conecte-se conosco


Tecnologia

Cientistas criam primeiros robôs vivos a partir de células-tronco

Publicado

em

source

Olhar Digital

Xenobots são robôs criados a partir de células-tronco de uma espécie de sapo africano arrow-options
Universidade de Vermont

Xenobots são robôs criados a partir de células-tronco de uma espécie de sapo africano


Pesquisadores da Universidade de Vermont e da Universidade Tufts , nos EUA, desenvolveram os primeiros ” robôs ” programáveis construídos com tecido vivo. Batizados de Xenobots , eles são construídos a partir de células-tronco embriônicas de uma espécie de sapo africano e podem trabalhar grupos, caminhar e nadar em um organismo e sobreviver semanas sem comida.

Segundo os pesquisadores, eles são “formas de vida completamente novas, nunca vistas na natureza”, com corpos projetados por um supercomputador. “Eles não são um robô tradicional nem uma espécie conhecida de animal. São uma nova classe de artefato: um organismo vivo e programável”, disse Joshua Bongard, um dos líderes da pesquisa na Universidade de Vermont, em um comunicado à imprensa.

Leia também: Gato robô sem cabeça faz sucesso na CES; veja o vídeo

Os robôs tradicionais “degradam-se com o tempo e podem produzir efeitos colaterais prejudiciais à saúde e ao ecossistema”, disseram os pesquisadores no estudo, publicado na segunda-feira no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences. Como máquinas biológicas, os xenobots são mais “amigáveis” ao meio-ambiente e mais seguros para a saúde humana, segundo o estudo.

Os xenobots podem sobreviver em ambientes aquosos sem nutrientes adicionais por dias ou semanas – tornando-os adequados para a administração interna de medicamentos. Também podem se “consertar” quando danificados. Mas uma coisa que não podem fazer, por decisão dos cientistas, é se reproduzir. Eles se alimentam de lipídios e depósitos de proteína em suas células, e podem viver cerca de uma semana sem alimentos extras, ou mais tempo em um ambiente rico em nutrientes.

Leia mais:  Nokia, Iphone, Android: o WhatsApp vai parar de funcionar no seu celular?

Utilidade

Os robôs poderiam potencialmente ser usados para uma série de tarefas, como limpar resíduos radioativos, coletar microplásticos nos oceanos, transportar remédios para dentro de corpos humanos ou até mesmo viajar para nossas artérias para remover placas de gordura. Além disso, também podem nos ajudar a compreender melhor os mecanismos da biologia celular.

“Se pudéssemos criar uma forma biológica em 3D sob demanda, poderíamos reparar defeitos de nascimento, reprogramar tumores em tecidos normais, regenerá-los após lesões traumáticas ou doenças degenerativas e derrotar o envelhecimento”, disseram os pesquisadores. Esta pesquisa pode ter “um enorme impacto em áreas da medicina regenerativa como construção de partes do corpo e indução da regeneração”.

Fonte: CNN

Comentários do Facebook
publicidade

Tecnologia

Assim como futebol americano, EUA quer criar liga de Fortnite nas escolas

Publicado

em

source

Olhar Digital

Fortnite arrow-options
Divulgação/Epic Games

Fortnite se torna esporte em escolas norte-americanas


A startup PlayVS fez um contrato de parceria com a Epic Games para promover torneios competitivos oficiais de Fortnite em escolas e universidades dos Estados Unidos . A ideia é formar uma liga semelhante a esportes tradicionais como basquete ou futebol americano.

Além da produtora do jogo, a startup também fechou parceria com a NFHS – Federação Nacional das Associações de Escolas de Segundo Grau, o órgão que define as regras de competição para a maioria dos esportes do ensino médio nos EUA .

Leia também; Games e educação: como o Minecraft ensinou crianças sobre tragédias ambientais

Escolas, pais ou os próprios alunos poderão pagar US$ 64 por jogador para competir na liga contra escolas vizinhas, como qualquer outro esporte. A PlayVS é a primeira empresa a fechar uma parceria oficial com a Epic Games , e isso permite que escolas e organizações não precisem de muito trabalho para participar dos torneios. Atletas acessam a partida diretamente pela plataforma da startup e a PlayVS fornece estatísticas e insights diretamente do jogo para treinadores, fãs e até recrutadores.

Desde o lançamento, mais de 13 mil escolas já aderiram à lista de espera para obter uma equipe de esports através da PlayVS, que representa 68% da rede de ensino dos EUA . Para efeitos comparativos, 14 mil escolas têm um programa de futebol americano, o esporte tradicional mais popular do país.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Busca por celular sem acesso à internet cresce 5% em 2017, mostra estudo global
Continue lendo
São Mateus2 minutos atrás

Temporal deixa ruas e avenidas alagadas em São Mateus

Um forte temporal com muitos raios e trovoadas, deixou ruas e avenidas totalmente alagadas na tarde desta segunda-feira (27) no...

Economia20 minutos atrás

China foi o principal destino das exportações paulistas em 2019

arrow-options Luiz Fernando Martinez / Foto Arena Em 2019, as exportações do Estado de São Paulo somaram US$ 48,36 bilhões...

Economia20 minutos atrás

Taurus assina acordo com grupo indiano para a produção de armas

arrow-options Reprodução A companhia brasileira Taurus e a indiana Jundal Steel anunciaram nesta segunda-feira, em Nova Delhi, uma joint venture...

Nacional36 minutos atrás

Filho mata a mãe e coloca o corpo em poço artesiano da própria casa

O suspeito cobriu o corpo da mãe com brita, fechou o poço e colocou um vaso de planta no local,...

Agricultura1 hora atrás

OVOS/CEPEA: Médias nominais são as maiores para o mês desde 2013

Cepea, 27/1/2020 – Na média parcial deste mês (até o dia 24), os preços dos ovos brancos e dos vermelhos...

Política2 horas atrás

Frota quer convocar Regina Duarte para falar na Câmara

arrow-options Michel Jesus/Câmara dos Deputados Alexandre Frota O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) deve entrar com requerimento convocando a atriz...

Política2 horas atrás

“Agora não pode mais prender jornalista”, ironiza Moro

arrow-options Reprodução/Twitter Sergio Moro participou do programa Pânico nesta segunda-feira O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, participou...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana