conecte-se conosco



Estadual

Conhecer o mercado é fundamental para abrir um novo negócio

Publicado

em


.

Para o sucesso de qualquer negócio, seja ele de pequeno, médio ou grande porte, é necessário conhecer e entender o mercado em que está inserido. Para isso, especialistas falam sobre a importância de realizar uma pesquisa de mercado.

A diretora administrativa e financeira da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo do Estado (Aderes), Sandra Aragão, disse que abrir um novo negócio ou mudar o produto ou serviço sempre leva o empreendedor a ter incertezas e insegurança. Por isso, a orientação é realizar uma pesquisa de mercado antes de qualquer decisão.

“A pesquisa de mercado é uma ferramenta bastante útil no momento de definir as estratégias de negócio a fim de diminuir riscos. Com os dados da pesquisa, é possível conhecer o cliente e definir o público-alvo e a concorrência, avaliar fornecedores e analisar outras informações fundamentais para um empreendedor existir”, alertou

O especialista em empreendedorismo, mestre em economia e professor universitário Adriano Salvador ressaltou que todo empreendedor precisa conhecer o mercado no qual vai atuar, quem são seus clientes, quais hábitos têm, onde estão e como alcançá-los. Para Salvador, é preciso entender se o produto oferecido cabe no mercado desejado. O especialista alerta ainda que não é correto começar um negócio e só depois buscar entender o mercado e o cliente.

“A chave para o sucesso de um negócio está na rapidez de estratégias e tomadas de decisões táticas. Vai ter sucesso no mercado quem oferecer o melhor serviço no tempo mais rápido, com diferenciais competitivos. Porém, o empreendedor só consegue alcançar esses pontos se conhecer o mercado que está inserido”, afirmou. 

A consultora para empresas que buscam a transformação digital, Suellen Berger, contou que o empreendedor precisa ter o olhar voltado para o mercado. De acordo com ela, muitas vezes o negócio pode estar no mercado errado. “Você não pode ir para um mercado que não está pronto para te receber. Tem alguns negócios que saem da periferia e vão para um bairro mais nobre e dão errado”, exemplificou. 

Suellen Berger explicou que se o produto é popular, ele precisa de um mercado adequado. É importante mapear e entender o mercado: “vou trabalhar com um mercado de pessoas que precisam de quê? Por exemplo, se sou uma grávida, onde uma grávida vai? Vou entender esses lugares e vou seguir essa grávida. Mas é importante lembrar que o produto, sendo popular ou de luxo, tem público na internet. Se você for para o ambiente digital, seu mercado é o mundo todo, mas é sua escolha atender às demandas que surgem”, orientou.

A pesquisa de mercado também é tema do programa de rádio semanal da Aderes Minuto Empreendedor. 

Acompanhe a programação 

Rádio ES – 1160Am: https://bit.ly/2Zpcac7

Ouça as edições anteriores pelo site www.aderes.es.gov.br

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Aderes
Débora Pedroza
[email protected]

 

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook

Estadual

Programa da Sefaz ajuda solucionar mais de 150 mil irregularidades de empresas capixabas

Publicado

em


Um sistema exclusivo da Secretaria da Fazenda (Sefaz) já ajudou a solucionar mais de 150 mil irregularidades de empresas capixabas. O programa em questão é o Cooperação Fiscal, instituído em 2018, que permite ao contribuinte fazer a autorregularização, corrigindo espontaneamente possíveis erros registrados na hora de prestar as informações ao Fisco.

Desde que passou a ser utilizado, o Cooperação Fiscal já auxiliou na arrecadação de mais de R$ 200 milhões em impostos, tudo por meio da autorregularização. “Um dos benefícios da autorregularização é que a lei prevê uma redução de multa por espontaneidade. Então, em alguns casos, o contribuinte precisa pagar apenas 10% do débito. A autorregularização também evita a exclusão do contribuinte no Simples Nacional”, avalia o auditor fiscal Valquimar Raasch.

O Cooperação Fiscal também possibilita que o representante da empresa apresente uma justificativa para a irregularidade. “Essa justificativa, depois de enviada, é analisada por um auditor fiscal que pode aceitar, ou não, o motivo apresentado pelo representante da empresa. Quando a justificativa é aceita, a irregularidade apontada é baixada como ‘justificada’. Quando não é aceita, o contribuinte deve providenciar a regularização para evitar as sanções previstas em lei”, acrescenta Raasch.

Atualmente, o Cooperação Fiscal possibilita a correção de informações em cinco situações diferentes: omissão de envio de arquivos da Escrituração Fiscal Digital (EFD); ICMS declarado na EFD e não recolhido ou recolhido a menor; omissão de envio dos arquivos do Programa Gerador de Documentos de Arrecadação do Simples Nacional – Declaratório (PGDAS-D); divergências entre os valores informados pelas operadoras de cartões de débito e crédito e os valores declarados pelas empresas optantes pelo Simples Nacional; e o quinto, que aponta as notas fiscais eletrônicas de emissão própria não escrituradas na EFD.

Desde que passou a ser utilizado, o Cooperação Fiscal já publicou mais de 420 mil irregularidades para que os contribuintes pudessem ter a ciência de eventuais falhas e buscassem a regularização espontânea. Aproximadamente, 60 mil contribuintes já foram notificados com alguma pendência junto à Receita Estadual.

“As publicações recorrentes aproximam a Receita Estadual do contribuinte, que se sente acompanhado de perto pela fiscalização. Então, além de possibilitar a correção de erros, o Cooperação Fiscal também ajuda no combate à sonegação de ICMS”, aponta o auditor fiscal Renato Rovetta Passamani.

“Esse modelo de Cooperação Fiscal melhora muito o ambiente de negócios. Ele permite que os erros cometidos por empresários ou profissionais da Contabilidade, por exemplo, sejam corrigidos antes que vire um problema maior, como um auto de infração, e a exclusão do regime do Simples Nacional”, aponta o secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti.

A Sefaz já trabalha para implementar a publicação de novos tipos de irregularidades no sistema, além de novas funcionalidades que visem a facilitar a operação do contribuinte, como, por exemplo, o parcelamento de débitos de ICMS e multas espontâneas, sem a necessidade de se deslocar até uma Agência da Receita Estadual.

Serviço on-line

Toda a autorregularização é feita, exclusivamente, via Agência Virtual. A pessoa responsável pela empresa, geralmente o contabilista, recebe os alertas de irregularidade na Agência Virtual. A partir daí ele pode justificar a inconsistência, emitir o DUA para recolhimento da multa espontânea, com as reduções previstas em lei, e resolver as pendências identificadas pela Receita Estadual.

Os interessados em obter mais informações devem acessar o link https://internet.sefaz.es.gov.br/faleconosco/index.php e clicar na opção Cooperação Fiscal.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sefaz
Giordany Bozzato
(27) 3347-5128
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional9 minutos atrás

Bolsonaro escolhe Kassio Nunes para o Supremo Tribunal Federal, diz TV

Reprodução Juiz Kassio Nunes é católico e é favorito para ocupar a vaga no Supremo O presidente Jair Bolsonaro (sem...

Saúde39 minutos atrás

Covid-19: Brasil tem 144 mil mortes e 4,84 milhões de casos acumulados

O boletim diário do Ministério da Saúde, divulgado nesta quinta-feira (1), revela que o Brasil registrou 4.847.092 casos confirmados do novo...

Economia39 minutos atrás

Renda Cidadã: economista sugere junção de programas sociais para bancar projeto

Reprodução / YouTube Economista William Ricardo de Sá participou da live do Brasil Econômico desta semana Possível e necessário. Assim...

Nacional39 minutos atrás

Advogado esfaqueia homem e ameaça explodir apartamento no ES

REPRODUÇÃO/WHATSAPP Em surto, advogado esfaqueia homem e ameaça explodir apartamento no Espírito Santo Nesta quinta-feira (01) , um advogado de...

Entretenimento54 minutos atrás

Solange Gomes desmente ficada com Mateus Carrieri: “Não está na minha lista”

Reprodução/Instagram Mateus Carrieri e Solange Gomes Atenta às marcações nas redes sociais, Solange Gomes deu de cara com um tuíte que...

Esportes54 minutos atrás

Rio Branco e Atlético fazem clássico acreano na Série D do Brasileirão

Invictas na competição, as equipes Rio Branco-AC e Atlético-AC fazem clássico, nesta quinta-feira (1º de outubro), às 22h (horário de...

Entretenimento1 hora atrás

Alexandre Lino comemora desfecho de personagem na novela “Amor sem Igual”

Divulgação/Janderson Pires Alexandre Lino Nem bem voltou à rotina de gravações de “Amor sem Igual”, da RecordTV, na qual dá...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!