conecte-se conosco



Educação

Com hélice de 1,2 m, chapéu “chega para lá” gera polêmica em escola de Portugal

Publicado

em

 

 
Chapéu
Reprodução

Imagens das crianças usando o chapéu viralizaram nas redes sociais

Nesta segunda-feira (1º), data em que Portugal comemorou o Dia da Criança, uma ideia inusitada da Câmara Municipal de Arcos de Valvedez para garantir o distanciamento social entre os alunos em meio à pandemia do Covid-19 acabou gerando polêmica quando fotos das crianças usando o chapéu, que ganhou o apelido de “chega para lá”, caíram nas redes sociais.

Segundo informações do Jornal de Notícias, o chapéu foi desenvolvido pelas próprias crianças e deveria levar o nome de “estamos de volta”. Formado por uma hélice de 1,2 metro, garante o distanciamento entre os alunos ao longo das aulas e impede a socialização. De acordo com publicação no site da câmara municipal, o objetivo é descrito como uma “sugestão amiga de afastamento”.

Entretanto, a ideia não foi bem aceita pelos usuários nas redes sociais. Muitos apontaram que a medida impede o desenvolvimento saudável das crianças e criticaram a implementação da medida. “Santa ignorância. Se fosse meu filho, não deixaria usar e ainda faria uma queixa à Direção-Geral da Saúde”, escreveu um dos usuários na publicação do município.

“Não sabemos o que levou as pessoas a interpretarem a situação desta forma. Foi alto articulado com educadores e a comunidade educacional, não foi inventado. Outros municípios fizeram exatamente a mesma coisa”, afirmou Emília Cerdeira, vereadora da Educação da Câmara de Arcos de Valdevez.

Segundo ela, o chapéu foi usado pontualmente e depois levado para casa pelas crianças: “elas não ficaram o dia todo com aquilo na cabeça, nem no recreio. Montaram na aula e não utilizaram mais durante o dia. Segundo as educadoras correu maravilhosamente e as crianças foram para casa felizes. É uma forma de ajudar os mais pequenos a entender o significado do distanciamento social em comunidade”.

Ainda de acordo com a publicação, a ideia foi inspirada em um projeto do Exploratório-Centro de Ciência Viva de Coimbra, cidade localizada na região central de Portugal . Foi lá que ganhou o nome de “chega para lá” e também foi adotado pelo município para o uso nas escolas.

Na página oficial do Exploratório de Coimbra, o chapéu é apresentado como um conceito simples que promete conquistar os mais novos: “para celebrar o Dia Mundial da Criança, este ano vivido em circunstâncias especiais por todos, o Exploratório apresenta um chapéu criativo, apropriado aos dias que vivemos e destinado a proporcionar momentos de brincadeira em família”.


Fonte: IG Mundo

Comentários do Facebook

Educação

Mais de R$5 bi podem voltar para a educação no ES

Publicado

em

Deputado Sergio Majeski acredita que STF manterá entendimento sobre impossibilidade de inclusão de gastos com inativos no mínimo de 25% destinado à educação - Ellen Campanharo/Ales

 

Os capixabas poderão ter de volta o valor de R$ 5,6 bilhões que deveria ter sido investido na educação nos últimos dez anos. A informação foi apresentada pelo deputado Sergio Majeski (PSB) em pronunciamento durante a sessão híbrida desta segunda-feira (21). O montante é referente à aplicação mínima dos 25% do orçamento da pasta como Manutenção e Desenvolvimento do Ensino (MDE), o que não foi feito, em desacordo com o Manual dos Demonstrativos Fiscais do Tesouro Nacional e com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

“Desde quando cheguei na Assembleia tenho insistido quanto à ilegalidade da não aplicabilidade do MDE. O que vinha acontecendo no Espírito Santo e em outros sete estados era o pagamento de aposentados e pensionistas com esse valor. Já são mais de R$ 5 bilhões que deixaram de ser investidos na educação pública desde 2011 aqui no Espírito Santo. Isso não pode, é inconstitucional”, alega o parlamentar.

Em 2017, Majeski denunciou à Procuradoria Geral da República (PGR) a prática realizada pelo governo capixaba, segundo ele, com respaldo do Tribunal de Contas do Estado (TCE-ES), o que deu origem a uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI). Ao julgar ações similares de outros estados, como São Paulo e Alagoas, o Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu pela impossibilidade de incluir o pagamento de proventos de inativos no conceito de gastos com educação, sob pena de descumprimento da Constituição. Por esse motivo, o deputado comemorou na tribuna, dizendo que, se a decisão tiver como base os entendimentos anteriores, o resultado será positivo para o povo do Espírito Santo.

“É importante que os órgãos de controle confirmem que há irregularidade. Esse recurso é bilionário e faz muita falta para fortalecer o ensino gratuito a que todo cidadão tem direito. O dinheiro deveria ser investido para aumentar o salário de professores e de outros profissionais que atuam nas escolas, na melhoria da infraestrutura das escolas, por exemplo. A educação é o principal caminho para o desenvolvimento de uma nação”, destacou Majeski.

Julgamento no STF nesta sexta-feira

A ministra Rosa Weber incluiu na pauta desta sexta-feira (25), do STF, o julgamento da ADI 5691, que trata do caso do Espírito Santo, denunciado pelo deputado Majeski ainda em 2017.

Realizado de forma virtual, caso não haja surpresas, o julgamento deverá seguir a mesma coerência dos resultados proferidos nos casos de Alagoas e São Paulo, confirmando a irregularidade da manobra realizada pela administração estadual e amparada pelo TCE-ES.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento4 minutos atrás

Edu Guedes lembra quando chorou pela grávida de Taubaté: “Zoado até hoje”

Reprodução “Ela enganou todo mundo, mas só o Edu que aparece chorando. Eu não vou perder minha essência por causa...

Internacional4 minutos atrás

Mais de 50 caranguejos gigantes invadem churrasco de família; assista

Reprodução / Daily Mail Austrália Em busca de comida, os crustáceos invadiram churrasco de família Na Austrália , enquanto uma...

Economia19 minutos atrás

Auxílio de mil dólares: Bolsonaro diz que arredondou o valor no discurso na ONU

Reprodução YouTube/Jair Bolsonaro Presidente chamou de ‘esquerdalha’ a imprensa e a população que questionou o valor citado na conferência das...

Nacional19 minutos atrás

Michelle Bolsonaro denuncia supostas calúnias contra ela nas redes sociais

Carolina Antunes/PR Primeira-dama Michelle Bolsonaro A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, mulher de Jair Bolsonaro (sem partido), foi ouvida, na tarde desta...

Entretenimento34 minutos atrás

Segundo leitores do iG, Luiza Ambiel deve deixar “A Fazenda” nesta quinta

Divulgação Luiza Ambiel Mais um peão deixará a sede de “A Fazenda” nesta quinta-feira (24). Segundo enquete feita pelo iG...

Estadual49 minutos atrás

Governador participa de webinário sobre resultado do Ideb 2019

. O governador do Estado, Renato Casagrande, participou, na tarde desta quinta-feira (24), de um webnário que analisou o resultado...

Mulher49 minutos atrás

Convite de casamento pede para que convidados não usem máscara

Reprodução/Instagram Noivos em casamento No início desta semana, um usuário do Twitter compartilhou uma foto do convite de casamento que...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!