conecte-se conosco


Esportes

Brasil vence Coreia do Sul em último jogo do ano da seleção

Publicado

em

Após cinco jogos sem vencer, a seleção brasileira de futebol espantou a má fase ao derrotar por 3 x 0 a Coreia do Sul, no estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos).  As cinco modificações feitas pelo técnico Tite, em relação ao time que perdeu para a Argentina no domingo (17), surtiram efeito em campo. O ataque brasileiro ganhou velocidade e ficou mais criativo.

E o primeiro gol saiu logo aos 9 minutos de partida, depois de uma linda jogada do meia Phillipe Coutinho – que entrou hoje (17) no lugar de William: ele rolou para Renan Lodi cruzar na medida para Lucas Paquetá abrir o placar de cabeça. Lodi substituiu hoje Alecsandro, machucado.

As outras três alterações feitas por Tite também contribuíram na vitória desta terça-feira (19). Richarlison iniciou a partida no lugar do atacante Roberto Firmino, no meio-campo Fabinho substituiu Casemiro, e na zaga Marquinhos entrou no lugar de Thiago Silva, herdando também a braçadeira de capitão.

Danilo fez o terceiro gol da seleção, aos 14 minutos do segundo tempoDanilo fez o terceiro gol da seleção, aos 14 minutos do segundo tempo – Lucas Figueiredo/CBF

Com mais mobilidade do meio de campo para a frente, a seleção criou boas oportunidades de ampliar. Numa delas, Fabinho tinha acabado de roubar a bola e partia com ela, quando foi derrubado pelo atacante coreano Hee-Chan Hwang. Falta para o Brasil, que Coutinho cobrou com maestria aos 34 minutos, quebrando um jejum de cinco anos. O último gol em cobrança de falta da seleção foi marcado por Neymar, num confronto contra a Colômbia, em 05 de setembro de 2014.

Após o intervalo, a seleção seguiu no controle e não demorou para marcar o terceiro gol: aos 14 minutos Coutinho rolou para Richarlison, que passou para Lodi cruzar para Danilo estufar a rede com um golaço de fora da área. E a vantagem brasileira no placar poderia ter sido ainda maior: Richarlison perdeu uma boa chance de ampliar aos 22 minutos, e na sequência, aos 26, Gabriel Jesus recebeu de Coutinho mas chutou do lado de fora da rede. A Coreia do Sul teve sua melhor chance de descontar aos 29 minutos com Son Heung-Min, estrela do Tottenham (Inglaterra), que chutou duas vezes: na primeira Danilo afastou e depois o goleiro Alisson agarrou.

Leia mais:  Fernando Vanucci enfrenta saúde debilitada e problemas financeiros

Já nos minutos finais, Tite promoveu várias substituições: Lucas Paquetá deixou o campo para Roberto Firmino entrar aos 38 minutos; o jovem atacante Rodrygo assumiu o ataque no lugar de Gabriel Jesus aos 41; e aos 42 o lateral-direito Emerson substituiu Renan Lodi, um dos principais destaque da partida.

Ficha Técnica:

Terça-feira, 19 de novembro de 2019

BRASIL  3 x 0  COREIA DO SUL

Amistoso

Local: Estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos-EAU)

Juiz: Ammar Al Jeneibi (EAU)

Assistentes: Ahmed Al Rashidi (EAU e Jassem Abdulla Al Ali (EAU)

Brasil: Alisson, Danilo, Marquinhos, Militão e Renan Lodi; Fabinho, Arthur e Paquetá; Gabriel Jesus, Firmino e Coutinho.

Coreia do Sul: Jo Hyeon-woo; Kim Moon-hwan, Kim Young-Gwon, Kim Min-jae e Kim Jin-Su; Jung Woo-young, Ju Se-jong, Son e Lee Jae Sung; Hee-Chan  Hwang e Hwang Ui-jo

Gols: no primeiro tempo Lucas Paquetá (8), Philippe Coutinho (35);  no segundo tempo Danilo (14).


Fonte: EBC Esportes

Comentários do Facebook
publicidade

Esportes

Coluna – A poderosa Ting Zhu

Publicado

em

Quem é apaixonado pela seleção brasileira ainda deve ter pesadelos com o nome de Ting Zhu. Afinal, ela foi a principal responsável pela virada chinesa que eliminou o Brasil nas quartas de final dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016 diante de um Maracanãzinho lotado. Aquela vitória épica abriu caminho para a conquista da medalha de ouro pela China. Zhu seria escolhida, com méritos, a melhor jogadora da Olimpíada.

O desempenho da ponteira da seleção chinesa na Rio 2016 era só um cartão de visitas. De lá pra cá a China cresceu, contando não apenas com Zhu, é claro, mas com um time jovem e competente e com Lang Ping, uma técnica estrategista e vitoriosa. Mas Ting Zhu é o ponto de desequilíbrio a favor das chinesas. Elas chegarão a Tóquio dividindo com a Sérvia e com a Itália o posto de seleções a serem batidas nos Jogos Olímpicos.

A atleta é a jogadora de vôlei mais bem paga do mundo. Em 2017, quando renovou o contrato com o Vakfibank, passou a receber cerca de R$ 5 milhões por temporada. Mas neste ano, de olho na preparação para a Olimpíada, a atleta atendeu ao pedido de Lang Ping para que atuasse em seu país. Por isso, depois de três anos de sucesso, deixou a liga mais importante do mundo, a turca, e se transferiu para o Tianji, a principal equipe da China.

No Mundial de Clubes de Shaoxing, que termina amanhã em Shaoxing (China), o Tianjin não avançou às semifinais. O resultado se deve muito à ausência de Ting Zhu, lesionada, na partida contra o Vakfibank, que valia a classificação. Se avançasse à fase final, a jogadora era aposta certeira para o prêmio MVP (jogadora mais valiosa) da competição, o que já aconteceu em outras duas oportunidades.

Leia mais:  Assenor apoia workshop de fornecedores da Marcopolo

No voleibol moderno a estatura é essencial, vide as excelentes Tijana Boskovic, da Sérvia e com 1,93m, e Paola Egonu, da Itália e com os mesmos 1,93m. Ting Zhu tem 1,98m. As três são jovens, se destacam por onde passam e são derrubadoras de bolas natas. Então o que faz a chinesa estar um passo à frente das colegas? Justamente a posição em que atua. Enquanto Egonu e Boskovic são opostas e jogam livres para atacar, Zhu é ponteira passadora. Ou seja, além do ataque ela tem a responsabilidade de recepcionar os saques e se sai bem na função. A altura facilita o bloqueio eficiente. Na rede, a chinesa tem um arsenal de golpes, alternando potência com técnica apurada. É a jogadora mais completa em atividade no vôlei feminino atual.

O mais impressionante é que a ponteira tem apenas 25 anos e um longo caminho pela frente. Se as lesões não atrapalharem, ela poderá servir à China em, pelo menos, outras duas Olimpíadas e dois Mundiais, além de diversas edições da Liga das Nações, Copa dos Campeões e Copa do Mundo. Serão diversas oportunidades para engrossar ainda mais um currículo invejável que já conta com prêmios de melhor atleta, melhor ponteira e maior pontuadora nas principais competições de clubes e de seleções. Para usar uma expressão da moda no futebol, Ting Zhu está em outro patamar.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento23 minutos atrás

Fátima Bernardes posa ao lado de Bonner e atual esposa

arrow-options Reprodução/Instagram A jornalista posou ao lado do ex-marido e sua atual esposa em um evento no Rio de Janeiro...

Entretenimento23 minutos atrás

Artista come banana vendida como obra de arte por cerca de R$ 500 mil reais

Os frequentadores da feira de arte contemporânea Art Basel de Miami se divertiram ao tirar fotos com uma obra peculiar:...

Entretenimento23 minutos atrás

Nova temporada de La Casa de Papel estreia em abril de 2020. Veja teaser

arrow-options Foto: Divulgacao Netflix finalmente divulgou a data de estreia da nova temporada da série A Netflix oficializou neste domingo...

Entretenimento23 minutos atrás

Bruna Marquezine sensualiza de biquíni em vídeo no Instagram

arrow-options Reprodução/Instagram Bruna Marquezine publicou o vídeo em seu Instagram neste domingo (8) Bruna Marquezine chamou a atenção dos fãs...

Entretenimento24 minutos atrás

Luiza Ambiel posa só de lingerie e faz discurso empoderado

A musa da banheira do Gugu aproveitou um ensaio de uma marca de lingerie para fazer um discurso empoderado em...

Internacional2 horas atrás

Manifestantes vão às ruas de Hong Kong em ato pró-democracia

arrow-options Reprodução/Twitter Milhares saíram às ruas de Hong Kong Milhares de manifestantes saíram às ruas de Hong Kong neste domingo...

Internacional2 horas atrás

Greta Thunberg diz que índios foram mortos por proteger florestas no Maranhão

arrow-options Reprodução/Instagram Greta Thunberg Greta Thunberg usou Twitter para comentar mortes de índios Guajajara A ativista Greta Thunberg fez uma...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana