conecte-se conosco



Esportes

Corinthians e Fluminense ficam no 0 a 0 na ida das quartas da Sul-Americana

Publicado

em

Lance

Corinthians e Fluminense ficam no empate em 0 a 0 na ida das quartas da Sul-Americana
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians e Fluminense ficam no empate em 0 a 0 na ida das quartas da Sul-Americana

Ficou tudo igual entre Corinthians e Fluminense no jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana, na noite desta quinta-feira, na Arena, em Itaquera. Num jogo muito equilibrado, com poucas chances de gol, as equipes ficaram no 0 a 0. Agora, quem vencer o segundo jogo avança para a semifinal. Em caso de empate com gols, o Timão passa para encarar o Independiente del Valle, do Equador.

As equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira, às 21h30, no Maracanã. Antes disso, o Corinthians entra em campo pelo Brasileiro, no domingo, fora de casa, às 19h, contra o Avaí. O Fluminense não joga no fim de semana porque o jogo contra o Palmeiras foi adiado para o dia 10 de setembro.

Começo quente

O início da partida foi tenso e muito brigado em Itaquera. Com menos de cinco minutos, Nenê e Clayson se desentenderam no meio de campo e chegaram a trocar empurrões. Quatro minutos depois, ocorreu um princípio de cenas lamentáveis na área do Fluminense. Nino se machucou sozinho e ficou caído no gramado. O volante Allan colocou a bola pela lateral, mas, quando o Timão repôs a bola em jogo, tentou uma jogada de ataque, enquanto os jogadores do Flu esperavam que devolvessem a bola. Frazan partiu para cima de Pedrinho e um bolo se jogadores se formou, trocando empurrões. O árbitro esperou os ânimos se acalmarem e resolveu tudo na conversa. Foi o lance mais quente do primeiro tempo.

Ainda no começo do jogo, Nenê recebeu cartão amarelo por falta dura em Mateus Vital, enquanto o meia corintiano também foi advertido pelo árbitro por deixar a mão no rosto de Ganso.

Timão volta melhor

Após um primeiro tempo fraco tecnicamente, sem nenhuma das duas equipes conseguir criar boas jogadas ou dar trabalho para os goleiros Cássio e Muriel, o Corinthians voltou melhor para a segunda etapa. Retornando com o mesmo time, o Timão teve outra postura e conseguiu pressionar o Flu nos minutos iniciais. Manoel, pelo alto, e Pedrinho, com um chute da entrada da área, tiveram chances para abrir o placar para o Timão.

Depois de bons 20 minutos do Corinthians na segunda etapa, o Fluminense conseguiu sair mais para o jogo. E logo aos 25, Daniel obrigou Cássio a fazer uma boa defesa em chute de fora da área

Muriel salva

Com a entrada de Boselli e Gustagol no time do Corinthians, os donos da casa passaram a apostar mais ainda na jogada aérea. E quase deu certo. Aos 35, Clayson cruzou, Gil escorou e o argentino cabeceou no meio gol, para defesa de Muriel. Depois, já aos 46, Fagner deu um belo cruzamento e Gustagol subiu alto e mandou para o gol. O goleiro tricolor desviou com a ponta dos dedos a bola, que ainda bateu no travessão antes de sair, para garantir o 0 a 0 no placar.

Comentários do Facebook

Esportes

Futebol: Federação enviará a governo de SP nova proposta para retorno

Publicado

em


.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) anunciou nesta sexta-feira (5) que encaminhará novamente aos governos do estado de São Paulo e das prefeituras uma proposta “minuciosa” para retomada dos treinamentos em cidades onde as atividades ainda não foram liberadas, em decorrência da pandemia do novo coronavírus (covid-19). O assunto foi tratado em uma videoconferência realizada nesta sexta-feira (5), que reuniu dirigentes da entidade, representantes dos 16 clubes da Série A-1 (primeira divisão) do Campeonato Estadual e dos sindicatos paulistas de atletas e árbitros.

Segundo comunicado oficial, emitido após a reunião, a FPF justifica o novo contato junto às autoridades “diante da flexibilização da quarentena anunciada pelas autoridades públicas paulistas, inclusive com liberação a shoppings, que contam com cuidados menos rigorosos do que os previstos pelo protocolo do futebol paulista”. Ainda segundo a nota, o protocolo de retorno prevê “a testagem de todos os profissionais, com retomada gradual dos treinamentos, iniciando com atividades individuais e em ambientes abertos”.

No fim de maio, em entrevista coletiva, o governador João Doria, de São Paulo, explicou que a retomada de atividades esportivas, a partir de junho, dependeria da situação de cada região do território paulista,  que estão sendo avaliadas em cinco fases – quanto mais avançada a etapa, maior a flexibilização. A revisão das fases se dá a cada 14 dias. O estadode São Paulo é o mais afetado no país pela covid-19, com 134.565 casos confirmados e 8.842 mortes registradas desde o início da pandemia, conforme números apresentados pela Secretaria de Sáude.

No momento, a região metropolitana de São Paulo (exceto a capital), a Baixada Santista e o Vale do Ribeira ainda estão na primeira fase, que libera somente o funcionamento de serviços essenciais. As áreas de Bauru, Araraquara, São Carlos, Barretos e Presidente Prudente foram alocadas na fase três – liberação da retomada de estabelecimentos como bares e restaurantes, com medidas de distanciamento -, enquanto o restante do Estado ( inclusive a capital) constam na fase dois, que permite a reabertura de concessionárias, escritórios, comércio e shoppings, com restrições.

Ainda não há previsão de data para o reinício do Estadual, suspenso desde o dia 16 de março, após a vitória do Guarani sobre a Ponte Preta,por 3 a 2, em Campinas (SP), já com portões fechados. A primeira divisão paulista foi suspensa na décima rodada, restando duas para o término da primeira fase. A FPF tem defendido que o torneio seja finalizado “em campo”. Segundo o cronograma anunciado por Doria, o retorno do campeonato só seria liberado na quinta e última etapa do processo de flexibilização da quarentena.

A expectativa da FPF é ter uma resposta do governo estadual até a próxima reunião, marcada para a próxima terça (9), às 11 horas. Hoje (5), em entrevista coletiva, o governador paulista adiantou que “ainda não há uma posição definitiva para o retorno do futebol e demais esportes”. Já sobre a retomada do Paulistão, o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, Carlos Carvalho, explicou que o poder público trabalha em duas frentes.

“Primeiro, temos um grupo estudando a forma como o vírus se espalha e pode ser disseminado em uma corrida, uma atividade de bicicleta ou em um jogo de futebol, basquete ou tênis. Pretendemos levar, nas próximas duas semanas, isso para discussão do comitê de crise, para embasar uma sugestão de eventual abertura desse tipo de atividade, se for seguro e possível”, descreve  Carvalho, durante sabatina com jornalistas. “Na outra frente, temos tido contato com as federações e estamos aguardando que elas apresentem os protocolos dos clubes, para colocarmos em discussão mais detalhada se será possível voltarmos com os campeonatos e o que foi interrompido [pela pandemia]”, completou.

Na Série A-1, o Red Bull Bragantino é o único que, por enquanto, confirmou ter retomado as atividades, fato que desagradou dirigentes de alguns grandes clubes, que anteriormente  haviam se reunido com a FPF, em defesa da volta de forma conjunta. Em nota, o time de Bragança Paulista (SP) disse que a prefeitura local liberou o reinício dos treinamentosa e afirmou ter seguido “todas as recomendações das organizações governamentais e de saúde” , além de ter apresentado um “protocolo completo” para o poder público.

“Com a aprovação em mãos e todas as pessoas envolvidas devidamente testadas, iniciamos trabalhos físicos, em grupos reduzidos e sem bola. Treinos similares aos que vinham sendo realizados por vídeo, mas com condições de trabalho físicas e emocionais mais adequadas”, afirmou a nota do Bragança Paulita. O comunicado do clube assegura não existir “nenhuma tentativa de obter vantagem técnica, mas sim de dar um primeiro passo consciente e seguro rumo à retomada do futebol.”.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários do Facebook
Continue lendo
Saúde13 minutos atrás

Covid-19: Nas últimas 24h, Brasil registra mais de 30 mil novos casos

. O balanço divulgado nesta sexta-feira(5) pelo Ministério da Saúde mostra que nas últimas 24 horas foram registrados mais 1.005 óbitos por covid-19...

Nacional58 minutos atrás

Covid-19: Pelo 4º dia consecutivo, Brasil registra mais de mil mortes em 24h

      Jochen Sand/GettyImages/Creative Commons Total de mortes por Covid-19 no país é de 35.026 e casos chegam a...

Estadual1 hora atrás

Podcast fala sobre o programa “Maria da Penha Vai” e prevenção à violência contra a mulher

. Quem explica o assunto é a juíza Brunella Faustini, titular da 1ª Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar...

Nacional1 hora atrás

Casal de jovens é assassinado com 79 tiros no Rio Grande do Sul

Reprodução Polícia trabalha com hipótese de que caso tenha envolvimento com tráfico de drogas Um casal de jovens foi executado...

Nacional2 horas atrás

Covid-19 agrava violações contra indígenas yanomami, diz estudo

Reprodução Se nada for feito para conter a transmissão da covid-19, cerca de 5,6 mil yanomami podem ser infectados Violações...

Nacional2 horas atrás

Covid-19 agrava violações contra indígenas yanomami, diz estudo

Reprodução Se nada for feito para conter a transmissão da covid-19, cerca de 5,6 mil yanomami podem ser infectados Violações...

Entretenimento2 horas atrás

Além de “Madeleine”, outras cinco séries que narram crimes reais

Treze anos depois,  a polícia alemã identificou um novo suspeito  pelo desaparecimento de Madeleine McCann . Com o novo desdobramento...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!