conecte-se conosco



Agricultura

Câmara do Agro 4.0 apresenta as principais demandas para ampliar o uso de novas tecnologias no campo

Publicado

em

A Câmara do Agro 4.0 iniciou os trabalhos nesta terça-feira (22), durante a programação da 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, apresentando as principais demandas para o aumento da inovação tecnológica na agricultura brasileira. A Câmara foi criada em agosto, quando foi firmado um acordo de cooperação técnica entre os Ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

O objetivo da Câmara do Agro 4.0 é implementar ações destinadas à expansão da internet no meio rural, ao aumento da produtividade no campo, e à difusão de novas tecnologias e serviços inovadores nas propriedades rurais. Participam da Câmara representantes de várias entidades dos setores produtivo e de pesquisa agropecuária e de tecnologia do país.

Na abertura da reunião, o secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Mapa, Fernando Camargo, destacou que a agricultura digital representa uma mudança de paradigma na agropecuária e que a Câmara do Agro 4.0 é fundamental para revolucionar a forma de produzir no país.

“Essa reunião é o início de uma longa jornada. Hoje, o Brasil é um dos principais players internacionais na produção de alimentos do mundo, graças basicamente à tecnologia e inovação. Temos sol, terra, área e, especialmente, tecnologia. Agora, precisamos dar o passo além, porque o mundo está mudando”, declarou Camargo.

O secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTIC, Paulo César Rezende de Carvalho Alvim, destacou que é preciso potencializar o uso da internet no campo e que o agro é um dos setores estratégicos apontados pelo Plano Nacional de Internet das Coisas (IOT) para receber investimentos em tecnologia de informação.

“Nós do MCTIC somos coadjuvantes, parceiros e apoiadores deste processo, mas precisamos acelerar. A ministra Tereza Cristina tem cobrado que as ações do agro 4.0 cheguem no produtor rural, no setor produtivo. A nossa ideia é que a gente já entregue resultados este ano para a agricultura 4.0 de forma muito efetiva”, comentou Alvim.

Os secretários de Empreendedorismo e Inovação do MCTIC, Paulo César Alvim, e de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Mapa, Fernando Camargo, abrem reunião da Câmara do Agro 4.0. Foto: Guillherme Martimon / Mapa

Conectividade

Estudos da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) apontam que o crescimento populacional das próximas décadas vai demandar aumento de 70% na produção de alimentos. O Brasil seria responsável por 40% desse incremento e teria que dobrar tudo o que produz atualmente para atender à nova demanda.

As informações foram apresentadas na reunião pelo diretor do Departamento de Apoio à Inovação para a Agropecuária, Luís Cláudio França. “O Brasil tem 210 milhões de habitantes e nós produzimos alimentos para 1,3 bilhão. A possibilidade de alcançar o que foi colocado pela FAO é com inovação e mais tecnologia no campo. É melhorar realmente toda a produtividade sem aumento de área”, disse.

França também apresentou os resultados preliminares de um estudo feito pela Esalq/Usp sobre a conectividade, considerado um dos principais entraves para o uso de novas tecnologias e para a prestação de novos serviços no campo. O estudo aponta as áreas prioritárias para receber investimentos em conectividade.

Segundo o estudo da Esalq, praticamente 5% da área agricultável do país está conectada à internet. O Brasil tem cerca de 97 mil torres de conectividade e a demanda para ampliar o acesso à internet 3G e 4G para 90% da área agricultável do país é por pelo menos 5.600 novas antenas. 

O investimento previsto para instalação de 25% das torres necessárias é de R$ 6 bilhões. O ganho estimado anual seria de R$ 60 bilhões com apenas um quarto de infraestrutura necessária para expansão de área com sinal de internet.

“Se nós conseguimos produzir muito nos últimos 30, 40 anos, por causa da tecnologia, nós podemos produzir muito mais se tudo isso estiver conectado. Precisamos manter a liderança e ser cada vez mais produtivos”, destacou França.

Os resultados completos do estudo serão apresentados no âmbito da Política Nacional de Conectividade para a Agropecuária Brasileira, que está sendo desenvolvida pelo Ministério da Agricultura, em parceria com o Ministério de Ciência e Tecnologia. A expectativa é que o plano seja concluído até o início de 2020. 

Informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Comentários do Facebook

Agricultura

Mapa oferece atualização para veterinários dos estados, municípios e consórcios públicos

Publicado

em

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) irá promover uma atualização para médicos veterinários dos serviços de inspeção dos estados, municípios e consórcios públicos. O Curso de Atualização em Inspeção Higiênico-Sanitária e Tecnológica de Carnes vai ocorrer entre os dias 10 e 13 de março, em Fortaleza (CE), e visa atender prioritariamente os profissionais das regiões Norte e Nordeste. 

O curso será precedido do seminário para gestores públicos e agroindustriais na tarde do dia 9 de março, no auditório do Banco do Nordeste (BNB), também na capital cearense. O seminário vai abordar as vantagens de gestores públicos e agroindústrias participarem do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA) do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa). 

Técnicos do Mapa vão detalhar os requisitos para adesão ao sistema e apresentar casos bem sucedidos. Outro tema do seminário será o autocontrole, incluindo as Boas Práticas de Fabricação (BPF), os Procedimentos Padrão de Higiene Operacional (PPHO) e o Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC). O seminário tem 500 vagas e as inscrições podem ser feitas no local e dia do evento. 

Já o curso de atualização vai preparar os veterinários sobre a inspeção ante e post mortem das principais espécies de abate (aves, bovinos e suínos) e a verificação oficial dos programas de autocontrole (BPF, PPHO e APPCC) visando à equivalência ao Sisbi-POA. É uma ação do AgroNordeste para atender a demandas das regiões nordeste e norte, mas está aberto para todas as regiões do país no limite das vagas – 220. As inscrições podem ser feitas neste link.

>>>Confira a programação do curso 

“Os eventos do Sisbi-POA, em Fortaleza, vão mostrar todos os benefícios para o desenvolvimento regional das agroindústrias de carnes, leite, pescados, ovos e mel, tanto para o setor produtivo quanto para os gestores públicos municipais e estaduais”, disse a diretora do Departamento de Suporte e Normas (DSN), Judi Maria da Nóbrega.

Os eventos são organizados pelo DSN e pelo Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa) da Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa, com apoio da Superintendência Federal da Agricultura no Ceará (SFA-CE), do Banco do Nordeste e do Sebrae/CE. Ambos terão certificados emitidos pela Escola Nacional de Gestão Agropecuária (Enagro). 

Informações à Imprensa
[email protected] 

Comentários do Facebook
Continue lendo
Estadual8 minutos atrás

Secretaria da Saúde descarta primeiro caso suspeito de Coronavírus no ES

Na manhã desta quarta-feira (26), a equipe do Centro de Operações Estratégicas (COE) da Secretaria da Saúde (Sesa) se reuniu...

Tecnologia21 minutos atrás

Bilhões de aparelhos com Wi-Fi são vulneráveis a nova falha

Uma equipe de pesquisadores da empresa de segurança Eset anunciou a descoberta de uma vulnerabilidade em chips Wi-Fi que pode...

Internacional34 minutos atrás

Vaca mutante nasce com duas cabeças e quatro olhos na Índia

arrow-options Reprodução Vaca nasceu com anomalia surpreendeu fazendeiros locais Um filhote de vaca nasceu com duas cabeças e quatro olhos...

Nacional55 minutos atrás

Comissão para intermediar fim de paralisação de policiais é criada no Ceará

Uma comissão para buscar uma solução que ponha fim à paralisação de parte dos policiais militares do Ceará foi definida...

Nacional55 minutos atrás

Cobra assusta banhistas em praia de Bertioga durante o feriado

arrow-options Arquivo pessoal Animal permaneceu na areia da praia até a chegada de especialistas. Os banhistas que estavam na praia...

Nacional55 minutos atrás

Cobra aparece em entulho dentro de casa e ataca cachorro

arrow-options Divulgação / Corpo de Bombeiros Cobra atacou cachorro nesta segunda-feira (24), em Campo Novo do Parecis, a 397 km...

Internacional55 minutos atrás

Homem vestido de lápis é agredido com cavaquinho na Austrália

arrow-options Reprodução/Twitter Homem estava cantando a música “I Will Survive” no momento em que foi atacado. Um artista de rua...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana