conecte-se conosco



Educação

Com hélice de 1,2 m, chapéu “chega para lá” gera polêmica em escola de Portugal

Publicado

em

 

 
Chapéu
Reprodução

Imagens das crianças usando o chapéu viralizaram nas redes sociais

Nesta segunda-feira (1º), data em que Portugal comemorou o Dia da Criança, uma ideia inusitada da Câmara Municipal de Arcos de Valvedez para garantir o distanciamento social entre os alunos em meio à pandemia do Covid-19 acabou gerando polêmica quando fotos das crianças usando o chapéu, que ganhou o apelido de “chega para lá”, caíram nas redes sociais.

Segundo informações do Jornal de Notícias, o chapéu foi desenvolvido pelas próprias crianças e deveria levar o nome de “estamos de volta”. Formado por uma hélice de 1,2 metro, garante o distanciamento entre os alunos ao longo das aulas e impede a socialização. De acordo com publicação no site da câmara municipal, o objetivo é descrito como uma “sugestão amiga de afastamento”.

Entretanto, a ideia não foi bem aceita pelos usuários nas redes sociais. Muitos apontaram que a medida impede o desenvolvimento saudável das crianças e criticaram a implementação da medida. “Santa ignorância. Se fosse meu filho, não deixaria usar e ainda faria uma queixa à Direção-Geral da Saúde”, escreveu um dos usuários na publicação do município.

“Não sabemos o que levou as pessoas a interpretarem a situação desta forma. Foi alto articulado com educadores e a comunidade educacional, não foi inventado. Outros municípios fizeram exatamente a mesma coisa”, afirmou Emília Cerdeira, vereadora da Educação da Câmara de Arcos de Valdevez.

Segundo ela, o chapéu foi usado pontualmente e depois levado para casa pelas crianças: “elas não ficaram o dia todo com aquilo na cabeça, nem no recreio. Montaram na aula e não utilizaram mais durante o dia. Segundo as educadoras correu maravilhosamente e as crianças foram para casa felizes. É uma forma de ajudar os mais pequenos a entender o significado do distanciamento social em comunidade”.

Ainda de acordo com a publicação, a ideia foi inspirada em um projeto do Exploratório-Centro de Ciência Viva de Coimbra, cidade localizada na região central de Portugal . Foi lá que ganhou o nome de “chega para lá” e também foi adotado pelo município para o uso nas escolas.

Na página oficial do Exploratório de Coimbra, o chapéu é apresentado como um conceito simples que promete conquistar os mais novos: “para celebrar o Dia Mundial da Criança, este ano vivido em circunstâncias especiais por todos, o Exploratório apresenta um chapéu criativo, apropriado aos dias que vivemos e destinado a proporcionar momentos de brincadeira em família”.


Fonte: IG Mundo

Comentários do Facebook

Educação

Bolsonaro sanciona lei que suspende pagamento do Fies durante a pandemia

Publicado

em

Estudantes pagarão o saldo das parcelas suspensas de forma diluída nas restantes, sem cobrança de juros ou multas

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou a lei que suspende os pagamentos devidos pelos estudantes ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) durante o estado de calamidade pública, provocado pela pandemia do novo coronavírus. O texto foi publicado na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (10) e a suspensão já está valendo.

A medida dá direito à suspensão dos pagamentos aos estudantes que estão em dia com as prestações do financiamento e aqueles com parcelas em atraso por, no máximo, 180 dias. Também serão incluídos os inadimplentes de prestações devidas até 20 de março de 2020.

Os estudantes pagarão o saldo das parcelas suspensas de forma diluída nas restantes, sem cobrança de juros ou multas. Conforme a lei sancionada, o aluno não poderá ser inscrito em cadastro de inadimplentes e não será considerado descumpridor de quaisquer obrigações com o Fies.

O interessado em obter a suspensão deverá manifestar interesse no banco onde obteve o financiamento. A manifestação pode ser feita presencialmente ou por meio dos canais eletrônicos da instituição.

O projeto de lei prevê a suspensão dos seguintes pagamentos:

– amortização do saldo devedor;

– juros incidentes sobre o financiamento;

– quitação das parcelas oriundas de renegociações de contratos.

 

Comentários do Facebook
Continue lendo
Economia3 horas atrás

‘Lembra o feudalismo’, diz economista sobre trabalhadores essenciais na crise

Reprodução Roda Viva/TV Cultura Branko Milanovic, economista, disse que Brasil deve pensar na arrecadação Nesta segunda-feira (13), o economista Branko...

Estadual4 horas atrás

Funcionário é amarrado durante assalto e criminosos levam cofre com R$ 200 mil

A vítima contou que eram três bandidos. Eles teriam pulado um muro. Na tentativa de não serem flagrados, o trio...

Mulher4 horas atrás

Atriz conta que foi estuprada por diretor: ‘Me enganou, me drogou e me estuprou’

  Atriz com passagens pela “Malhação” da Globo e pela Record, Juliana Lohmann carregou nos últimos 12 anos um trauma...

Nacional4 horas atrás

Justiça determina quebra de sigilo bancário da Backer

Divulgação A cervejaria Backer, muito conhecida em Minas Gerais, ganhou notoriedade nacional após consumidores da cerveja serem intoxicados e hospitalizados...

Economia4 horas atrás

Milionários pedem que governos aumentem seus impostos diante da pandemia

iStock Milionários dizem que aumentar taxa de impostos é “a única escolha” Em meio à crise da pandemia do novo...

Entretenimento4 horas atrás

Gabi Martins faz ensaio sensual usando calcinha fio dental: “Que popotão”

Na tarde deste domingo (12), Gabi Martins compartilhou o resultado de um ensaio sensual que fez na laje e deixou os seguidores...

Nacional5 horas atrás

Celular explode e mãe encontra menina de 5 anos “em chamas”

Ao chegar no cômodo, Liliane Cristina Rodrigues Pissaia, 37, viu a filha em chamas. “Parecia barulho de tiro”, disse Uma...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!