conecte-se conosco


Mundo

Cantora de 74 anos vira ‘virgem de novo’ antes de se casar, mas acaba abandonada

Publicado

em

A cantora peruana Juana Judith Bustos, de 74 anos, estava se preparando para se casar com o namorado, Elmer Molocho, de 27. Estava radiante.

Semanas antes do casamento, Juana Judith decidiu fazer uma surpresa para o amado: submeteu-se a uma cirurgia para a reconstrução da vagina, um procedimento que garante a sensação da “virgindade” de volta.

Juana e Elmer, antes do fim do noivado
Juana e Elmer, antes do fim do noivado Foto: Reprodução

Só que, horas antes do casamento, diante de uma equipe de TV que acompanhava o dia da noiva, a cantora, apelidada de Tigresa do Oriente, foi abordada em casa por Elmer, que anunciou que estava desistindo do casório. O quase marido foi embora de roupão diante das câmeras. A noiva abandonada não perdeu a pose e manteve a festa.

“Fiz a reconstrução vaginal obviamente pensando no amor, no meu parceiro”, desabafou a idosa.

Elmer voltou para a ex, com quem tem três filhos. Juana Judith continua “virgem”.

Abaixo, um clipe da Tigresa (Nuevo Amanecer – Novo Amanhecer):

 

 

Comentários do Facebook
Leia mais:  Bolsonaro será denunciado por crime contra a humanidade e ecocídio
publicidade

Mundo

Queimadas na Amazônia estão ligadas a crime organizado e milícias, diz relatório

Publicado

em

source
Amazônia arrow-options
Fernando Frazão/ABr
Queimadas na Amazônia subiram 82% neste ano

Um relatório da ONG Human Rights Watch (HRW), divulgado nesta terça-feira (17), revela que o desmatamento e as queimadas na Amazônia estariam ligados a uma rede de crime organizado, chamada de “Máfia do Ipê”, e milícias que ameaçam quem tenta denunciar os crimes. 

Leia também: A Amazônia queima em chamas e governo prioriza investimentos em publicidade

De acordo com a HRW, a destruição da Amazônia está ligada a grilagem. Os criminosos tomam as terras, desmatam, queimam e as vendem com documentos falsos. A “Máfia do Ipê” também paga por mão de obra e máquinas e retira as árvores mais valiosas do local, como o Ipê, que pode ser vendido por um valor de R$ 2 mil a R$ 6 mil. 

Alguns casos também tinham participação do poder público. O documento cita um grupo organizado no Acre, que teria desmatado 180km² da floresta e tinha o diretor do Ibama no estado, cinco funcionários e quatro policiais em sua folha de pagamento. O esquema movimentou R$ 1,9 milhões. 

O relatório mostra ainda que indígenas, agricultores, moradores do local, agentes públicos e policiais são ameaçados e, às vezes, até assassinados caso denunciem os crimes praticados pela máfia. De acordo com a HRW, foram 28 assassinatos, 4 tentativas e 40 ameaças. Além disso, policiais ouvidos pela ONG relatam que a perícia raramente é feita pois as cenas do crime ficam em locais de difícil acesso. 

Apesar do desmatamento ter crescido a partir de 2012, foi em 2019 que ele atingiu índices mais elevados. Para a Human Rights Watch, o aumento tem relação com o discurso do presidente Jair Bolsonaro e medidas do governo, tais como a tentativa de transferir a Fundação Nacional do Índio (Funai) para a pasta da Agricultura e cortes de recursos do Ibama e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). 

Leia mais:  Flórida proíbe ‘cidades santuário’ em lei contra imigrantes ilegais nos EUA

Leia também: Chefe do Ibama no Pará é exonerado após pedir para suspender queimadas

A organização ouviu mais de 170 pessoas entre 2017 e 2019, entre policiais, membros do Ibama e ICMbio, Funai, indígenas, moradores locais e agricultores do Maranhão, Pará e Amazonas. 

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
São Mateus1 minuto atrás

Escola do balneário de Guriri reforça segurança após alunos planejarem ataque

Por meio de aplicativo de conversa, estudantes teriam combinado ataque como o que aconteceu em escola do interior de São...

São Mateus39 minutos atrás

Casagrande visita fábrica da Marcopolo São Mateus nesta quarta-feira (18)

Nesta quarta-feira (18), o governador do Estado, Renato Casagrande, fará uma visita a unidade de São Mateus da empresa Marcopolo...

Tecnologia1 hora atrás

Assim como iPhone, novo iPad Pro pode ter três câmeras

arrow-options Reprodução Novo iPad Pro pode ter três câmeras. A Apple parece estar preparando novos  iPad Pro com um sistema...

Tecnologia1 hora atrás

Cuidado! Novo golpe do FGTS no WhatsApp promete pagamento retroativo

arrow-options Reprodução Ao acessar no link do golpe do FGTS, o usuário é levado a um site que simula ser...

Tecnologia1 hora atrás

Dados pessoais de todos os equatorianos vazam online

arrow-options Agência Brasil Equatorianos viram seus dados pessoais serem vazados. Possivelmente todos os 16,6 milhões de equatorianos tiveram seus dados...

Economia1 hora atrás

Mais de 580 mil trabalhadores não querem sacar os R$ 500 do FGTS

Cerca de 588 mil trabalhadores não querem sacar os R$ 500, por conta vinculada, e solicitaram o desfazimento do crédito...

Mundo1 hora atrás

Queimadas na Amazônia estão ligadas a crime organizado e milícias, diz relatório

arrow-options Fernando Frazão/ABr Queimadas na Amazônia subiram 82% neste ano Um relatório da ONG Human Rights Watch (HRW), divulgado nesta...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana