conecte-se conosco



Policial

BPMA apreende armas, munições e animais abatidos em Domingos Martins

Publicado

em


Na manhã desta quarta-feira (30), o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) realizou a Operação Sentinela Fase VI, onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão na zona rural de Domingos Martins.

A equipe do 2º Pelotão da 1ª Companhia do BPMA realizou as fiscalizações e deteve dois indivíduos. Juntamente com eles foram encontrados dois revólveres, uma pistola, uma espingarda; um garruchão; 178 munições intactas e 126 munições deflagradas de diversos calibres, além de dois tatus abatidos, uma banda de Paca abatida e uma outra metade de animal abatido (não sendo possível a identificação deste), além de outros materiais e cinco armadilhas utilizadas para a prática de caça.

Os indivíduos e o material apreendido foram encaminhados ao DPJ da cidade de Domingos Martins.

O Batalhão Ambiental orienta que a prática de caça é considerada crime ambiental, previsto no artigo 29 da lei 9.605/98 (Lei de crimes ambientais), onde são previstas penas de detenção e multa.

Informações à Imprensa:

Diretoria de Comunicação Social PMES:
CORONEL DALTRO ANTONIO FERRARI JUNIOR
Tel. (27) 3636-8717 / 3636-8718
E-mail: [email protected]

Subseção de Jornalismo PMES:
1º TENENTE ANTHONY MORAES COSTA
Tels. (27) 99625-1106 / 98823-8857
E-mail: [email protected]

 

Fonte: PM ES

Comentários do Facebook

Policial

Operação prende chefes do tráfico em Vitória

Publicado

em

 

Dois suspeitos de 20 e 32 anos foram detidos, nessa quarta-feira (21), durante um cerco policial realizado pela equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) Vitória, em conjunto com a Guarda Municipal de Vitória, na Avenida Fernando Ferrari, no bairro Goiabeiras, no município de Vitória.

O resultado desta ação foi apresentado durante coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (22), no auditório do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, em Vitória.

Estiveram presentes, o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Alexandre Ramalho; o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda; o chefe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, Romualdo Gianordoli; o delegado titular da DHPP de Vitória, Marcelo Cavalcanti; o subsecretário da Guarda Municipal de Vitória, Evandro Sipolati; e o gerente do grupamento comunitário da Guarda, Pedro Paulo Picoli.

O secretário Alexandre Ramalho disse que essa ação esclarece para sociedade capixaba o ataque que ocorreu a um veículo no Centro de Vitória. “Um trabalho difícil de investigação conduzido pelo delegado Marcelo, mas que demonstra o trabalho integrado das forças de segurança pública. O terceiro indivíduo deste crime foi detido, e ele é quem desce do veículo branco e faz os disparos contra o veículo em que estavam as vítimas, afirmou.

Ramalho também destacou que este é mais um crime motivado pela disputa territorial do tráfico de entorpecentes. “Um suspeito jovem que já cometeu diversos homicídios, o que demonstra a sua alta periculosidade. Continuaremos trabalhando para prender esses homicidas e traficantes”, afirmou o secretário.

Para o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, a integração das forças policiais faz com que a sociedade se sinta mais segura. “Destaco também a importante contribuição do Cerco Eletrônico de Vitória para esta prisão, o que demonstra a eficácia dessa ferramenta nas nossas investigações”, comentou.

De acordo com as investigações, os dois detidos são considerados os chefes da organização criminosa do bairro São Benedito. “Os dois suspeitos vêm liderando os ataques que estão ocorrendo no município de Vitória, especialmente nos bairros Ilha do Príncipe, Alagoano e Andorinhas. Eles recebem ordens e executam o plano de expansão territorial, promovendo a morte de traficantes rivais. Ambos são investigados como possíveis autores em inquéritos de homicídios nesta delegacia especializada”, explicou o titular da DHPP de Vitória, Marcelo Cavalcanti.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito de 20 anos foi reconhecido e é apontado como executor do crime que aconteceu dia 04 deste mês, no Centro de Vitória. “Destaco a relação do detido de 20 anos no crime ocorrido no dia 04, no centro de Vitória, fatos relacionados a dois homicídios consumados e três tentados. Esse suspeito foi reconhecido e apontado como executor do crime, já que ele estava no carona do veículo HB20 branco, e antes de executar as vítimas desceu do carro”, informou Cavalcanti.

O suspeito de 20 anos tinha dois mandados de busca e apreensão por crimes de homicídios e um mandado de prisão preventiva expedida pela 1ª Vara Criminal de Serra. Em relação ao suspeito de 32 anos, ficou constatado que ele se evadiu do sistema prisional no dia 24 de abril e, também possuía um mandado por homicídio e tráfico de drogas.

Além do cumprimento do mandado de prisão, os suspeitos foram autuados em flagrante por associação para o tráfico. O suspeito de 32 anos também foi autuado por falsa identidade. Eles foram encaminhados para o Centro de Triagem de Viana.

As investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória continuam com o intuito de localizar os demais possíveis suspeitos e apreender as armas de fogo utilizadas no crime.

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!