conecte-se conosco



Entretenimento

Cesar Tralli sobre ficar longe da filha: “Choro de saudade”

Publicado

em


source

Cesar Tralli contou em entrevista ao colunista Mauricio Stycer sobre as dificuldades que a crise de saúde mundial impuseram a ele, como lidar com informações falsas repassadas na internet e a saudade de estar com a família, já que tem passado cerca de 13 horas por dia na Globo, para apresentar o SP TV 1 e um jornal vespertino na GloboNews.

César Tralli e Ticiane Pinheiro
Reprodução/Instagram

César Tralli conta que está trabalhando tanto que não consegue passar tempo com a família


Para poder comandar os dois telejornais, Tralli conta que chega na Globo antes das 8 e só sai da emissora às 20h30. “O que eu mais gosto de fazer é ser um repórter que está na apresentação . Eu ajudo a apurar a notícia, eu pego no telefone, falo com as fontes, ligo para secretários, falo com autoridades . É um trabalho que tem que começar logo cedo para quando chegar a hora do almoço você estar com bastante coisa já em mãos para poder botar no ar”, ele conta.

Nesse processo de apuração, o jornalista conta que a equipe do SP TV trabalha bastante com as sugestões de pauta e demandas que o público envia. Ele calcula que metade dos temas abordados no jornal vem de ideias dadas pelo público, mas se isso é bom pelo fato de poder produzir um jornalismo que dialogue com a comunidade, também há o desafio de lidar com informações falsas.

É inacreditável como as pessoas recebem alguma coisa no celular e imediatamente repassam sem checar, sem ver se aquilo procede . E aí vira um vírus pior do que essa da pandemia. A fake news vai se espalhando de uma forma que pega todo mundo. E depois você tem que sair dizendo que isso é mentira. Eu recebo fake news de autoridades”, conta o marido de Ticiane Pinheiro.

Além desse problema, o âncora da Globo também falou que os jornalistas estão tendo que se adaptar às novas medidas de isolamento social e higiene na hora trabalhar e também têm de lidar a agressividade das pessoas. Tralli fala que pessoas que ele não imaginava que seriam capazes de desrespeitar o trabalho dos outros estão fazendo isso.  “Esse momento de agressividade, descontrole, radicalismo, extremismo que o país está vivendo é muito triste para todos nós como seres humanos, cidadãos”, conta.

Vida Pessoal

Com o tanto de horas que Cesar Tralli está trabalhando, ele conta que está com saudade de poder passar tempo com a família . Ele contou que não está vendo os pais por causa das medidas de isolamento social, mas o jornalista não está conseguindo conviver com os familiares que moram com ele. “Mal consigo ver a minha filhinha que está com dez meses. Às vezes eu saio de casa de manhãzinha, ela está acordando, eu dou um beijo nela. E já me peguei entrando no elevador chorando de saudade”, revelou o pai da pequena Manuela .

Tralli também falou sobre o relacionamento com Ticiane Pinheiro . “Quando a gente começou a se relacionar, foi muito difícil, porque ela tinha uma dificuldade de entender as minhas limitações como jornalista”, lembrou o funcionário da Globo. “A gente tem uma relação muito legal. Ela tem o seu universo artístico. E eu tenho o meu universo jornalístico , que não tem nada a ver com o dela. Então, eu respeito muito ela, as coisas que ela faz, e ela respeita o meu trabalho, as minhas limitações. Eu acho que isso está indo muito legal, porque a gente não fala muito de trabalho em casa”, completa o jornalista.

Fonte: IG GENTE

Comentários do Facebook

Entretenimento

Nego do Borel foi socorrido pelo sogro após sofrer acidente

Publicado

em


source

Luiz Fernando Barreiros, pai de Duda Reis e  sogro de Nego do Borel, deixou as desavenças com o genro de lado no momento em que ele mais precisou.  O cantor teve que ser operado às pressas na noite da última segunda-feira (6), após se envolver em um grave acidente de moto e ter uma fratura exposta em um dos tornozelos.

Sogro, Duda Reis e Nego do Borel
Reprodução

Sogro ajudou Nego do Borel


Apesar de não fazer questão de esconder sua não aprovação ao relacionamento da filha por acusar o funkeiro de já tê-la agredido, além de já ter sido taxado de racista pelo genro, Luiz Fernando garante que jamais deixaria de assistir Duda nos momentos em que ela mais precisar dele, mesmo que envolva diretamente seu atual desafeto.

“Apenas interferi ajudando minha filha e seu noivo em um momento de muito sofrimento e fragilidade. Fiz o que nós médicos aprendemos desde o 1º dia de nossa formação. Dr. André Luís Pomar Couto, indicado por mim, além de ser um grande amigo e mestre é um grande e experiente profissional. Agradeço ao Dr. André por ter assumido o caso imediatamente ao meu pedido, à minha filha e por terem aceito e acreditado na minha indicação para o caso em questão. Desejo ao Leno Maycon (Nego) total e rápido restabelecimento”.

Nós aproveitamos o contato para saber se após o susto há possibilidade de Luiz Fernando voltar a se entender com Nego. “O amanhã é algo que ainda não conhecemos”, se limitou a dizer.

Sobre a filha Duda, Luiz Fernando garante que mesmo diante de todo embate público que teve com o casal, sua relação com a atriz caminha bem. “Nunca estivemos afastados, apesar da mídia sempre colocar isso. Temos uma excelente relação familiar. Sempre estaremos ao lado de nossas filhas, principalmente nos momentos mais difíceis”, finalizou.

Fonte: IG GENTE

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!