especialização de nível superior vem aumentando desde 2016 e a sua grande maioria frequenta cursos em instituições privadas (88%). Nos últimos quatro anos, houve um crescimento de 74% puxado pela rede privada, que aumentou 80% contra 41% na rede pública.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (6) pela pesquisa Cursos de Especialização Lato Sensu no Brasil, um levantamento inédito elaborado pelo Instituto Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior) sobre o cenário dos cursos de pós-graduação lato sensu nas instituições de ensino superior públicas e privadas e traz ainda um perfil dos alunos matriculados nesses cursos.

Na opinião do diretor executivo do Semesp, Rodrigo Campelato, uma das razões que explica o crescimento da área é a crise econômica. “Quando há crise econômica as pessoas estão preocupadas com a empregabilidade, o desempregado faz a especialização para se recolocar no mercado de trabalho e também a pessoa pode estar ameaçada de ser demitida, então ela busca a especialização para ter mais chance de empregabilidade, além de se atualizar”.

Considerando apenas a população com 24 anos ou mais, estima-se que 5,7 milhões tenham concluído um curso de especialização de nível superior, número três vezes menor em comparação aos que concluíram a graduação (cerca de 19 milhões).

Há aproximadamente duas mil instituições de ensino que ofertam cursos de especialização de nível superior nas modalidades presencial e ensino a distância (EAD), sendo que 91% delas são privadas.

A maior parte dos alunos de especialização frequenta cursos na modalidade presencial (68%). No entanto, a modalidade de ensino a distância (EAD) está ganhando espaço: no período de 2016 a 2018, o número de alunos aumentou 125% e, em 2018, sua participação já representava um a cada três alunos.

“O EAD na pós graduação cresceu a oferta e ele se encaixa melhor ainda na pós porque é um público mais velho, na faixa de 30 anos ou mais. Esse também foi um impulsionador para o crescimento”, analisou Capelato.

Em 2019, aproximadamente 45% dos alunos que frequentam um curso de especialização de nível superior têm idade entre 25 a 34 anos. Nos anos 2016 a 2019 é possível verificar um leve aumento na idade média dos matriculados, de 34 para 35 anos. Na modalidade EAD, a média de idade dos alunos é de 36 anos, um pouco superior em relação aos alunos no presencial (34 anos).

“Outro dado que nos chamou a atenção são as áreas, são muito parecidas com as concentrações na graduação: 31% dos cursos são nas áreas de ciências sociais, negócios e direito, ou seja, principalmente na área de gestão, ainda temos 35% na área de educação e 24% na área de saúde, semelhante a proporção dos cursos na graduação”, observou o diretor do Semesp.

A pesquisa também revela que os alunos que frequentam cursos de especialização de nível superior possuem rendimento médio mensal em torno de 4,6 mil reais. O valor é 150% maior do que a média de rendimento daqueles que fazem cursos de graduação. O rendimento médio ficou em 4,8 mil reais mensais para os alunos da rede privada e 3,7 mil reais mensais para os da rede pública.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Semesp com base nos dados da PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Dados) divulgados pelo IBGE, referentes ao segundo trimestre dos anos 2016 a 2019. Também foram consideradas informações contidas no site do e-MEC e no Guia do MBA 2019 do Estadão.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Ifes lança Sama Baja 2017
publicidade

Educação

Programa voltado para jovens oferece bolsas de estudo de até 95% no Brasil e no exterior

Publicado

em

As inscrições para estudantes de graduação e pós-graduação vão até 30 de março no site da Fundação Estudar

Um dos processos seletivos de bolsas de estudo de graduação e pós-graduação mais disputados do Brasil, a Fundação Estudar, abre inscrições, e os interessados têm até 30 de março para se inscrever no site do Líderes Estudar 2020.

O projeto sem fins lucrativos, é voltado para pessoas entre 16 e 34 anos, matriculados, em processo de aceitação ou cursando o ensino superior no Brasil ou no exterior.

Os valores das bolsas cobrem de 5% a 95% das despesas dos estudantes, entre mensalidade, moradia e alimentação, após análise do perfil dos jovens — considerando também o local e a duração do curso desejado.

De acordo com informações disponíveis no site da fundação, o objetivo do programa é “encontrar talentos e futuras lideranças que apresentam uma inquietude transformadora e sede de justiça”.

“Damos todo o suporte necessário para alavancar a carreira de pessoas com ideias de transformar o país e inspirar outros jovens a seguirem sonhos e buscarem oportunidades com impacto”, explica Anamaíra Spaggiari, diretora-executiva da Fundação Estudar.

A inscrição deverá ser feita pelo site da fundação!


(*R7)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Brasil é o que país que menos investe em universitários, diz OCDE
Continue lendo
Nacional8 minutos atrás

Vale considerava 7 barragens mais críticas que a de Brumadinho

arrow-options Divulgação/Prefeitura de Brumadinho Rompimento da barragem deixou centenas de mortos e desaparecidos em Brumadinho A barragem I da Mina...

São Mateus24 minutos atrás

Casagrande: “Porto da PetroCity é estratégico para o Estado

Ao participar de uma solenidade em Jaguaré, no Norte do Estado, quando assinou, nesta sexta-feira (24), a ordem de serviço...

Nacional33 minutos atrás

Mortes em decorrência das chuvas em Belo Horizonte e região chegam a 14

arrow-options Telmo Ferreira/Agência O Globo Maior parte das mortes ocorreram por deslizamentos de terra O Corpo de Bombeiros e a...

Nacional33 minutos atrás

No Espírito Santo, chuvas já causaram a morte de oito pessoas

arrow-options Twitter/Reprodução Chuva deixou rastro de destruição em cidades do estado As chuvas no Espírito Santo já causaram a morte...

Política33 minutos atrás

Morre ex-deputado Ibsen Pinheiro, que conduziu impeachment de Collor

arrow-options Galileu Oldenburg/Divulgação PMDB Ibsen Pinheiro tinha 84 anos O ex-deputado federal Ibsen Pinheiro (MDB-RS) morreu nesta sexta-feira, aos 84...

Política33 minutos atrás

Com Tatto favorito, PT tem oito nomes possíveis para prefeito de São Paulo

arrow-options Vitor Sorano/iG Jilmar Tatto O PT enfrenta uma guerra interna para a escolha do candidato a prefeito de São...

Política34 minutos atrás

Novo se distancia do governo Bolsonaro após aprovação do fundo eleitoral

arrow-options Marcello Casal Jr/Agência Brasil João Amoêdo, presidente do Novo Ele é uma espécie de mecenas da política. Milionário –...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana