conecte-se conosco



Internacional

Com hospitais próximos do colapso, médicos de Bogotá pedem quarentena

Publicado

em


.

Médicos em Bogotá pedem o retorno de uma quarentena na capital colombiana para diminuir as infecções pelo novo coronavírus, alertando que serviços médicos estão perto do colapso.  

O país andino registrou mais de 165 mil casos de covid-19 e cerca de 6 mil mortes. Bogotá representa mais de um terço do número total de casos do país e mais de 20% das mortes. 

“Estamos em situação crítica”, disse o presidente da Faculdade de Medicina de Bogotá, Herman Bayona, à Reuters. “Estamos próximos do colapso.” 

O presidente colombiano, Iván Duque, declarou quarentena para desacelerar a propagação da doença no fim de março. 

A medida deve acabar no dia 1º de agosto, com alguns setores da economia e partes do país já em reabertura. 

Nesta semana, a capital começou a impor quarentenas rígidas em rodízio por bairro, o que Bayona classifica como ineficiente. 

“Não acreditamos que quarentenas por região tenham o poder de desacelerar a velocidade das infecções”, disse. 

Bayona informou que várias associações médicas se encontraram com líderes políticos em Bogotá para defender o retorno de uma quarentena rígida em toda a cidade. 

As unidades de tratamento intensivo (UTIs) de Bogotá estavam com quase 90% da capacidade ocupada na noite da última quarta-feira (15), de acordo com dados do governo. A prefeita Claudia López visitou um hospital público na quinta-feira e disse que entre 20 e 30 novos ventiladores chegarão diariamente para aumentar a capacidade dos leitos. 

Comentários do Facebook

Internacional

Reino Unido corre risco de novo lockdown

Publicado

em


.

O Reino Unido deve reintroduzir algumas medidas de lockdown contra o coronavírus cedo ou tarde, afirmou um epidemiologista neste sábado (19), com novos casos da covid-19 chegando ao maior índice desde o começo de maio.

Neil Ferguson, professor de epidemiologia do Imperial College, de Londres, e ex-conselheiro do governo, afirmou à BBC que o país enfrentará uma “tempestade perfeita” de infecções, com as pessoas voltando ao trabalho e às escolas.

O primeiro-ministro Boris Johnson disse na sexta-feira (18) que ele não quer outro lockdown nacional, mas que novas restrições podem ser necessárias porque o país enfrentaria uma inevitável segunda onda da covid-19.

“Eu acho que algumas medidas adicionais devem ser necessárias, cedo ou tarde”, disse Ferguson.

Na sexta-feira (18), foi publicado que ministros estavam considerando um segundo lockdown nacional, com novos casos da covid-19 no maior índice em meses, internações hospitalares crescendo e taxas de infecção elevadas em partes do norte da Inglaterra e em Londres.

“Neste momento, estamos nos níveis de infecções que víamos neste país no final de fevereiro, e, se esperarmos mais duas ou quatro semanas, estaremos de volta aos níveis de meados de março, e isso irá – ou pode – causar mortes”, disse Ferguson.

Dados do governo, deste sábado (19), mostraram 4.422 novos casos, 100 a mais que na sexta-feira (18), e o maior total diário desde 8 de maio, com base em testes positivos.

A verdadeira taxa de infecção deve ser maior. A agência de estatísticas do Reino Unido disse na véspera que por volta de 6 mil pessoas por dia, apenas na Inglaterra, provavelmente pegaram a doença durante a semana de 10 de setembro, com base em testes aleatórios.

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, requisitou uma reunião com Johnson e os líderes de País de Gales e Irlanda do Norte, durante as próximas 48 horas, para tentar garantir medidas coordenadas entre as diferentes partes do Reino Unido.

O Reino Unido teve o maior índice de mortes da Europa por covid-19, com mais de 41 mil, segundo a contagem do governo.

O aumento de infecções ainda não levou a um crescimento similar em novas mortes – em parte porque os casos estão concentrados entre pessoas mais jovens -, mas as internações hospitalares estão começando a crescer.

Mais de 10 milhões de pessoas em partes do norte e da região central da Inglaterra já estão sob alguma forma de lockdown, como proibição de convidar amigos ou familiares para suas casas, ou visitar bares e restaurantes depois das 22h.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento4 horas atrás

Lidi Lisboa se distrai admirando Mariano e quase bate de cara na porta

O momento mais icônico do dia em A Fazenda já está garantido. Lidi Lisboa quase deu de cara com uma...

Nacional4 horas atrás

Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas

O Ministério da Saúde (MS) atualizou no início da noite deste sábado (19) os dados do novo coronavírus (covid-19) no...

Nacional5 horas atrás

Incêndio destrói cerca de 40 ônibus em pátio na zona leste de São Paulo

São Paulo – Um incêndio em um pátio na zona leste de São Paulo queimou cerca de 40 ônibus. O...

Esportes5 horas atrás

Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios

. Neste sábado (19), em coletiva à imprensa, o vice-presidente do Flamengo, Marcos Braz, defendeu o retorno dos torcedores aos...

Esportes5 horas atrás

Figueirense supera América-MG em Belo Horizonte

. O Figueirense surpreendeu o América-MG, dentro do Estádio Independência, neste sábado (19), em Belo Horizonte. Os catarinenses ganharam por...

Saúde6 horas atrás

Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas

. O Ministério da Saúde (MS) atualizou no início da noite deste sábado (19) os dados do novo coronavírus (covid-19)...

Nacional6 horas atrás

Bolsonaro passará por cirurgia para retirar cálculo na bexiga

ESTADÃO CONTEÚDO Bolsonaro passará por cirurgia para retirar cálculo na bexiga O presidente Jair Bolsonaro será submetido na próxima sexta-feira,...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!