conecte-se conosco


Internacional

Casal de brasileiros morre em acidente de carro na Austrália

Publicado

em

source

IstoÉ

Casal do lado de árvore de natal arrow-options
FACEBOOK / REPRODUÇÃO

Carro no qual casal de brasileiros estava capotou na Austrália

Um casal de brasileiros morreu em um acidente de carro na Austrália no último domingo (12). Eduardo Rodrigues, de 41 anos, e Danielle Billeski, de 37, voltavam de uma viagem com os três filhos pequenos e os pais de Eduardo quando o veículo, de sete lugares, capotou em uma rodovia perto da cidade de Binningup, a 145 km de Perth, onde moravam. As crianças e os avós delas estão internados no hospital. As informações são do Portal Uol.

Segundo relatos, não houve colisão com nenhum outro veículo. A polícia local investiga a circunstâncias do acidente. Danielle trabalhava como cozinheira em uma creche e Eduardo como motorista de ônibus. Além das crianças envolvidas no acidente, o casal também deixa o filho João Miguel, de 15 anos, que mora no Brasil.

Leia também: Acidente com ônibus mata 16 no Peru e dois brasileiros estão entre os feridos

Pela internet, uma brasileira amiga do casal que também mora na Austrália, criou uma campanha para ajudar as crianças que ficaram órfãs. Com a vaquinha, que já recebeu diversas doações, a família já arrecadou, até a manhã desta terça-feira (14), $82 mil dólares australianos.

Outros casais amigos da família na Austrália estão ajudando a cuidar das crianças e dos pais de Eduardo no hospital. O bebê está recebendo leite materno que foi doado por uma brasileira. Nenhum deles corre risco de morte.

Segundo a descrição no site onde estão sendo arrecadadas as doações, o valor ajudará a custear as despesas das crianças, dos pais de Eduardo e também a da família de Danielle que está indo de emergência para a Austrália liberar o corpo da vítima e cuidar dos netos.

Leia mais:  Presidente da Colômbia enfrenta resistência ao Grande Diálogo Nacional
Fonte: IG Mundo

Comentários do Facebook
publicidade

Internacional

Governo do Chile recebe proposta para reforma das aposentadorias

Publicado

em

Representantes da oposição ao governo chileno entregaram uma proposta de reforma das aposentadorias à ministra do Trabalho, María José Zaldívar. Na semana passada, dia 15 de janeiro, o presidente Sebastián Piñera havia anunciado o projeto do governo.

A proposta do governo cria uma contribuição extra de 6% ao empregador, metade como capitalização individual e a outra de um fundo solidário, a serem gerenciados por instituições públicas autônomas.

A oposição quer que toda a contribuição extra (6%) vá para um fundo solidário e não para contas individuais, e que as pessoas possam escolher quem gerencia seus outros 10%.O presidente do Senado, Jaime Quintana, do Partido pela Democracia (PPD), que faz oposição ao governo, afirmou que os 6% de aumento deve ser destinado a um fundo coletivo.

“Propusemos ao executivo que 6% deve ser para um fundo coletivo, deve haver distribuição e deve haver sustentabilidade para esse fundo. É essencial que não haja mais capitalização individual”.

No sistema previdenciário do Chile, agora em reforma, cada trabalhador fazia a própria poupança, que era depositada em uma conta individual, em vez de ir para um fundo coletivo. Enquanto ficava guardado, o dinheiro era administrado por empresas privadas, as AFP’s (Administradoras dos Fundos de Pensões), que podiam investir no mercado financeiro. Todos os trabalhadores chilenos são obrigados a depositar ao menos 10% do salário por no mínimo 20 anos para se aposentar.

A deputada da oposição Gael Yeomans, presidente da Comissão do Trabalho da Câmara, defendeu uma maior ampliação do Pilar Solidário, que é a parte das aposentadorias financiada pelo Estado.

Piñera defende que, em vigor desde dezembro do ano passado, uma mudança no Pilar Solidário já contemplou 1,6 milhões de aposentados, que tiveram um aumento de 50% em seus benefícios.

Leia mais:  Mortos achados em caminhão no Reino Unido são de nacionalidade chinesa

“Hoje em dia [o Pilar Solidário] é usado para financiar os 60% mais vulneráveis da população e acreditamos que isso também é insuficiente. Precisamos financiar mais pessoas: propusemos um regime transitório para atingir 95% da população do Pilar Solidário, e essa também é uma proposta que fizemos à ministra”, disse Yeomans.

Outro ponto defendido pela oposição é que os aposentados possam escolher se querem que suas contribuições (de 10%) sejam administradas por agentes públicos ou privados.

“Por que as pessoas hoje não podem optar por definir se desejam colocar suas contribuições em uma empresa pública ou em uma privada?”, questionou.

De acordo com a ministra do Trabalho, Maria José Zaldivar, foram criadas instâncias de diálogo e o governo está levando em conta as contribuições da oposição.

O ministro das Finanças, Ignacio Briones, disse que haverá um período de transição de 12 anos, com um aumento de 0,5% de contribuição extra anual. O Tesouro aportará, nos primeiros anos, um total de 650 milhões dólares.

Briones disse ainda que, como o Estado também é um empregador, também terá que arcar com o custo da contribuição adicional. E que haverá outros custos fiscais, além da redução da cobrança de impostos às empresas, para compensar as despesas que assumirão.

Segundo previsão de Piñera, as novas regras devem entrar em vigor em 1º de abril deste ano.

Edição: Valéria Aguiar

Comentários do Facebook
Continue lendo
Política2 minutos atrás

‘Acredito em príncipe encantado’, diz Damares Alves sobre busca por marido

arrow-options Divulgação/Presidência da República Ministra Damares Alves A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos , Damares Alves...

Nacional2 minutos atrás

Criminalizar Glenn Greenwald é escalar rumo ao autoritarismo, defendem advogados

arrow-options Aloisio Mauricio/Fotoarena/Agência O Globo – 27.8.19 Jornalista Glenn Greenwald foi denunciado pelo MPF A denúncia do Ministério Público Federal...

Nacional2 minutos atrás

Brasil volta a registrar morte por febre hemorrágica após 20 anos

arrow-options iStock Febre hemorrágica atinge Brasil após 20 anos. A febre hemorrágica não era diagnosticada no país havia mais de...

Agricultura1 hora atrás

Novo episódio do Mapacast fala sobre Programa Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes em Produtos de Origem Vegetal

O coordenador-geral de Qualidade Vegetal, Hugo Caruso, fala sobre o Programa Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes em Produtos...

Esportes1 hora atrás

Palmeiras vence Santos na Copa Santiago

O Palmeiras derrotou o Santos nesta terça (21) por 3 a 0 em jogo válido pelo grupo B da 32ª...

Saúde1 hora atrás

Arenavírus: pessoas que tiveram contato com paciente são monitoradas

O Ministério da Saúde (MS) tranquilizou a população sobre a transmissão de febre hemorrágica no país. Em entrevista à imprensa...

Saúde1 hora atrás

Laboratórios recolhem medicamentos para úlcera no estômago

Os laboratórios Medley e Aché decidiram recolher lotes de medicamentos com cloridrato de renitidina por suspeita de uma possível contaminação...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana