conecte-se conosco



Estadual

Ceasa promove debate sobre saúde mental para servidores

Publicado

em

Saber onde procurar ajuda e identificar os primeiros sintomas do adoecimento psíquico foram alguns dos assuntos abordados durante Roda de Conversa sobre Saúde Mental, realizada nessa segunda-feira (13), no auditório da Centrais de Abastecimento do Espirito Santo (Ceasa), em Cariacica. A coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), psicóloga Adriana Zoppi, coordenou os debates.
 
A atividade, destinada aos servidores e estagiários da Ceasa, também contou com a colaboração do enfermeiro Paulo Sérgio Ferraço. A iniciativa teve o apoio da Secretaria da Saúde (Sesa) e faz parte da campanha “Janeiro Branco”, mês escolhido para colocar os temas da saúde mental em evidência e prevenir o adoecimento emocional.
 
Na abertura do evento, a psicóloga Adriana Zoopi destacou a importância das instituições públicas se preocuparem em promover estas ações. “Fomentar o diálogo sobre um tema tão importante é o que chamamos de cuidado preventivo. Sem dúvidas, a conversa é um dos fatores que contribuem na proteção contra o processo de adoecimento. Falar e discutir sobre as relações em saúde mental é um fator de proteção importante”, enfatizou Adriana Zoopi.
 
O diretor-presidente da Ceasa, Fernando Rocha, comentou sobre a importância da conscientização sobre os cuidados à saúde mental e que ações preventivas e sensibilizadoras são fundamentais para uma vida equilibrada.
“Ações como a roda de conversa ajudam no tratamento da depressão e da ansiedade, consideradas doenças como o mal da modernidade. Trazer o debate para o local de trabalho é de extrema importância, tendo em vista o tempo que passamos nesse ambiente”, destacou Rocha. 
 
O servidor Valter Santana Meirelles, 60, funcionário da Ceasa participou da atividade e comentou. “Nós observamos que as maiores organizações do nosso país já levam esse tipo de serviço para seus funcionários e ver a Ceasa trazendo essas informações para nós é importante e necessário, pois agrega não só valor, mas também aprendizado. Foram detalhes mínimos que aprendemos hoje, mas que são capazes de mudar ou amenizar o sofrimento de alguém que está do nosso lado”, contou Valter. 
Onde buscar atendimento
 
Uma pessoa que necessita de tratamento em saúde mental deve, primeiro, buscar acolhimento na Rede de Atenção Básica de Saúde mais próxima de seu domicílio. Em caso de surto psiquiátrico, é preciso acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), para ser encaminhado para o atendimento de urgência e emergência mais próximo.
 
Para receber atendimento no Centro de Atenção Psicossocial (Caps), a pessoa deve, primeiro, procurar a unidade de saúde básica mais próxima de sua casa. Havendo necessidade de um tratamento de maior complexidade, a própria unidade faz o encaminhamento ao Centro.
Muitos chegam espontaneamente ou encaminhados pela equipe de Saúde da Família, ou de hospitais e prontos-socorros. Além disso, todos os casos passam por uma avaliação feita por uma equipe multiprofissional. Caso o paciente se encaixe no perfil do Caps, ele é integrado à instituição.
 

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Ceasa

Tainá Campos

(27) 3396-1661 e (27) 98849-5626

[email protected]

Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes

(27) 3347-5642 / 3347-5643

[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook

Estadual

Crédito Verde Banestes: financiamentos para aquisição de equipamentos de energia renovável estão reabertos pelo programa BNDES Fundo Clima

Publicado

em


O Banestes anuncia a reabertura das operações de financiamento para aquisição de máquinas e equipamentos com maiores índices de eficiência energética ou que contribuam para a redução de emissão de gases do efeito estufa.

A linha da categoria Crédito Verde, operada pelo Banestes, foi reaberta pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio do “Programa BNDES Fundo Clima – máquinas e equipamentos eficientes”. A estimativa é de que as operações estejam aptas para contratação até dezembro deste ano, observado o limite orçamentário estabelecido pelo BNDES para a linha.

A linha de financiamento objetiva a aquisição de geradores fotovoltaicos, aerogeradores de até 110kw, luminárias de LED para iluminação pública, motores a biogás, inversores ou conversores de frequência e coletores/aquecedores solares devidamente credenciados no BNDES.

A contratação pode ser feita tanto por clientes pessoa física (PF) quanto pessoa jurídica (PJ) e, no caso das PJs, para ter acesso ao crédito deverão possuir Receita Bruta Operacional (ROB) anual de até R$ 4,8 milhões.

A taxa de juros é pré-fixada, de 4,03% ao ano. O limite do financiamento é de até 80% do valor dos itens financiáveis, tendo o valor máximo de financiamento por beneficiário de R$ 30 milhões a cada 12 meses. O prazo de parcelamento vai até 144 meses (12 anos), incluída a carência mínima de três meses e de no máximo 24 meses.

“As opções de financiamento via Crédito Verde Banestes tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento sustentável e responsável dos nossos clientes no Espírito Santo, proporcionando economia através do aumento da produtividade e da redução do consumo de energia”, destaca o diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande.

Para saber mais e realizar o financiamento o cliente Banestes deverá entrar em contato com o seu gerente. Mais informações estão disponíveis no site oficial do banco, www.banestes.com.br, no menu “Crédito > Financiamentos > Crédito Verde”.

Serviço:
Crédito Verde Banestes – Programa BNDES Fundo Clima – máquinas e equipamentos eficientes

– Aquisição de máquinas e equipamentos com maiores índices de eficiência energética ou que contribuam para a redução de emissão de gases do efeito estufa.

– Disponível tanto clientes pessoa física quanto jurídica.

– Taxa de juros pré-fixada, de 4,03% ao ano.

– Limite de financiamento de até 80% do valor dos itens financiáveis, tendo o valor máximo de financiamento por beneficiário de R$ 30 milhões a cada 12 meses.

 – Prazo de parcelamento de até 144 meses (12 anos), incluída a carência mínima de três meses e de no máximo 24 meses.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Banestes
Rafaella Rodrigues
[email protected]

 

 

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook
Continue lendo
Política10 minutos atrás

Crédito: Estado autorizado a dar garantia à União

Após a aprovação do Projeto de Lei (PL) 506/2020, o Plenário da Assembleia Legislativa autorizou o governo do Estado a...

Política25 minutos atrás

Programa de Michelle Bolsonaro favorece ONGs evangélicas ligadas à Damares

O Dia Michelle Bolsonaro beneficiou ONGs ligadas à Damares Uma reportagem da Folha de S.Paulo  revelou que o programa Pátria...

Nacional25 minutos atrás

Homem encomendou coroa de flores para esposa antes de tentar matá-la

Record TV / Reprodução Claudemir tentou matar Adriana e cometeu suicídio em seguida O homem que tentou matar a ex-esposa...

Entretenimento25 minutos atrás

SBT desmente que Eliana será comentarista de jogo de futebol

O SBT desmentiu que  Eliana irá ser uma das comentarista do jogo River Plate ARG x São Paulo da Libertadores,...

Entretenimento25 minutos atrás

Datena ganha ação e se livra de pagar R$ 100 mil a homem que chamou de “covarde”

O jornalista José Luiz Datena e a Band não terão que pagar uma indenização de R$ 100 mil ao empresário...

Entretenimento25 minutos atrás

Morre aos 88 anos o cartunista Quino, criador da Mafalda

O cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado, mais conhecido como Quino, morreu aos 88 anos de idade. Ele é conhecido por ter...

Internacional25 minutos atrás

Primeiro paciente curado de HIV morre após reincidência de câncer

Timothy Ray Brown, a primeira pessoa que se sabe ter sido curada de HIV depois de receber um tipo único...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!