conecte-se conosco



Nacional

Cedae é multada por falta de água durante incêndio no Museu Nacional

Publicado

em

source

Agência Brasil

museu nacional arrow-options
Divulgação

Incêndio do Museu Nacional aconteceu em 2018.

A Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio (Agenersa) multou a Companhia Estadual de Águas e Esgotos ( Cedae ) em R$ 5,6 milhões pela falta de água nos hidrantes no entorno do Museu Nacional, durante incêndio ocorrido em 2 de setembro de 2018. A decisão foi julgada nesta terça-feira (18) e passa a valer assim que for publicada no Diário Oficial do Estado. A Cedae poderá recorrer.

Foi constatada ausência de manutenção bem como falta ou baixa pressão de água nos hidrantes instalados no entorno do Museu Nacional, o que inviabilizou o uso pelo Corpo de Bombeiros durante o incêndio. De acordo com a legislação sobre o assunto, a responsabilidade da manutenção, vazão e pressão da água é da Cedae, bem como a instalação, manutenção e operação dos hidrantes urbanos.

Leia mais: Pedido de impeachment de Witzel é protocolado na Alerj

“No dia do incêndio, foi constatado pelo Corpo de Bombeiros que nenhum dos seis hidrantes de coluna estava com carga de água suficiente para os serviços de combate ao incêndio do Museu Nacional.

Verificamos que o funcionário da Cedae, ao chegar com sua equipe oferecendo ajuda aos bombeiros, foi-lhe solicitado a pressurização dos hidrantes no entorno do Museu e sua resposta foi no sentido de não ser possível devido a problemas técnicos”, explicou na decisão o conselheiro relator Silvio Carlos Santos Ferreira.

Procurada, a Cedae ainda não se posicionou sobre a decisão.

Comentários do Facebook

Nacional

Mais 22.9 milhões de testes para o novo coronavírus serão distribuídos no Brasil

Publicado

em

source
coronavírus arrow-options
Reprodução / YouTube

João Gabbardo dos Reis, secretário-executivo do Ministério da Saúde, durante a coletiva de imprensa desta quarta-feira (24)

O Ministério da Saúde trouxe atualizações sobre o cenário do covid-19, o novo coronavírus na tarde desta quarta-feira (24), por meio de uma coletiva de imprensa transmitida ao vivo, feita do auditório da Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O ministro Luiz Henrique Mandetta não compareceu ao evento, que contou com esclarecimentos vindos do secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira e João Gabbardo dos Reis, secretário-executivo do Ministério da Saúde. A taxa de letalidade da pandemia do Brasil está em 2.1, abaixo da média global.

Leia mais: Salles pede desculpa por compartilhar vídeo antigo de Drauzio sobre coronavírus

Os dados atualizados sobre o covid-19 no Brasil apontam que há 2.201 casos confirmados do novo coronavírus e 46 mortes. Para avançar nas estratégias de contenção, o Ministério da Saúde vai adquirir 22.9 milhões de novos testes, sendo 14.9 milhões bimoleculares, que precisam ser encaminhados ao laboratório para análise e outros 8 milhões de testes rápidos que irão para unidades de saúde. A expectativa é que os testes cheguem até o dia 30 de março. 

Estratégias e protocolos estão sendo adotados como a testagem de casos mais leves em parceria com universidades e pesquisadores, de acordo com o secretário Wanderson Kleber. “O teste rápido será feito na ponta do dedo para verificar os anticorpos e saber se é preciso tomar medidas de segurança e usado como triagem nas unidades de saúde. Os testes de sorologia, tipo RT-qPCR – teste molecular, feito em laboratório que recolhe amostra do nariz e da garganta -, é encaminhado para laboratório. Esse é utilizado na rotina do Brasil para diagnosticar casos graves de síndrome respiratória e os leves por meio de amostragem”. Os testes moleculares serão usados para testar os profissionais de saúde e segurança do país. 

Ao mesmo tempo, o secretário explica que os novos testes não implicam nas orientações gerais que já estão sendo repassdas aos brasileiros. “É importante a gente dizer que o teste não influencia no tratamento. O médico não precisa saber que o paciente tem coronavírus para passar os cuidados. Essa é uma estratégia para evitar o contato com pessoas contaminadas. Estamos agora não só ampliando a rotina como deixar um legado para a sociedade brasileira com a ampliação de vigilância sentinela em todos os estados do Brasil”, explicou.

Leia também: Travamento absoluto do país é péssimo para a saúde, afirma Mandetta

O número oficial de pacientes que se recuperaram do coronavírus é um trabalho que o ministério está discutindo. A expectativa é que por meio dos testes seja possível fazer a análise dos casos curados. A partir da quinta-feira (25), os pacientes que tiveram alta nos hospitais srão informados por meio do site do Ministério da Sáude.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Saúde1 minuto atrás

Covid-19: Brasil tem 46 mortes e mais de 2 mil casos confirmados

. O número de mortes decorrentes do novo coronavírus (covid-19) chegou a 46, conforme atualização do Ministério da Saúde publicada hoje (24)....

Saúde1 minuto atrás

Petrobras doa 20 mil itens de segurança e higiene a hospital da UFRJ

. A Petrobras anunciou hoje (24) a doação de cerca de 20 mil equipamentos de segurança e produtos de higiene para o...

Política1 minuto atrás

Sessão virtual para votar estado de calamidade será na sexta (27)

. O presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), deputado Erick Musso (Republicanos), anunciou em suas redes sociais nesta...

Nacional1 minuto atrás

Mais 22.9 milhões de testes para o novo coronavírus serão distribuídos no Brasil

arrow-options Reprodução / YouTube João Gabbardo dos Reis, secretário-executivo do Ministério da Saúde, durante a coletiva de imprensa desta quarta-feira...

Saúde1 minuto atrás

São Paulo registra 40 mortes causadas pela covid-19

. A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo confirmou hoje (24) que 40 pessoas morreram por complicações relacionadas ao...

Mulher1 minuto atrás

“Franja pandêmica” é a nova moda para superar o tédio da quarentena

Que atire a primeira pedra a mulher que não pensou “e se eu cortasse a franja?”. Parece que a ansiedade causada...

Estadual18 minutos atrás

Agências bancárias vão funcionar das 10h às 14h; idosos tem horário diferenciado

Para atendimento exclusivo para idosos, gestantes e pessoas portadoras de deficiências, o atendimento será das 9 horas às 10 horas...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana