conecte-se conosco


Nacional

Congresso fecha acordo provisório sobre muro para evitar paralisação nos EUA

Publicado

em


Novo acordo para previnir novo shutdown não cumpre as exigências de Trump
Reprodução/Casa Branca
Novo acordo para previnir novo shutdown não cumpre as exigências de Trump

Democratas e republicanos anunciaram ter fechado um acordo provisório nessa segunda-feira (11) para evitar uma nova paralisação do governo dos Estados Unidos. Para impedir mais um ‘shutdown’, os parlamentares concordaram em ceder verba para a construção de um muro na fronteira, mas não como o presidente Donald Trump exigia. 

Leia também: Trump confirma reunião com Kim Jong-Un para o final de fevereiro

Trump queria US$ 5,7 bilhões para a construção de 215 quilômetros de muro na fronteira com o México, uma de suas principais promessas de campanha. Os parlamentares, por sua vez, foram contra e, por conta disso, o governo dos Estados Unidos ficou paralisado por mais de um mês entre dezembro e janeiro. O chamado ‘ shutdown
‘ foi o mais longo da história. 

Durante esse período, cerca de 800 mil funcionários federais ficaram em licença não remunerada ou trabalhando sem receber. Em algumas áreas, como segurança interna e transportes, o pessoal foi reduzido ao mínimo.

Sendo assim, o governo e o Congresso aprovaram uma lei no final de janeiro para financiar os gastos por três semanas, cujo prazo termina nesta sexta-feira (15). Se não houver um acordo até lá, outra paralisação pode começar neste fim de semana. 

Leia também: Convidado de Trump, menino dorme durante discurso e viraliza nas redes sociais

Ainda não foram divulgados os detalhes sobre o novo acordo provisório proposto pelos parlamentares mas, segundo a imprensa americana, o orçamento é de cerca de US$ 1,375 bilhão para a construção de 89 quilôemtros de barreiras verticais de aço na fronteira, e não um muro como Trump queria.

O novo plano ainda deverá ser aprovado por Trump
até esta sexta. Em sua conta do Twitter, o presidente disse durante o fim de semana, em tom irônico, que acredita que a oposição queira uma nova paralisação.

Leia mais:  Edição extra do Diário Oficial da União não traz exoneração de Bebianno

Leia também: Em discurso, Trump pede união e renova apelo por muro na fronteira com México

“Foi uma semana muito ruim para os democratas, com os ótimos números econômicos, o desastre da Virgínia e do discurso de estado da União. Agora, com as terríveis ofertas feitas por eles para o Comitê de fronteira, eu realmente acredito que eles querem um novo shutdown
. Eles querem um novo assunto!”, escreveu. 

Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Unicef: 32 crianças são assassinadas por dia no Brasil

Publicado

em

Em 2017, foram 11,8 mil mortes de crianças e adolescentes de 10 a 19 anos. Vítimas, em sua maioria, são meninos negros e pobres

Relatório sobre os direitos da criança apresentado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) nesta terça-feira (12/11/2019) mostra que, por dia, 32 crianças e adolescentes de 10 a 19 anos são assassinadas no Brasil.

Em 2017, foram 11,8 mil mortes. As vítimas, em sua maioria, são meninos negros, pobres, que vivem nas periferias e em áreas metropolitanas das grandes cidades desprovidas de serviços básicos de saúde, assistência social, educação, cultura e lazer.

De acordo com o relatório do Unicef, que reúne dados de 10 capitais brasileiras, 2,6 milhões de crianças vivem em áreas diretamente afetadas pela violência armada.

Nos últimos 10 anos, o número de homicídios entre adolescentes brancos vem caindo, enquanto o de negros apresenta crescimento. Somente em 2017, os negros representavam 82,9% dos 11,8 mil casos de assassinato entre crianças e adolescentes de 10 a 19 anos no país.

“Reverter esse quadro é urgente. É preciso investir nos territórios mais vulneráveis, com políticas públicas de qualidade, voltadas a cada criança e a cada adolescente, em especial os mais excluídos. Temos que oferecer a eles um ambiente seguro em que possam desenvolver plenamente o seu potencial”, afirmou Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil.

Saúde e educação
O relatório do Unicef ainda mostra que, atualmente, há quase 2 milhões de crianças fora da escola. Grande parte delas vem de família de baixa renda.

Além disso, há também crianças que estão na escola, mas com alto índice de reprovação. Em 2018, 3,5 milhões de estudantes de colégios estaduais e municipais foram reprovados ou abandonaram os estudos.

Na área de saúde, o documento chama atenção para a má nutrição. Por um lado, a desnutrição crônica caiu maciçamente, com exceção das crianças indígenas, que registraram uma taxa média de 30% entre os menores de 5 anos, índice que chega a quase 80% entre os Ianomâmis. De outro lado, o Unicef aponta que uma em cada três crianças brasileiras de 5 a 9 anos está com sobrepeso.


(*Metropoles)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Ministro do Turismo é indiciado por candidaturas laranjas do PSL
Continue lendo
Internacional45 minutos atrás

Brics avançam na cooperação em Ciência e Tecnologia

Na extensa agenda da Cúpula dos Bric que ocorre esta semana em Brasília, os temas de Ciência, Tecnologia & Inovação...

Entretenimento58 minutos atrás

Júlio passa por cirurgia em “Éramos Seis” e deixa sua família preocupada

Em “Éramos Seis”, a saúde frágil de Júlio (Antonio Calloni) deixará toda a sua família preocupada. Depois de ter tido...

Mulher58 minutos atrás

Qual o signo mais buscado na web? Veja ranking e motivos para tanta curiosidade

Qual é o seu signo? Se você é aquele tipo de pessoa que se preocupa com astrologia, costuma ler o...

Mulher58 minutos atrás

Horóscopo do dia: previsões para 13 de novembro de 2019

arrow-options Marcelo Dalla As mandalas são uma representação do mapa astral Veja também: Em que nível de evolução do seu...

Economia4 horas atrás

Tudo sobre o DPVAT:  o que é, quem utiliza e porque Bolsonaro vai acabar com ele

arrow-options Edson Lopes Jr/A2AD Todos os proprietários de veículos do Brasil pagam o seguro DPVAT, extinto pelo presidente por Medida...

Economia4 horas atrás

Desconto no seguro-desemprego pode chegar a 8,14% com novo programa do governo

arrow-options Divulgação Programa Verde Amarelo visa aumentar a abertura de vagas para jovens de 18 a 29 anos O governo...

Economia4 horas atrás

Senado aprova saque do FGTS de R$ 998 e texto segue para sanção de Bolsonaro

arrow-options Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Texto que amplia saque precisa ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro O Senado aprovou, em...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana