conecte-se conosco


Direto de Brasília

Confira benefícios que os doadores de sangue têm e não sabem

Publicado

em

Doação de Sangue arrow-options
Agência Brasil
Doadores de sangue possuem benefícios que são pouco conhecidos.

Segundo os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, apenas 1,6% (aproximadamente 3.6 milhões de pessoas) da população brasileira doa sangue regularmente. Além de serem responsáveis por salvar inúmeras vidas, os doadores passam a ter benefícios em tarefas do dia a dia. Entretanto, esses benefícios são pouco conhecidos, inclusive pelos próprios doadores. Conheça alguns deles abaixo:

Leia também: O que acontece se não tirar o certificado de reservista? 


Todos os doadores de sangue têm direito à meia-entrada em estabelecimentos culturais, sendo necessário apenas apresentar a carteirinha de doador de sangue (explicaremos abaixo obtê-la). Além disso, um artigo na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) garante que o funcionário que doar sangue e apresentar comprovante da ação tem direito a um dia de folga a cada doze meses. 

Segundo a lei Lei n° 219/09, os doadores também têm o direito de utilizar a fila preferencial em estabelecimentos como bancos e supermercados. Além disso, alguns concursos públicos possuem isenção (total ou parcial) de taxa para os doadores e chegam a utilizar isso como critério de desempate. Em São Paulo, caso o cidadão tenha doado sangue três vezes nos últimos 12 meses, a isenção é total. 

Como obter a carteirinha de doador

As maneiras de conseguir a carteirinha de doador variam pelo Brasil. No Paraná, por exemplo, o cidadão deve ter doado sangue pelo menos três vezes no último ano para receber o documento. Já em São Paulo, basta solicitar o documento na hora de realizar o cadastro para doar sangue. 

Condições para doar

Para doar sangue, a pessoa deve ter dormido ao menos seis das últimas 24 horas e estar devidamente alimentada – respeitando o jejum mínimo de duas horas antes do processo. Além disso, é necessário respeitar o intervalo entre doações: dois meses para homens e três meses para mulheres. 

Leia mais:  Polícia descobre plano de adolescente para realizar ataque a escola em Goiás

Leia também: CPF também é exigido para menor de idade: saiba como e onde emitir o documento 

Quem não pode doar?

Pessoas que estiverem gripadas, resfriadas ou com sintomas dessas doenças não podem doar sangue , devendo esperar até sete dias após o desaparecimento dos sintomas para realizar o processo. Grávidas e mulheres que deram a luz menos de 90 dias antes do procedimento também são impedidas de doar. 

Existem outras condições que proíbem, temporária ou definitivamente, a pessoa de doar sangue. São elas:

  • Amamentação: até 12 meses após o parto;
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;
  • Tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou região genital impedem a doação);
  • Extração dentária: 72 horas;
  • Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses;
  • Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses;
  • Transfusão de sangue: 1 ano;
  • Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;
  • Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses;
  • Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição);
  • Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade (definitiva);
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas (definitiva);
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis (definitiva);
  • Malária (definitiva).

Comentários do Facebook
publicidade

Direto de Brasília

Alexandre de Moraes vota a favor de prisão após segunda instância

Publicado

em

source
Ministro Alexandre de Moares arrow-options
Rosinei Coutinho/SCO/STF

Ministro votou contra o ministro Marco Aurélio

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes votou a favor do cumprimento antecipado de pena após condenação em segunda instância . Com o voto, o placar está em 1 a 1 após o ministro Marco Aurélio Mello votar contra a pauta.

No início da leitura do voto, Moares disse que “toda vez que se altera a jurisprudência se fala em evolução”, mas que, às vezes, também há uma “involução”.

Acompanhe ao vivo: STF retoma julgamento sobre prisão em segunda instância

Em seguida, o ministro fez uma defesa da democracia e ciriticou ameaças à Corte. “Paixões políticas e ideológicas resultaram em ameaças ao STF, muito acima das salutares  manifestações de uma democracia. Relatores foram chamados de levianos e corruptos por ter uma posição contrária”, afirmou.

Na sustentação do voto, Moraes disse que “alterações de posicionamento não produziram nenhum impacto significativo no sistema penitenciário nacional” e que não vê que os princípios de presunção de inocência e de não culpabilidade serão feridos. “A decisão de segundo grau é fundamentada”, completou.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Polícia descobre plano de adolescente para realizar ataque a escola em Goiás
Continue lendo
Internacional2 minutos atrás

Evo Morales chega ao México e diz que houve golpe de Estado na Bolívia

O avião das Forças Armadas mexicanas, que levou Evo Morales da Bolívia à Cidade do México, pousou às 14h20 de...

Nacional2 minutos atrás

Operários ficam pendurados em andaime de obra em hotel no Rio de Janeiro

arrow-options Reprodução/TV Globo Acidente aconteceu no Leme, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Dois operários ficaram pendurados no andaime...

Saúde15 minutos atrás

SUS pretende usar inteligência artificial para agilizar atendimentos

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou, em entrevista exclusiva à Agência Brasil, que o programa Conecte SUS, em...

Política15 minutos atrás

Gleisi defende Lula e diz que querem ‘esterilizá-lo’

arrow-options Edilson Santos/Agência O Globo “Tiraram ele da vida, expuseram, xingaram, perseguiram a família” Presidente do PT e deputada federal,...

Política15 minutos atrás

“Ódio cego”, diz Celso de Mello sobre fala de estupro de filhas de ministros

arrow-options Rosinei Coutinho/SCO/STF – 11.4.19 Celso de Mello repudiou ataque de advogada O ministro Celso de Mello , do Supremo...

Política15 minutos atrás

Bolsonaro sabia que a Globo o ligaria ao caso Marielle, diz colunista

arrow-options Marcos Corrêa/PR Bolsonaro sabia que a Globo soltaria uma reportagem ligando seu nome ao caso Marielle Jair Bolsonaro já...

Política15 minutos atrás

Mudanças na 2ª instância fazem STF perder confiança, diz ex-presidente da corte

arrow-options Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil O cumprimento de pena após condenação em 2ª intância foi proibido pelo Supremo Tribunal Federal...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana