conecte-se conosco



Carros e Motos

Conheça detalhes da Yamaha XS 650, a motocicleta incompreendida

Publicado

em


source
Yamaha, XS, motocicleta
Acervo pessoal

Esta Yamaha XS 650 é uma XS-1B, de 1971, com o freio dianteiro da XS-2 de 1972

Antes mesmo de eu começar a contar a história das Yamaha 650, é mais que certo que alguém rapidamente lembre da sua característica mais notória: a trepidação. Realmente, apesar de suas inúmeras qualidades, essa motocicleta dos anos 60 ficou famosa pelo excesso de vibração de seu motor bicilíndrico, a ponto de se deslocar para trás ao ser acelerada no cavalete central. Mas sua história é bastante interessante.

Vamos começar pela Yamaha XS 650 , apresentada pela primeira vez no Salão de Tóquio de 1969. Sua saga começou mais de uma década antes, quando um pequeno fabricante japonês chamado Hosk copiou o motor bicilíndrico de quatro tempos da já renomada motocicleta alemã Horex, de 500 cm 3 , e o aperfeiçou, aumentando a cilindrada para 650 cm 3 .

A Hosk, então, foi comprada pela Showa (que não é a atual marca de amortecedores), que por sua vez foi incorporada pela Yamaha. Pronto, a Yamaha já tinha o seu primeiro motor de quatro tempos. Há quem conteste essa origem do motor da Yamaha XS, alegando que se trata de uma evolução do motor bicilíndrico dois tempos da Yamaha YR-1 de 350 cm 3 .

Só que o projeto original desse motor e todas as suas características físicas realmente o aproximam mais ao Hosk do que a qualquer motor Yamaha dois tempos anterior. De qualquer forma, independentemente de qual é a verdadeira, é conveniente que saibamos quais são as duas versões

A XS 650 foi a primeira motocicleta grande e com motor quatro tempos feita pela Yamaha e, apesar do conjunto mecânico bastante robusto, muitos dos componentes utilizados no início eram provenientes de modelos anteriores, todos equipados com motores dois tempos, que eram muito mais leves. O quadro tubular era um deles.

Mesmo assim, a Yamaha XS 650 era cerca de 50 kg mais pesada que uma de suas principais concorrentes, a inglesa Triumph Bonneville , e isso trouxe uma certa má fama à motocicleta, no que diz respeito à dirigibilidade. O motor também ficou estigmatizado, devido à excessiva vibração do conjunto, que ocorria mesmo em rotações médias e em velocidades de cruzeiro.

Para minimizar os efeitos da vibração, o guidão da Yamaha XS 650 era montado sobre coxins de borracha, o que, por outro lado, mascarava a dirigibilidade, tornando a motocicleta pouco sensível às condições da pista. Mas ela era mesmo mais adequada às longas estradas do que a sequências de curvas.

O projeto do motor da Yamaha XS 650 era bem avançado para sua época, quando comparado às outras bicilíndricas de quatro tempos inglesas contemporâneas. O cárter unificado, juntando motor e câmbio, era um dos diferenciais, pois as rivais ainda tinham os conjuntos separados.

Apesar dos seus vários aspectos negativos, esse motor era especialmente robusto, graças à tecnologia de mancais roletados, provenientes de uma providencial parceria da Yamaha com a Toyota, que já os utilizava no motor de seu 2000 GT. Os pistões eram exatamente os mesmos desse esportivo de seis cilindros, que ficou famoso por figurar como o carro de James Bond em “Com 007 só se Vive Duas Vezes”.

Yamaha XS
Arquivo pessoal

Painel de instrumentos da Yamaha XS 650 e o “fermasterzo” para firmar o guidão

Devido à alta taxa de compressão do big-twin, a Yamaha XS 650 tinha um dispositivo chamado de alça-válvula, muito conhecido dos ingleses, que abria parcialmente uma das válvulas de escape para aliviar a pressão no pedal de partida. Acionado por um pequeno manete abaixo do punho direito do guidão, esse dispositivo foi mantido mesmo depois que, em versões posteriores do modelo, foi adotada a partida elétrica.

A primeira versão da Yamaha 650 foi a XS-1 de 1970, produzida unicamente na cor verde. Em 1971 veio a XS-1B, com pequenas melhorias e vendida apenas na cor laranja. Em 1972, estreava a Yamaha XS-2, desta vez também na cor vermelha. A XS-2 passou a ter também partida elétrica e freio dianteiro a disco com acionamento hidráulico, além de um novo garfo de alumínio. A XS laranja das fotos é realmente uma XS-1B de 1971, só que com o freio a disco adaptado da XS-2.

A Yamaha XS 650 foi produzida em sua versão standard de 1970 até 1979, a partir daí passou a ter apenas versões no estilo custom, para abastecer o mercado norte-americano, o que aconteceu até 1985. Pode-se encontrar Yamaha XS 650 registradas como 1986 e 1987, mas isso aconteceu devido ao excesso de unidades importadas pelos norte-americanos, que foram vendidas e emplacadas posteriormente.

Um fato bastante interessante na história da Yamaha XS 650 é que, entre 1973 e 1975, a passou a ter a denominação TX, para fazer parte dessa nova família de motocicletas da marca. Mas as coisas não deram muito certo e a 650 voltou a ser XS em 1976. Essa é uma outra interessante história e que será contada contada na próxima semana. Aguardem.

Fonte: IG CARROS

Comentários do Facebook

Carros e Motos

Honda mostra o SUV e: Concept, seu primeiro puro elétrico

Publicado

em


source
SUV e: Concept
Divulgação

O SUV e: Concept é o primeiro puro elétrico da Honda mostrada no Salão do Automóvel de Pequim


Marcas como a Porsche e a Audi estão deixando as competições com veículos a gasolina para se concentrar nas corridas elétricas, especialmente a Fórmula E. Agora, a Honda anunciou que se retirará em definitivo da Fórmula 1 para investir em pesquisas de células de combustível e criar veículos puros elétricos a bateria, como o SUV e: Concept mostrado no Salão do Automóvel de Pequim.


A Honda aproveitou este evento para mostrar o seu primeiro SUV 100% elétrico inicialmente previsto para o mercado chinês. Entretanto, a montadora não revelou maiores detalhes da especificação técnica ou um plano definido para colocar o SUV elétrico em produção.

Visualmente, o modelo tem um apelo de design futurístico. Combina elementos de um hatchback com altura do solo de um SUV. O veículo mostrado em Pequim tem linhas retas e uma iluminação totalmente feita por LEDs.

Honda SUV e: Concept
Divulgação

O Honda e: Concept tem linha futurísticas combinando elementos de um modelo hatchback com um SUV


“O SUV é um modelo de conceito que indica a direção de um futuro modelo de produção em massa do primeiro veículo elétrico puro da marca Honda, a ser introduzido na China”, diz a montadora.

Por sua vez, na América do Norte, a Honda anunciou ainda uma aliança com a General Motors para o compartilhamento de plataforma de novos veículos e motores, exclusivamente para esta região. A parceria inclui o desenvolvimento em conjunto de baterias, carros autônomos e dois novos carros 100% elétricos, que deverão ser vendidos na linha 2024.

Honda e
Divulgação

A Honda já apresentou seu conceito Urban.e previsto para 2024 em vários países


Globalmente, a Honda diz continuará acelerando o aprimoramento de sua linha de veículos eletrificados, incluindo modelos híbridos. A empresa planeja apresentar globalmente mais de 20 novos modelos EVs até a metade desta década.

Ainda sob os efeitos do novo coronavírus em todos os continentes, o Salão do Automóvel de Pequim é o primeiro grande evento automobilístico mundial. Essa mostra de veículos teve como foco os carros elétricos, já que o mercado chinês é o maior do mundo para esse tipo de veículo.

História na F.1

McLaren Senna
Divulgação

A parceria Honda, McLaren e o piloto Ayrton Senna foi um dos maiores sucessos da F.1 em todos os tempos


Na F.1, a Honda continuará fornecendo motores para a Red Bull Racing e a Scuderia Alpha Tauri apenas até o final de 2021. Nas duas últimas temporadas, o motor da Honda obteve 3 vitórias em 2019 e 2 até agora em 2020.

A marca japonesa tem uma longa história na F.1 desde 1960. O maior sucesso da marca foi a parceria com a equipe McLaren e o piloto brasileiro Ayrton Senna. Os números registrados são impressionantes: 80 Grandes Prêmios, 30 vitórias, 45 poles positions, 48 pódios e 3 títulos mundiais em 5 temporadas disputadas. Uma fantástica história difícil de ser igualado.

Fonte: IG CARROS

Comentários do Facebook
Continue lendo
Versão Impressa4 horas atrás

FA 1167 / 10 DE OUTUBRO DE 2020

Comentários do Facebook Post Views: 0

Esportes4 horas atrás

Seleção estreia nas Eliminatórias com goleada de 5 a 0 sobre a Bolívia

  A seleção brasileira estreou da melhor forma possível pelas Eliminatórias Sul-Americana para a Copa do Mundo do Catar (2022),...

Estadual6 horas atrás

TJES, Sebrae, CDL e FCDL vão auxiliar empresas em razão da pandemia

Termo de Cooperação entre as instituições foi assinado na última quinta-feira, 08. O Tribunal de Justiça (TJES), o Serviço de...

Estadual6 horas atrás

Judiciário Estadual funcionará em regime de plantão durante o feriado de Nossa Senhora Aparecida

O plantão ordinário terá início na noite desta sexta-feira (09/10) e terminará ao meio dia de terça-feira, quando retoma suas...

Esportes6 horas atrás

Sem atuar desde o ano passado, Jadson é anunciado pelo Athletico-PR

O Athletico Paranaense anunciou nesta sexta-feira (9) o retorno do meia Jadson, após mais de 15 anos. O jogador, de...

Esportes7 horas atrás

Com Neymar titular, seleção enfrenta Bolívia nas Eliminatórias

A seleção brasileira enfrenta a Bolívia nesta sexta (9) na sua estreia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo do...

Economia7 horas atrás

MPF diz que ação afirmativa racial do Magalu é constitucional e louvável

Reprodução YouTube/IMP Concursos Nota foi assinada pelo procurador federal dos Direitos do Cidadão, Carlos Alberto Vilhena; texto afirma que programa...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!