conecte-se conosco



Regional

Câmara de Conceição da Barra aprova reajuste de 12% para os servidores efetivo do Legislativo

Publicado

em

CONCEIÇÃO DA BARRA –  A Câmara de Vereadores de Conceição da Barra, no Norte do Estado, aprovou, na sessão extraordinária realizada na última sexta-feira (11), o Projeto de Lei 034/2019 que dispõe sobre o Plano de Cargos e Carreiras dos Servidores da Câmara Municipal. O projeto beneficia todo servidor do quadro efetivo. O projeto é de autoria do presidente do Legislativo, Walyson José Santos Vasconcelos, o Mateusinho e é retroativo ao dia 1º deste mês de novembro, que passam a ter um reajuste de 5% nos vencimentos. Na verdade, o projeto aprovado autoriza o reajuste de 12%.

De acordo com o projeto os outros 7% passa a vigorar a partir de 1º de abril de 2020. A Câmara Municipal gasta em média R$ 165 mil mensal, com pagamentos, promoções, progressões, encargos e comissionados. Agora, este valor médio salta para R$ 170 mil.

O Duodécimo da Câmara Municipal de Conceição da Barra gira em torno de R$ 302 mil reais mensais. Também está dentro do que determina a Constituição, que o gasto com folha de pagamento não ultrapasse 70% da receita. Com o reajuste, esta despesa fica em média 56,29%.

De acordo com o Presidente, o reajuste só foi possível por conta do controle minucioso de gastos: “Nós fizemos dez meses de muito controle nas despesas de custeio e pessoal e vamos continuar assim no próximo ano. A valorização dos servidores tem sido priorizada, bem como a garantia das promoções e progressões funcionais, afinal esse foi o nosso compromisso com os servidores”, frisou Mateusinho. 

Comentários do Facebook

Regional

Parte da história canariense pode ser extinta

Publicado

em

Um prédio antigo e de valor histórico foi vendido e pode ser demolido

O imóvel onde funcionava a venda de secos e molhados, que pertenceu ao senhor Pedro Canário Ribeiro foi vendido e mais cedo ou mais tarde a casa pode ter o mesmo destino.

Pedro Canário Ribeiro foi um dos primeiros moradores da cidade, posseiro que chegou ao município quando tudo ainda era mato na localidade, onde estabeleceu comércio e residência.

A população destaca a necessidade de providências do Poder Público, Secretaria Municipal de Cultura, cidadãos e demais simpatizantes para unir forças, no sentido de manter viva essa parte da história.

Os prédios da década de 1960 são parte do registro da história local e não podem se perder. As instalações já foram citadas em matérias de escala local e estadual, dado a relevante de representatividade.

Sugestões como a proposta de se tornarem espaços para visitação de turistas, com peças e dados da história local já foram apresentadas, mas até o momento não há posição ou processos concretos para garantir que o patrimônio seja tombado, revitalizado e transformado em centros da memória cultural canariense.

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!