conecte-se conosco



Esportes

Coronavírus faz Japão cancelar evento-teste de judô paralímpico

Publicado

em

A Federação Japonesa de Judô para Deficientes Visuais cancelou um torneio marcado para o período de 6 a 17 de março, em Tóquio, que serviria como evento-teste da Paralimpíada, que, assim como a Olimpíada, será na capital japonesa. A razão é o surto do novo coronavírus (Covid-19), que nesta quinta-feira (27), chegou a 186 casos confirmados no país, sem contar os 704 identificados no navio Diamond Princess, atracado no porto de Yokohama. A epidemia já fez sete vítimas no Japão.

O Brasil seria representado por seis atletas da seleção feminina de judô para cegos (Giulia Pereira – na foto -, Karla Cardoso, Lúcia Teixeira, Alana Maldonado, Meg Emmerich e Rebeca Silva), além de dois treinadores e uma médica. “A velocidade de infecção do novo coronavírus no Japão, e em todo o mundo, é muito mais rápida do que o esperado. Gostaríamos de evitar possíveis riscos de infecção para qualquer pessoa que participe de competições”, informou, em nota, o Comitê Organizador do torneio.

Neste ano, o judô paralímpico brasileiro (masculino e feminino), conquistou nove medalhas – cinco de ouro – no Pan-Americano de Judô Paralímpico, disputado no Canadá, e 10 – três de ouro no Aberto da Alemanha. Com o cancelamento do evento-teste japonês, a seleção tem previstas, até a Paralimpíada, participações em duas etapas do Grand Prix, que é o circuito mundial da modalidade: a da Inglaterra, em abril, e a do Azerbaijão, em maio.

As seleções de futebol de 5 e goalball masculino, outras modalidades para atletas com deficiência visual, também têm compromissos marcados para Tóquio em março. De acordo com a Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV), as equipes aguardam pronunciamento das autoridades locais sobre a questão. As atividades (um torneio e um camping de treinos), porém, deverão ser igualmente canceladas.

A decisão de cancelar o torneio de judô foi tomada depois que o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, pediu, no Parlamento, o “cancelamento, adiamento ou redução” de eventos esportivos e culturais previstos para as próximas semanas. Outro evento-teste paralímpico, de bocha, com participação da seleção brasileira da modalidade, também não será mais realizado.

A Paralimpíada de Tóquio está prevista para o período de 25 de agosto a 6 de setembro. Dias antes, ocorrerá a Olimpíada, de 24 de julho a 9 de agosto. O Comitê Organizador dos Jogos informou que, por enquanto, não deu início a nenhuma discussão sobre a suspensão de eventos.

O diretor-geral do comitê, Toshiro Moto, porém, admitiu que o revezamento da tocha olímpica, que deverá começar em 26 de março, pode ser realizado “em menor escala”, com medidas para garantir a passagem da tocha simultaneamente à contenção do vírus.

 

 

Edição: Nádia Franco

Comentários do Facebook

Esportes

Primeiro atleta no país com covid-19 se recupera e volta aos treinos

Publicado

em

.

Primeiro atleta em solo brasileiro contaminado pelo novo coronavírus (covid-19), o pivô Maique, do Paulistano, está recuperado e foi liberado pelos médicos a voltar aos treinamentos que vinha realizando em casa, durante a paralisação do Novo Basquete Brasil (NBB). O principal campeonato nacional foi interrompido em função do combate à pandemia de covid-19. Ainda não há previsão de retorno dele às quadras – a competição continua suspensa e será retomada diretamente no mata-mata.

“Isso (volta aos treinos) me deixou feliz, estava com saudades. Tenho com uma rotina de dois períodos por dia. Tive até que mudar a cama de lugar (risos)”, conta o jogador de 26 anos, que foi diagnosticado com a covid-19 no último dia 19. “Tive um pouco de dor de cabeça, bastante dor no corpo, resfriado, dor de garganta e comecei a tossir. Cheguei a passar uma noite inteira sem dormir, senti um calafrio muito grande no corpo”, relata.

Apesar de recuperado, Maique segue isolado até dentro de casa. “Está sendo difícil ficar sozinho no quarto, mas minha mãe está comigo, em um cômodo separado. Ela tem sido minha base e me ajudado muito”, destaca o atleta. “Quando contei (sobre a contaminação), ela e meus amigos ficaram preocupados. Mas, os médicos me passaram confiança. Fiquei firme, com fé em Deus, e isso me manteve positivo”, relembra.

Com a experiência de quem sentiu na pele o novo coronavírus, Maique pede que as pessoas olhem, principalmente, pelos idosos em meio à pandemia. “Eles estão na área de risco. Queria que todos se cuidassem, tomassem cuidado e seguissem os médicos. Fiquem em casa e façam a higienização correta”, conclui.

O último jogo de Maique foi no último dia 9, na derrota do Paulistano para a Unifacisa, em Campina Grande (PB), por 101 a 90, partida válida pela 19ª semana do NBB. Na ocasião, o pivô atuou por cerca de 15 minutos e, nos quatro períodos da partida, anotou seis pontos, cinco rebotes e duas assistências. Os dois clubes orientaram atletas, comissão técnica e funcionários a seguir a quarentena após a revelação do caso de coronavírus.

 

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários do Facebook
Continue lendo
Saúde1 hora atrás

Rio começa na próxima semana testes em massa drive thru

. Os testes em massa drive thru contra o coronavírus deverão começar na próxima semana no estado do Rio. A...

Internacional2 horas atrás

EUA tem novo recorde com 1.169 mortes por Covid-19 em 24 horas

arrow-options Agência Brasil Estados Unidos passou a Itália no ranking de mortes em um dia Os Estados Unidos bateram novo...

Nacional2 horas atrás

Sistema de saúde de São Paulo deve ficar cheio em duas semanas

arrow-options Redes sociais / Reprodução Hospital de campanha no Pacaembu terá 200 leitos para pacientes de baixa e média complexidade...

Economia3 horas atrás

Irmão de Bolsonaro tem lotérica e é beneficiado por medida do governo

O presidente Jair Bolsonaro anunciou no dia 25 de março que incluiu lotéricas na lista de serviços essenciais que permanecerão...

Internacional3 horas atrás

Trump testa negativo para coronavírus pela segunda vez

arrow-options Reprodução Segundo exame do presidente norte-americano deu negativo O presidente americano, Donald Trump, anunciou nesta quinta-feira (2) que se...

Nacional3 horas atrás

Em favelas, mães não conseguirão comprar alimentos, diz pesquisa

Nove em cada dez mães moradoras de favelas terá dificuldade para comprar comida após apenas um mês sem renda, revelou...

Estadual3 horas atrás

Judiciário lamenta morte do advogado Setembrino Pelissari, ex-prefeito de Vitória

. Presidente do TJES, demais desembargadores e toda a magistratura do Estado lamentam o falecimento do advogado, muito querido e...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana