conecte-se conosco



Saúde

Cinco motivos para beber água assim que acorda

Publicado

em

Pode parecer um hábito extremamente simples, mas beber água logo ao acordar acarreta inúmeros benefícios para a saúde

Não é à toa que grandes executivos e profissionais de sucesso seguem à risca esse hábito. Kat Cole, presidente da empresa Focus Brands, acorda todos os dias às 5h da manhã e bebe 700 ml de água. Arianna Huffington, fundadora do Huffington Post, e Brad Lande, executivo da Birchbox, afirmam que assim que acordam bebem um copo de água quente com limão. Talvez se esteja a perguntar: ‘por que escolhem beber água em vez de café’?

O site Business Insider perguntou à nutricionista Rania Batayneh quais os potenciais benefícios de beber água em jejum. Veja os cinco que se destacam:

1. Ajuda a reidratar o corpo

As seis a oito horas recomendadas de sono são um longo período de tempo sem nenhum consumo de líquidos. Por isso, beber um ou dois copos de água assim que acorda é uma boa forma de reidratar o corpo. “A maioria das pessoas bebe café assim que acorda”, afirma Batayneh. “Apesar de ser uma boa fonte de antioxidantes, a bebida também tem o poder de desidratar. Pode compensar esse efeito bebendo água”. 

2. Mantém a mente alerta

“Um dos maiores indicadores de que está desidratado é a sensação de letargia e de pouca energia”, diz Batayneh. “Como a água ajuda na regulação das funções cerebrais, também está relacionada ao equilíbrio do nosso humor”. Após um longo período sem água ou sem comida, a primeira coisa que consome de manhã pode ser um verdadeiro choque para o corpo. Se beber água gelada, vai fazer com que o organismo trabalhe mais, o que “pode aumentar o seu estado de alerta e energia”, explica a nutricionista.

3. Dá energia ao cérebro

Quando se trata de produtividade, a hidratação é crucial. O cérebro humano é maioritariamente composto (73%) por água, afirma Batayneh, e por isso estar hidratado é essencial para manter um nível ótimo de atividade cerebral. Obviamente trata-se de um processo que tem de suster ao longo de todo o dia, mas começar com um copo de água assim que acorda é um passo na direção certa. “A manhã dá o tom para o resto do dia”, diz a nutricionista. “Se está se sentindo lento, isso irá refletir-se na sua produtividade no trabalho e até no nível de energia que terá à noite”.

4. Ajuda a combater doenças

Enquanto dorme, o corpo está em um estado de regeneração e de recuperação, afirma Batayneh. Nesse período, o sistema imunológico trabalha com o intuito de livrar o corpo das toxinas — e beber água ao acordar, acelera o processo de expulsão. Além do cérebro, a maior parte do corpo é constituída de água. 

5. Inicia o metabolismo

As proteínas e hidratos de carbono essenciais que consome diariamente são metabolizadas e transportadas através da água presente no corpo. Ter uma quantidade suficiente de água no organismo ajuda a acelerar o metabolismo, sublinha Batayneh, e pode até ajudar a manter a dieta. “Quando não está adequadamente hidratado, pode mais facilmente confundir sede com fome, o que o levará a comer mais”. 

Comentários do Facebook

Saúde

Covid-19: Brasil tem 614.941 casos; total de mortes chega a 34.021

Publicado

em


.

O balanço diário divulgado pelo Ministério da Saúde trouxe 30.925 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, totalizando 614.941. O resultado marcou um acréscimo de 5% em relação a ontem (3), quando o número de pessoas infectadas estava em 584.016.

A atualização do Ministério da Saúde registrou 1.473 novas mortes, chegando a 34.021. O resultado representou um aumento de 4,3% em relação a ontem, quando foram contabilizados 32.548 falecimentos por covid-19.

Do total de casos confirmados, 325.957 estão em acompanhamento e 254.963 foram recuperados. Há ainda 4.159 óbitos sendo analisados.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (8.560). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (6.327), Ceará (3.813), Pará (3.416) e Pernambuco (3.134).

Além disso, foram registradas mortes no Amazonas (2.183), Maranhão (1.062), Bahia (790), Espírito Santo (737), Alagoas (531), Paraíba (438), Rio Grande do Norte (378), Minas Gerais (323), Rio Grande do Sul (265), Amapá (254), Paraná (215), Piauí (202), Distrito Federal (196), Rondônia (194), Sergipe (186),  Acre (181), Goiás (164), Santa Catarina (156), Roraima (127), Tocantins (87), Mato Grosso (82) e Mato Grosso do Sul (20).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (129.200), Rio de Janeiro (60.932), Ceará (59.795), Pará (48.049) e Amazonas (46.473). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Maranhão (40.629), Pernambuco (37.507), Bahia (23.463), Espírito Santo (16.894) e Paraíba (17.579).

Curva acrescente de covid-19 no Brasil

Em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, o secretário substituto de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, declarou que os casos no país seguem crescendo.

“Estamos em um aumento semana após semana. Estimamos uma estabilização nos próximos meses. Por conta do período sazonal, diminui a transmissão respiratória no Norte e Nordeste. Não é possível prever quando será o pico”, pontuou.

Ele voltou a destacar, como em entrevistas anteriores, que há um desenvolvimento desigual da pandemia no país. Há mais intensidade nas regiões Norte e Nordeste e menos no Sul, Centro-Oeste e Sudeste, com exceção de São Paulo e Rio de Janeiro.

Perguntado sobre a flexibilização das medidas de distanciamento e reabertura de comércio por diversos governos estaduais e prefeituras, Macário avaliou que as decisões “têm que ser adequadas e proporcionais ao risco”.

Um dos dados apresentados na entrevista de hoje pelos gestores do ministério foi o indicador chamado número de reprodução, que mede o ritmo de contágio (quantas pessoas são infectadas por um paciente contaminado). De acordo com o Ministério da Saúde, os estados com índices mais altos são o Acre (1,6 pessoas infectadas para cada paciente com covid-19); Goiás (1,6); Bahia (1,7) e Ceará (2,4). Todas as outras unidades federativas possuem números de reprodução que variam de 1,1 a 1,5.

Edição: Liliane Farias

Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional1 hora atrás

São Paulo terá sexta chuvosa e fria

Reprodução Redes Sociais/Avertigus Previsão do tempo é de dia nublado A cidade de  São Paulo amanhece nesta sexta-feira (6) após...

Política5 horas atrás

Pré-candidato no Rio, Fred Luz é o convidado na live do Dia desta sexta-feira

Divulgação/O Dia Fred Luz é pré-candidato a prefeito do Rio de Janeiro pelo partido Novo Fred Luz, pré-candidato à prefeitura...

Internacional6 horas atrás

George Floyd é homenageado em cerimônia funeral em Mineápolis

. Centenas de pessoas nesta quinta-feira homenagearam George Floyd, o homem negro cuja morte sob custódia da polícia em Mineápolis...

Entretenimento6 horas atrás

Neymar xinga namorado da mãe de “viadinho” em áudio atribuído a ele

O jornalista Leo Dias divulgou na noite desta quinta-feira (4) um suposto áudio atribuído ao jogador Neymar no qual ele...

Saúde7 horas atrás

Covid-19: Brasil tem 614.941 casos; total de mortes chega a 34.021

. O balanço diário divulgado pelo Ministério da Saúde trouxe 30.925 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, totalizando 614.941....

Estadual8 horas atrás

MPF diz que dados sobre ocupação de leitos para Covid-19 no ES são ‘enganosos’ e entra com ação

  Ação refere-se à página coronavirus.es.gov.br, onde é divulgada a quantidade de leitos disponíveis. Segundo o órgão, dados levam em...

Esportes8 horas atrás

NBA indica que pode retomar jogos no dia 31 de julho

  . A principal liga de basquete masculino do mundo deve recomeçar em 31 de julho, com previsão de término...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!