conecte-se conosco



Esportes

Coluna – Coronavírus já contaminou o Campeonato Brasileiro

Publicado

em


.

A pandemia do novo coronavírus (covid-19) não escolhe a Série. Seja na A, na B ou na C, ela já fez vítimas e adiou partidas do Campeonato Brasileiro – aliás, é bom ressaltar, já atrasou o início e achatou o calendário. Com isso, cria-se a expectativa de que, nas próximas rodadas, teremos novas tristes surpresas, com o anúncio de outros casos positivos e o veto a jogadores, alguns certamente titulares.

Como era bom quando só a arbitragem preocupava e fazia o torcedor mais apaixonado dizer que tinha sido prejudicado por ela num jogo ou outro. Evoluímos para o árbitro de vídeo, o VAR, e ele passou a ser culpado de manipular as imagens para favorecer os “grandes”. Mas nem a arbitragem, nem o VAR, afetavam a saúde ou ameaçavam quem estava dentro ou fora do gramado  e no estádio em geral.

A questão é: o Brasileirão voltou na hora certa? E não adianta a gente se basear na volta dos Estaduais, cada um num período diferente. Um campeonato nacional se estende por todos os estados. Nas Séries A e B, são 14 estados, de quatro regiões; na Série C, outros três estados e mais a região Norte, totalizando 17 estados de todas as regiões do país. Considerando que em cada uma delas temos um momento diferente da pandemia, como manter a harmonia no confronto entre equipes de cidades com números em queda e de cidade com números em elevação?

Outro aspecto são os protocolos de segurança, em que bastou a primeira rodada da Série A para a CBF mudar os elaborados por ela. O Goiás, num intervalo inferior a dez dias entre um teste e outro, teve dez jogadores infectados pela covid-19, e teve a  partida que faria contra o São Paulo adiada, já com o time tricolor em campo.

Quando o presidente da CBF, Rogério Caboclo, anunciou a volta do Brasileirão, em 05 de julho, o Brasil registrava, em média, 26.051 novos casos e 602 mortes diárias. Ontem (10), o total de infectados foi de 22.048 e os óbitos chegaram a 703. Índices ainda altos, ou alguém discorda disso?

Considerando que a CBF já se manifestou no sentido de que não existe um número mínimo ou máximo de jogadores contaminados para uma partida ser adiada, podemos arriscar dizer que há a possibilidade de a covid-19 mudar o favoritismo de um jogo e afetar a classificação. E, vejam bem, estou falando exclusivamente do aspecto esportivo, que, no momento atual, sem dúvida alguma, nem de longe é o mais importante. Mas apenas saliento que podemos ter, no fim, um campeonato contestado e do qual queiramos nos esquecer.

Pela previsão da CBF, dia 26 começa a Copa do Brasil. Que, ao contrário do Brasileirão, não permite a um time perder um jogo, para se recuperar em outras 37 rodadas. Lá serão jogos eliminatórios. E valendo uma cota de premiação bem maior. Ainda há tempo de se mudar essa programação.

 

* Por Sergio du Bocage, apresentador do programa “No Mundo da Bola”, da TV Brasil

Edição: Cláudia Rodrigues

Comentários do Facebook

Esportes

Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios

Publicado

em


.

Neste sábado (19), em coletiva à imprensa, o vice-presidente do Flamengo, Marcos Braz, defendeu o retorno dos torcedores aos estádios. “A mágica do futebol, de todos os esportes, é o público”, pontuou o dirigente, mas sem abrir mão das precauções diante da pandemia que continua a fazer novos casos e óbitos. “Desde que tenha segurança, tem que ter público”, enfatizou. 

O governador interino do Rio de Janeiro, Claúdio Castro, decretou o prosseguimento de medidas preventivas contra a doença até 6 de outubro, entre elas a não realização de eventos esportivos com a presença de público.

O mundo do futebol brasileiro está em polvorosa com a possível volta da torcida aos estádios para 4 de outubro, precisamente, no jogo Flamengo x Athletico-PR. A Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj) e o próprio poder municipal acenaram positivamente para esta possibilidade na última sexta.  

A notícia gerou diferentes reações e a Confederação Brasileira de Futebol ainda não se manifestou. O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse que o time dele não vai entrar em campo. Já o Vasco entende que a presença do público precisa ser autorizada em todo o território nacional, sob o risco de se criar um desequilíbrio no esportivo.

A ideia é que é os jogos possam receber 30% da capacidade permitida de pessoas nas partidas e com todos os presentes usando máscaras. O Maracanã, por exemplo, poderia ter 22 mil pagantes para o evento, mesmo ainda em meio ao novo coronavírus (covid 19).

Segundo o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, foram registrados até agora 251.261 casos confirmados e 17.634 mortes devido à covid-19. Existem ainda 403 óbitos em investigação e 228.258 pacientes recuperados.

Edição: Fernando Fraga

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento5 horas atrás

Lidi Lisboa se distrai admirando Mariano e quase bate de cara na porta

O momento mais icônico do dia em A Fazenda já está garantido. Lidi Lisboa quase deu de cara com uma...

Nacional5 horas atrás

Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas

O Ministério da Saúde (MS) atualizou no início da noite deste sábado (19) os dados do novo coronavírus (covid-19) no...

Nacional5 horas atrás

Incêndio destrói cerca de 40 ônibus em pátio na zona leste de São Paulo

São Paulo – Um incêndio em um pátio na zona leste de São Paulo queimou cerca de 40 ônibus. O...

Esportes6 horas atrás

Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios

. Neste sábado (19), em coletiva à imprensa, o vice-presidente do Flamengo, Marcos Braz, defendeu o retorno dos torcedores aos...

Esportes6 horas atrás

Figueirense supera América-MG em Belo Horizonte

. O Figueirense surpreendeu o América-MG, dentro do Estádio Independência, neste sábado (19), em Belo Horizonte. Os catarinenses ganharam por...

Saúde6 horas atrás

Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas

. O Ministério da Saúde (MS) atualizou no início da noite deste sábado (19) os dados do novo coronavírus (covid-19)...

Nacional7 horas atrás

Bolsonaro passará por cirurgia para retirar cálculo na bexiga

ESTADÃO CONTEÚDO Bolsonaro passará por cirurgia para retirar cálculo na bexiga O presidente Jair Bolsonaro será submetido na próxima sexta-feira,...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!