conecte-se conosco


Nacional

Carro com motorista é arrastado por enchente em região metropolitana de SP

Publicado

em


Em Cotia, um homem em carro teve que ser resgatado por moradores por conta da encete provocada pela chuva forte
Reprodução/ GloboNews

Em Cotia, um homem em carro teve que ser resgatado por moradores por conta da encete provocada pela chuva forte

A chuva forte voltou a provocar alagamentos na Região Metropolitana na tarde desta sexta-feira (11). Em Cotia, um homem que estava dentro de um carro foi arrastado pela enchente e precisou da ajuda de moradores para ser resgatado. Segundo a GloboNews , o portão de um templo budista da cidade foi derrubado pela enxurrada.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de São Paulo, até as 18h, a chuva forte já havia provocado 14 enchentes e 71 ocorrências de queda de árvore em toda Grande SP e região metropolitana. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), parte da capital paulista esteve em estado de atenção.

Houve queda de granizo em partes da zona sudeste, leste e oeste de São Paulo. A CGE chegou a emitir um estado de alerta para a subprefeitura do Ipiranga, por conta do risco de transbordamento de um córrego.

 De acordo com a CGE, as chuvas que atuaram com forte intensidade na capital paulista, se deslocaram para os municípios de Taboão da Serra, Embu, Itapecerica da Serra e Cotia, mantendo as características de temporais típicos de verão, ou seja, com forte intensidade e rajadas de vento e queda de granizo. Segundo os meteorologistas do CGE, pode chover de forma isolada no início da noite em São Paulo. 

Comentários do Facebook
Leia mais:  Marconi Perillo, ex-governador de Goiás, tem sua prisão decretada pela PF
publicidade

Nacional

Briga em velório acaba com dois mortos

Publicado

em

Uma confusão durante um velório terminou na morte de um jovem e um adolescente, de 18 e 17 anos, respectivamente. Uma das vítimas, Wemerson de Araújo, estava na rede com o filho quando foi atingida por um golpe de faca e, em seguida, de enxada. O crime foi cometido na Vila do Incra, em Porto Acre. O segundo rapaz também foi esfaqueado.

“Eles estavam em um velório e começou uma briga por causa de uma mulher lá. E nessa briga meu filho não estava, ele estava deitado nesse velório dentro de uma rede com o bebê dele dormindo. Ele acordou com a primeira facada, saiu da rede e correu, no que correu, deram uma enxadada na cabeça dele e ele já caiu na rua”, conta a mãe de Araújo, Maria Helena.

Ainda de acordo com ela, o filho teve a cabeça arrancada por um dos golpes de facão. Um outro adolescente, de 17 anos, também foi esfaqueado e levado ao pronto-socorro. Até o momento, três pessoas foram presas suspeitas de cometer o duplo homicídio. Um boletim de ocorrência foi registrado. O autor das facadas teria sido liberado, segundo a família das vítimas.

“O assassino saiu pela porta da frente. Fui falar com o delegado e ele mandou todo mundo calar a boca, se não ia matar a todos. Fomos na delegacia para pegar o documento e levar no IML. O cara mata e sai pela porta da frente. Como colocam um delegado desse? Que judia do pai da vítima. Secretário de Segurança, nós precisamos de respeito. Não somos vagabundos e o delegado precisa respeitar a nossa dor”, desabafou a mãe.

Delegado é denunciado

Quando a família questionou o delegado sobre a soltura do suspeito do crime, o agente começou a agredir e ameaçar os parentes. “Empurraram e bateram no meu outro filho. Dois policiais também colocaram a arma em cima da gente, sendo que só queremos os nossos direitos. Não fizemos nada de errado”, completa Soares.

Leia mais:  Suspeito de matar jovem que pulou na frente de mãe para salvá-la é preso no Rio

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) disse que está apurando o caso e deve se posicionar posteriormente.

Fonte: G1

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana