conecte-se conosco


São Mateus

Campanha mundial alerta para a importância da saúde dos rins

Publicado

em

EM 2019 o Dia Mundial do Rim tem como tema “Saúde dos rins para todos”

SÃO MATEUS (ES) – Idealizado pela Sociedade Internacional de Nefrologia (ISN), o Dia Mundial do Rim (DMR) tem como objetivo reduzir o impacto da doença renal em todo o mundo, sendo comemorado na segunda quinta- feira do mês de março. Esse ano, a data será celebrada no dia 14 de março. A Sociedade Brasileira de Nefrologia coordena a campanha no Brasil, desenvolvendo material informativo e educativo sobre os fatores de risco para a Doença Renal Crônica (DRC) para todas as regiões do país visando estimular os cuidados com a saúde dos rins.

Com o tema “Saúde dos rins para todos”, diversas atividades serão realizadas em todo o país visando ressaltar a importância da saúde renal e conscientizar as pessoas sobre a necessidade da prevenção e diagnóstico precoce da DRC.

São Mateus e região

Em nossa região a divulgação da campanha está a cargo da clínica de hemodiálise (UTRS-SM).  No dia 14 de março, na praça da rodoviária, em São Mateus, está programada uma atividade que contará com a presença de médicos, nutricionista, psicólogo, assistente social e técnicos de enfermagem. Nesta ocasião serão realizadas avaliações nutricionais, aferição de pressão arterial e distribuição de panfletos. A participação da população é gratuita.

Sobre a Doença Renal Crônica

A doença renal crônica (DRC) se caracteriza por lesão nos rins que se mantém por três meses ou mais, com diversas consequências, pois os rins têm muitas funções, dentre elas: regular a pressão, filtrar o sangue, eliminam as toxinas do corpo, controlar a quantidade de sal e água do organismo, produzir hormônios que evitam a anemia e as doenças ósseas, entre outras. Em geral, nos estágios iniciais, a DRC é silenciosa, ou seja, não apresenta sintomas ou eles são poucos e inespecíficos. Por causa disso, pode haver demora no diagnóstico e ele só acontecer quando o funcionamento dos rins já está bastante comprometido, necessitando para manutenção da vida do indivíduo, tratamento por meio da diálise ou transplante renal. Assim, são fundamentais a prevenção e o diagnóstico precoce da doença, que tem tratamento e que pode ser observada com a realização de exames de baixo custo, como o exame de urina e a dosagem de creatinina no sangue.

Doença renal: o desafio

Estima-se que haja atualmente no mundo 850 MILHÕES DE PESSOAS com doença renal, decorrente de várias causas. A Doença Renal Crônica (DRC) causa pelo menos 2,4 milhões de mortes por ano, com uma taxa crescente de mortalidade.

A Injúria Renal Aguda (IRA), um importante fator de risco para DRC, afeta mais de 13 milhões de pessoas no mundo, sendo que 85% desses casos ocorrem em países de baixa e média renda. Estima-se que cerca de 1,7mi morram anualmente por causa da IRA no mundo.

É importante considerar que a DRC e a IRA são condições impactantes para o aumento da morbidade e mortalidade de outras doenças, em função dos seus fatores de risco, como diabetes, hipertensão e da presença de infecções por hepatites, HIV, malária e tuberculose presente em muitos lugares do mundo. Em crianças, a DRC e a IRA também implicam em uma morbidade e mortalidade significativas.

Desafios para a saúde renal: disparidades e acesso

Apesar do crescente diagnóstico de doenças renais, em todo o mundo, a disparidade e a desigualdade na saúde renal ainda são comuns. A DRC e a IRA frequentemente são agravadas pelas condições sociais, discriminação de gênero, falta de informação em relação às doenças renais, riscos ocupacionais, poluição do meio ambiente entre outros fatores.

O transplante é considerado o tratamento com melhor relação custo-benefício para a DRC. No entanto, o procedimento cirúrgico, a infraestrutura, a exigência de equipes altamente especializadas, disponibilidade de doadores de órgãos, necessidade de diálise durante a espera (quando não é possível o transplante preemptivo), requisitos legais e o viés cultural existente em muitos países contra a doação de órgãos, representam importantes barreiras, tornando a diálise a única opção viável.

Embora as políticas e estratégias nacionais para doenças não transmissíveis (DNTs), em geral, estejam presentes em muitos países, políticas específicas direcionadas para o rastreamento (screening), a prevenção e o tratamento de doenças renais são muitas vezes inexistentes. Mais da metade (53%) dos países que têm uma estratégia abrangente de DNTs não têm diretrizes ou estratégias de gestão para melhorar o atendimento das pessoas com DRC (seja especificamente ou dentro de uma estratégia mais ampla sobre DNT).

Nova missão

Este ano, o Dia Mundial do Rim se propõe a aumentar a conscientização sobre a alta e crescente presença de doenças renais em todo o mundo e a necessidade de estratégias para a prevenção e o gerenciamento de doenças renais.

A saúde do rim para todos, em qualquer lugar, propõe uma cobertura universal de saúde para prevenção e tratamento precoce da doença renal.

O objetivo final desta política é o de promover a saúde da população, garantindo o acesso universal, sustentável e equitativo provendo os cuidados essenciais, e de alta qualidade na saúde, e permitindo a acessibilidade à informação e tratamento da doença renal nos diferentes grupos socioeconômicos.

Especificamente, o DMR alerta e conclama a todos para defenderem medidas concretas em todos os países para melhorar os cuidados dos rins, entre elas destacam-se:

– Incentivar e adotar estilos de vida saudáveis (acesso à água potável, exercícios, dieta saudável, controle do tabagismo. Muitos tipos de doenças renais podem ser prevenidos, retardados e/ou controlados quando medidas apropriadas de prevenção estiverem em vigor.

– Fazer o rastreio (screening) de doenças renais e uma intervenção de cuidados de saúde primários incluindo o acesso a ferramentas de identificação (por exemplo, análises de sangue (como a dosagem da Creatinina) e exames de urina. O rastreamento de indivíduos de alto risco e o diagnóstico e tratamento precoces são eficazes em termos de custo para prevenir ou retardar doenças renais em estágio terminal.

– Garantir que os pacientes com doenças renais, mesmo quando desprovidos de condições financeiras, recebam os serviços básicos de saúde que necessitam (por exemplo, o controle da pressão arterial e do colesterol, acesso aos medicamentos essenciais) para retardar a progressão da doença.

– Apelar ao poder público que implante e aprimore políticas transparentes que regulem o acesso universal e sustentável a serviços avançados de cuidados de saúde (por exemplo, diálise e transplantes) e uma melhor proteção financeira aos centros de tratamento à medida que mais recursos se tornem disponíveis.

-Quebrar barreiras socioeconômicas e expandir o acesso a serviços abrangentes para atender às necessidades da população é essencial para garantir uma atenção equitativa aos rins e aumentar a qualidade.

 

Leia mais:  Morador de Aracruz é condenado à prisão por chamar menina de "macaca"

Comentários do Facebook
publicidade

São Mateus

Professoras são agredidas por aluno de 12 anos em escola de São Mateus

Publicado

em

adolescente agrediu três educadoras dentro da escola, com socos e unhadas. Boletim de ocorrência foi registrado

A Polícia Militar foi acionada para conter um conflito entre um aluno e três professoras na Escola Estadual de Ensino Fundamental “Dr. Emílio Roberto Zanotti”, localizada no Centro de São Mateus, no Norte do Estado. A ocorrência foi registrada nesta quinta-feira (22).

De acordo com o boletim de ocorrência, o aluno, de apenas 12 anos, agrediu a professora com socos no rosto e unhadas nos braços. Outras duas professoras, que tentaram conter a agressividade do estudante, também foram agredidas. Os pais do menor foram chamados até a escola e, de lá, seguiram para a delegacia da cidade, junto com as educadoras.

Segundo a Polícia Civil, o adolescente assinou um Boletim de Ocorrência Circunstanciado por ato infracional análogo ao crime de lesão corporal, e foi reintegrado à família.

O QUE DIZ A SEDU

Em nota, a Secretaria de Estado da Educação (Sedu) confirmou a ocorrência de agressão ocorrida na tarde desta quinta-feira (22). Segundo a Sedu, a Polícia Militar, o Conselho Tutelar e a família do estudante foram acionados pela Superintendência Regional de São Mateus, que acompanhará os desdobramentos junto aos envolvidos.


(*G1)

 

 

Comentários do Facebook
Leia mais:  Morador de Aracruz é condenado à prisão por chamar menina de "macaca"
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Entretenimento1 hora atrás

Modelo leva fãs à loucura com tamanho do bumbum. Veja fotos

Aos 24 anos, a jovem possui mais de 10 milhões de seguidores nas redes sociais e atualiza seu perfil com...

Mundo1 hora atrás

Acre decreta emergência por causa de seca e incêndios florestais

arrow-options Comunidade Huwã Karu Yuxibu Comunidade Huwã Karu Yuxibu foi uma das atingidas pelas queimadas no Acre A escassez de...

Mundo1 hora atrás

Acompanhe ao vivo os protestos em defesa da Amazônia que acontecem pelo Brasil

Yago Sales / iG Manifestantes se reúnem em São Paulo em defesa da Amazônia Manifestantes em defesa da Amazônia se...

Mundo1 hora atrás

Criminalidade em São Paulo apresenta queda em julho

arrow-options Divulgação/PM A criminalidade em São paulo apresentou queda durante o mês de julho. Os principais indicadores de criminalidade do...

Mundo1 hora atrás

Manifestações pela Amazônia devem acontecer em mais de 70 cidades pelo Brasil

arrow-options Fotos Públicas Efeitos das queimadas na Amazônia são sentidos em diversas partes do País Mais de 70 cidades e...

Estadual1 hora atrás

Homem não aceita fim de relacionamento e agride ex com pé de cabra no ES

A ferramenta utilizada pelo agressor foi recolhida e será entregue ao Plantão da Mulher, em Vitória Uma mulher foi agredida...

Nacional2 horas atrás

Casal é detido com vídeo de sexo explícito com bebê de 6 meses

Um motorista, de 47 anos, foi preso nesta quinta-feira, 21, na BR-050, quilômetro 183, após policiais encontrarem no celular dele um...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana