conecte-se conosco



Saúde

Com 117 casos de sarampo, Rio busca ampliar cobertura vacinal

Publicado

em

Seguindo o calendário elaborado pelo Ministério da Saúde, o governo do estado do Rio de Janeiro deu início, hoje (18), à segunda fase da campanha nacional de vacinação contra o sarampo. O estado já registrou este ano 117 casos da doença, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, o que o coloca entre os três com maior incidência no atual surto que atinge o Brasil. Em todo o país, são cerca de 5,6 mil casos, em 19 estados. Mais de 90% das ocorrências se concentra em São Paulo, onde já foram registrados mais de 5 mil diagnósticos positivos.

Na nova etapa, que vai até o dia 30 de novembro, o Ministério da Saúde mira em cerca de 9 milhões de pessoas entre 20 e 29 anos, que não tomaram duas doses na infância. Essa é a faixa etária que acumula o maior número de casos confirmados no atual surto. Os imunizantes são assegurados gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS) e estão disponíveis em unidades básicas.

A vacinação é a forma mais eficaz de prevenção ao sarampo. Para as pessoas até 29 anos de idade são recomendadas duas doses da vacina. Na faixa de entre 30 a 49 anos, a indicação é de uma dose. A primeira fase da campanha de vacinação, realizada de 7 a 25 de outubro, foi focada no atendimento às crianças de 6 meses a 5 anos de idade, grupo mais vulnerável às sequelas e óbitos.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil superou a meta global alcançando 97% de cobertura vacinal na faixa etária de 6 meses a 1 ano de idade. No entanto, 10 estados ficaram abaixo do índice almejado de 95% e o Rio de Janeiro registrou o pior percentual,de 69,24%.

Vírus

Causado por um vírus, o sarampo é uma doença infecciosa grave transmitida por via aérea. Os sintomas são febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, coriza e mal-estar intenso. Após um período que varia de três a cinco dias, podem aparecer manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas. Quando ocorre na infância, a vítima pode desenvolver pneumonia, encefalite aguda e otite média aguda, que pode gerar perda auditiva permanente. Mesmo entre adultos, a doença pode deixar sequelas e também evoluir a óbito. Neste ano, 14 pessoas morreram, sendo 13 em São Paulo e uma em Pernambuco.

No Rio de Janeiro não há registro de mortes. Os 117 casos estão espalhados por 16 municípios. Duque de Caxias lidera com 36 ocorrências. Em seguida, vêm a capital, com 31 confirmações, Paraty com 12 e São João de Meriti com 10. As demais cidades são Angra dos Reis, Belford Roxo, Cabo Frio, Casemiro de Abreu, Itaguaí, Magé, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Resende, Rio das Ostras e Saquarema.

 
 
Edição: Fernando Fraga
Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook

Saúde

Brasil tem 1.603.055 casos de covid-19 diagnosticados

Publicado

em


.

Boletim divulgado hoje (5) pelo Ministério da Saúde, registra que até o momento o Brasil tem 1.603.055 casos da covid-19. Desses, 64.867 casos resultaram em óbito, sendo 602 registrados nas últimas 24 horas. O número de pessoas recuperadas soma 906.286, o equivalente a 56,5% dos infectados.

São Paulo continua com o maior número de casos, 320.179; seguido pelo Ceará com 121.464, e pelo Rio de Janeiro, com 121.292. Em número de mortes, no entanto, o Rio de Janeiro, com 10.667, ultrapassa o Ceará, que teve 6.441 óbitos até o momento. Também nesse quesito, São Paulo registra o maior número, com 16.078 mortes.

Entre os estados com menos registros, o Mato Grosso do Sul é o de menor incidência, com 10.089 casos e 117 mortes. Tocantins, com 12.475 casos e 220 mortes, vem em seguida.

Apesar dos números nacionais, algumas cidades estudam a volta gradual da rotina. Na cidade de São Paulo, o prefeito Bruno Covas assinou os protocolos para reabertura dos setores de bares, restaurantes, estética e beleza na cidade.

No Rio de Janeiro, a reabertura de bares levou muita gente para a rua durante o primeiro dia de liberação. Na sexta-feira (3), após medidas punitivas, os estabelecimentos da cidade tomaram atitudes para diminuir as aglomerações. 

No Distrito Federal, o governador Ibaneis Rocha assinou decreto com o calendário de abertura de bares e escolas. O DF registra, até o momento, 57.854 casos diagnosticados e 699 mortes.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook
Continue lendo
Internacional5 horas atrás

Nick Cordero morre aos 41 anos após longa batalha contra o coronavírus

Reprodução Twitter @hugogloss Nick Cordero Derrotado após longa batalha contra o coronavírus, o ator da Broadway Nick Cordero , famoso...

Nacional6 horas atrás

“Não cabe à mãe do Miguel julgar”, diz Sari Corte Real

Reprodução / Facebook Sari Corte Real concedeu entrevista ao Fantástico. A primeira-dama de Tamandaré, em Pernambuco, Sari Corte Real ,...

Nacional8 horas atrás

91% dos municípios brasileiros já registraram casos de Covid-19

Agência Brasil Segundo levantamento, 10 estados registraram casos em todos os municípios. Segundo um levantamento feito com base nos dados...

Polícia Federal8 horas atrás

PF combate usurpação clandestina de manganês no Pará

. Marabá/PA  – A Polícia Federal cumpriu no sábado (4/7) mandado judicial de busca e apreensão no Porto de Vila...

Polícia Federal8 horas atrás

PF, em ação conjunta, apreende caminhão carregado com cigarros contrabandeados

. Guaíra/PR – Na madrugada deste domingo, dia 5/7, mais uma grande apreensão foi realizada por equipes que participam da...

Polícia Federal8 horas atrás

PF, em ação integrada, apreende caminhão carregado com 600 caixas de cigarros contrabandeados

. Terra Roxa/PR – Na madrugada deste domingo, 5/7, mais uma grande apreensão foi realizada por equipes que participam da...

Entretenimento8 horas atrás

Traição e famosas expostas: entenda a polêmica entre Mayra Cardi e Arthur Aguiar

Nos últimos dias a separação de Mayra Cardi, ex-participante do “Big Brother Brasil”, e de Arthur Aguiar, ator conhecido por...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!