conecte-se conosco


Direto de Brasília

Ciro Gomes chama Lula de “defunto eleitoral” e critica Bolsonaro: “Muito vazio”

Publicado

em

Ciro Gomes
José Cruz/ABr
Ciro Gomes afirmou que Bolsonaro venceu a eleição por conta da facada

O candidato derrotado à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) fez críticas ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nessa terça-feira (15), em entrevista a Marcelo Tas na TV Cultura.  

Ciro afirmou ter ficado “deprimido” ao assistir à  entrevista de Lula na prisão aos jornais Folha de S.Paulo
e El País por conta da “falta de autocrítica” do ex-presidente. “Eu conheço o Lula. Ele é um encantador de serpentes, um enganador profissional. Não tem um companheiro com quem ele não tenha sido desleal ao longo da vida inteira. Ele cultiva isso”, criticou. 

“No PT, todo mundo sabe que, do ponto de vista eleitoral, o Lula é carta fora do baralho. Como manejar este defunto eleitoral é muito delicado para todos eles”, completou. O pedetista disse ainda que, se o ex-presidente se considera um preso político, deveria ter pedido asilo na embaixada de algum país.

“A petezada amalucada não percebe a incongruência. Se eu sou acusado falsamente e ameaçado de prisão arbitrária e política, eu iria a uma embaixada pedir asilo e denunciar. Se Lula se acha um preso político, é a única saída. Sugeri isso”, argumentou. 

Para o ex-ministro da Fazenda, Jair Bolsonaro venceu as eleições por conta da facada que levou durante comício de sua campanha em Juiz de Fora (MG), em setembro. “Significava que o mais tosco, simples e fácil de ser entendido como intérprete do antipetismo decolava. Era o Bolsonaro. Nenhum de nós, políticos, achava que ele se aguentava porque era muito vazio. Ninguém botava fé. Ele foi adiante por conta da facada, que deu a ele uma razão para não ir aos debates”, justificou. 

Ciro disse ainda que, para os “bolsominions”, o presidente pode andar pelado na rua e isso vai ser relativizado, assim como para o “fanático do PT”. “Eu já engoli merda em nome deles demais. Mais muita. Dilma 1 e Dilma 2, por exemplo. Se ninguém sabia, eu sabia que ela não tinha experiência de nada. E o Michel Temer eu denunciei que ele rouba há mais de 30 anos. O governo dela foi um desastre transcedental e o PT apaga”, criticou o político. 

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Leia mais:  Polícia prende cinco criminosos durante operação em Nova Venécia
publicidade

Direto de Brasília

Em meio a crise na Lava Jato, Dodge se reúne com procuradores e promete apoio

Publicado

em

Dodge arrow-options
Divulgação/ José Cruz/ Agência Brasil
Em meio a crise na Lava Jato, Dodge se reúne com procuradores e promete apoio

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, prometeu manter o apoio institucional e administrativo à Operação Lava Jato. O compromisso foi feito nesta terça-feira (16) a oito integrantes da força-tarefa da Lava Jato no Paraná, que se reuniram com ela em Brasília. A demonstração de apoio ocorre em um momento crítico na relação entre ela e os procuradores ligados à operação.

Leia também: Moro aceitou participar de reunião para discutir futuro da Lava Jato, diz site

A reunião entre Dodge e os procuradores durou aproximadamente três horas e terminou por volta das 17h40. Entre os presentes, estavam Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon. O encontro ocorre quatro dias depois de o procurador José Alfredo de Paula ter deixado a coordenação da Lava Jato junto à PGR.

Ele era um dos principais nomes da gestão de Dodge. A interlocutores, ele registrou uma série de descontentamentos, entre eles, o andamento dos casos da operação que tramitam na PGR e a falta de uma demonstração de apoio por parte de Dodge a procuradores que têm sido atacados depois da divulgação de diálogos por reportagens publicadas pelo site The Intercept Brasil .

Leia também: Dallagnol pediu a Moro dinheiro da Vara Federal para pagar publicidade, diz site

Há mais de um mês, o site e outros veículos vêm publicando reportagens com base em supostas conversas mantidas entre procuradores da Lava Jato e o ex-juiz da 13ª Vara Federal do Paraná e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro .

No último domingo, uma reportagem da Folha de S.Paulo , em parceria com o site The Intercept , mostrou trechos de diálogos mantidos por Deltan, nos quais ele estaria planejando abrir uma empresa em nome de familiares para fazer palestras remuneradas. De acordo com a reportagem, Deltan estaria aproveitando a popularidade oriunda de sua atuação na Lava Jato para lucrar com a sua participação em eventos.

Leia mais:  Mega-Sena pode pagar até R$ 3milhões no sorteio deste sábado

Nesta terça, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)  aceitou uma representação feita pelo PT para que o órgão investigue as palestras ministradas por Deltan. Desde o início da publicação das reportagens, tanto os procuradores quanto  Moro vêm adotando a mesma linha de defesa colocando em dúvida a veracidade das mensagens e afirmando que os seus conteúdos não revelam condutas irregulares.

A manifestação de apoio de Dodge à equipe da Lava Jato no Paraná também ocorre após a repercussão negativa de uma  nota divulgada na segunda-feira (15) pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, órgão vinculado ao Ministério Público Federal (MPF), em tom crítico à atuação dos procuradores. A nota dizia, por exemplo, que o combate à corrupção não poderia ser feito com a “quebra” de princípios constitucionais .

Entre vários procuradores da instituição, a nota foi interpretada como uma demonstração de falta de apoio aos colegas do Paraná. Também nesta terça,  coordenador da Lava Jato na PGR deixou o cargo por insatisfação com Raquel Dodge .

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Regional26 minutos atrás

Corpo carbonizado é encontrado em plantação de eucaliptos em Aracruz

Cadáver estava em estado de decomposição avançado; exame ainda apontará a causa da morte O corpo de um homem foi...

Agricultura30 minutos atrás

Fiscais Federais Agropecuários contribuem em ações de combate ao tráfico de drogas

O Ministério da Agricultura, através dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários, vem contribuindo nas operações de combate ao tráfico de drogas...

Agricultura30 minutos atrás

Ministra Tereza Cristina fará abertura de reunião de vice-ministros da Agricultura do Brics

Nesta quarta-feira (17), a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), acompanhada do secretário-executivo, Marcos Montes, dará as boas-vindas aos...

Agricultura31 minutos atrás

Capacitação visa aumentar compras da agricultura familiar para escolas e outros órgãos públicos

Servidores que trabalham com licitação, contratos e em área de nutrição voltados para a compra de alimentos destinados a instituições...

Agricultura31 minutos atrás

Preços de frutas e hortaliças ficaram mais baratos em junho, de acordo com a Conab

As frutas de maior consumo na mesa dos brasileiros como banana, laranja, melancia e maçã apresentaram queda nos preços no...

Saúde31 minutos atrás

384 casos de sarampo são confirmados de janeiro a julho no estado de São Paulo

De janeiro a 15 de julho deste ano, a Secretaria Estadual de Saúde confirmou 384 casos de sarampo no estado...

Saúde31 minutos atrás

Ministério da Saúde suspende fabricação de 19 remédios; confira a lista

Nas últimas três semanas, o Ministério da Saúde rompeu contratos firmados com laboratórios de produção de remédios que eram distribuídos...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana