conecte-se conosco



Saúde

Coronavírus: todos os protocolos foram cumpridos, diz ministro

Publicado

em

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou hoje (23) que todos os protocolos nacionais e internacionais foram cumpridos para liberar o grupo de 58 pessoas que estavam em quarentena em Anápolis (GO).

Segundo o ministro, todas as determinações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde foram consideradas para a liberação, que ocorreu na manhã de hoje.

“O Ministério da Saúde orientou e deixou em condições de a gente liberar os 34 [brasileiros que foram resgatados de Wuhan, na China, epicentro do novo coronavírus] e mais os 24 que acompanharam [foram fazer o resgate] a partir do 14º dia”, disse o ministro, acrescendo que foram feitos quatro exames para verificar se estavam infectados com o vírus: um exame ainda na China e outros 3 no Brasil. “Todos com resultado negativo e dentro do prazo de 14 dias”, afirmou o ministro, na Base Aérea de Brasília.

O grupo de 58 foram liberados hoje da quarentena, quatro dias antes do previsto inicialmente (18).

Antes de embarcarem em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB), em Anápolis, para as suas cidades, os repatriados participaram de um café da manhã de despedida e de uma cerimônia, com a presença do ministro da Defesa, Fernando Azevedo; do governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado; e do prefeito de Anápolis, Roberto Naves.

Segundo Ministério da Defesa, o grupo teve apoio de aeronaves da FAB, “em aproveitamento de voos de transporte logístico de material e de militares”. Os destinos foram os seguintes:

Distrito Federal – 20 passageiros, sendo 9 militares, 1 profissional do Ministério da Saúde, 1 profissional da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e 9 repatriados;

São Paulo – 13 passageiros, sendo 11 repatriados, um militar e uma integrante do Ministério da Saúde;

Rio de Janeiro – 11 militares;

Paraná – 5 repatriados;

Santa Catarina – 4 repatriados;

Minas Gerais – 3 repatriados;

Pará – 1 repatriada;

Dois repatriados, transportados para Brasília, seguirão em voos comerciais para o Maranhão e para o Rio Grande do Norte. Um repatriado permanecerá em Anápolis (GO).

Edição: Liliane Farias

Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook

Saúde

África tem mais de 7 mil casos de covid-19 em 50 países

Publicado

em

.

A pandemia de Covid-19 já afeta 50 dos 55 países e territórios africanos com mais de 7mil casos de infeção e 280 mortes, depois de o Maláui ter anunciado, nesta sexta-feira (3), os primeiros três casos da doença.

Segundo o boletim de hoje do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), desde o início da pandemia foram notificadas 284 mortes e 7.028 casos no continente africano.

O África CDC registou também mais de 560 doentes recuperados após a infeção.

O Maláui anunciou os primeiros três casos positivos de infeção pelo novo coronavírus, entrando para a longa lista de países africanos afetados pela pandemia.

No total, 50 dos 55 países e territórios membros da União Africana apresentam agora casos comprovados da doença.

O Norte de África mantém-se como a região mais afetada com 3.030 casos, 200 mortes e 314 doentes recuperados.

Na África Austral, são 1.558 os casos registados da doença, que já provocou dez mortes, tendo 48 doentes recuperado da infeção.

Na África Ocidental, há registo de 1.303 infeções, 37 mortes e 164 doentes recuperados.

Até ao momento, não foram anunciados quaisquer casos em São Tomé e Príncipe, Sudão do Sul, Comores, República Sarauí e Lesoto.

Assim, São Tomé e Príncipe é o único país lusófono sem qualquer caso confirmado.

Angola regista oito casos de infeção, dos quais resultaram duas mortes; Moçambique 10 casos e a Guiné-Bissau nove.

Cabo Verde totaliza seis casos de infeção desde o início da pandemia, entre os quais um morto.

Na Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, estão confirmados 15 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 51 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 190 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook
Continue lendo
Saúde10 minutos atrás

África tem mais de 7 mil casos de covid-19 em 50 países

. A pandemia de Covid-19 já afeta 50 dos 55 países e territórios africanos com mais de 7mil casos de infeção e...

Internacional10 minutos atrás

Com apenas 20 pacientes, navio-hospital é criticado nos EUA: “grande piada”

arrow-options Reprodução Imagens mostram estrutura do USNS Confort, que segue praticamente vazio por causa das burocracias “Se eu puder ser...

Entretenimento10 minutos atrás

Susana Vieira abusa da boa forma e posta clique com barriga de fora

Susana Vieira usou as redes sociais nesta quinta-feira (2) para postar o seu #tbt e para relembrar um clique de...

Entretenimento10 minutos atrás

Irmã de Meghan Markle chama ela e Harry de hipócritas e apoia Trump

A irmã de Meghan Markle já deixou bem claro que sua relação com a mulher de Harry não é muito...

Política23 minutos atrás

Coronavírus e relações de consumo: desfazendo dúvidas

. Flexibilidade e bom senso nas relações de consumo nesta fase de pandemia é a recomendação principal da especialista em...

Mulher23 minutos atrás

Quarentena: a importância da rotina para as crianças

Como lidar com o isolamento social , ficando em casa com as crianças, trabalhando em “home office”, desinfetando tudo que...

Carros e Motos23 minutos atrás

Confira a lista dos 10 SUvs mais vendidos do mês

arrow-options Divulgação Jeep Renegade: apesar da queda das vendas, assim como aconteceu com os principais rivais, ainda se manteve na...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana