conecte-se conosco


Nacional

Bolsonaro edita 7º decreto sobre armas e mantém brecha para compra de fuzil

Publicado

em

Bolsonaro
Isac Nóbrega/PR
Bolsonaro edita 7º decreto sobre armas e mantém brecha para compra de fuzil

No início da madrugada desta quarta-feira, foi publicado no  Diário Oficial da União um novo decreto sobre armas , o sétimo editado desde o início do governo Bolsonaro . O texto revoga decreto publicado ontem, mas mantém alguns pontos polêmicos que vem sofrendo resistência do Congresso desde que o atual governo decidiu mudar as regras sobre porte e posse de armas no país. O novo decreto mantém brecha para compra de modelo de  fuzil ao repetir a definição técnica sobre o que é uma arma de uso permitido. Antes do governo Bolsonaro, fuzil era arma de uso restrito das forças policiais. 

Leia também: Desafiado por Zambelli a soltar áudio de Moro, Glenn rebate: “Vai se arrepender”

Numa tentativa de amenizar as críticas, o novo decreto de Bolsonaro excluiu a relação de cerca de 20 categorias profissionais que teriam direito a ter porte de arma. Assim, caiu a permissão para que guardas de trânsito, caminhoneiros, advogados, políticos eleitos e até jornalistas que cobrem assuntos de segurança pudessem requerer um porte de arma.

O novo decreto também revogou a permissão para compra de até 5 mil munições para armas de uso permitido e até 1 mil munições para armas de uso restrito. Agentes do Ibama para quem o governo Bolsonaro havia vedado o porte de arma, voltaram a ter esse direito.

Os militares que migravam para a reserva também perderam o direito automático de manter o porte. O novo decreto não traz mais o inciso que assegurava esse benefício. O novo decreto apenas diz que, para manter direito ao porte, o militar que vai para a reserva tem que se submeter a exames técnicos.

O novo texto manteve um tema que vinha sendo defendido por colecionadores de armas e associados de clubes de tiro: a liberação da importação de armas, mesmo quando há similar fabricado no Brasil . Até 2018, a importação de armamento era proibida se houvesse um similar nacional.

Leia mais:  Senado convida Glenn Greenwald para explicar vazamentos da Lava Jato

Leia também: Militar da comitiva de Bolsonaro é preso com cocaína em avião da FAB na Espanha

Bolsonaro enviou ontem um projeto de lei ao Congresso que, se aprovado, dará ao Executivo a permissão de por decreto ampliar o porte de armas para outras categorias, além daquelas especificadas em lei. Uma das principais questões sobre os decretos das armas foi justamente esta ampliação 

Fonte: IG Nacional
Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Motorista bêbado invade lanchonete, mata jovem e deixa feridos em Jundiaí

Publicado

em

source
Motorista bêbado perdeu o controle de van%2C invadiu lanchonete e matou jovem em Jundiaí arrow-options
Divulgação/Guarda Municipal de Jundiaí
Motorista bêbado perdeu o controle de van, invadiu lanchonete e matou jovem em Jundiaí

Uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas após um homem que dirigia uma van perder o controle do veículo e invadir uma lanchonete , na noite de sábado (12), na cidade de Jundiaí, interior de São Paulo.

Leia também: Identificadas as seis vítimas que morreram em grave acidente na Via Dutra

De acordo com a Polícia Civil, o teste do bafômetro indicou que o motorista estava embriagado e, por este motivo, ele foi preso. O acidente com a van aconteceu em um bairro
periférico de Jundiaí.

A polícia informou ainda que guardas municipais relataram que o motorista não conseguiu fazer uma curva com o veículo. Assim, ele subiu na calãda e invadiu o estabelecimento,
onde atingiu os frequentadores e pessoas que estavam na calçada.

Thamyres Soares Marques Jacinto, de 29 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu. A Guarda Municipal de Jundiaí informou ainda que duas mulheres de 51 e 17 anos, mãe e irmã de Thamyres, respectivamente, e um jovem de 17 foram socorridos e levados a um pronto-socorro da região.

Além de o teste do bafômetro ter dado positivo, a polícia encontrou um pino vazio que seria usado para o transporte de cocaína nas roupas de Antônio Barbi Junior, de 41 anos.

Leia também: Filha de bicheiro diz que guerra na família é por herança de R$ 25 milhões

O motorista da van, após o acidente e antes dos policiais chegarem, foi agredido pelas pessoas que estavam no local. Levado pela Polícia Civil, Junior foi autuado por homicídio e lesão corporal culposa.

Fonte: IG Nacional
Comentários do Facebook
Leia mais:  Gleisi ataca postura do governo Bolsonaro e vai à Venezuela para posse de Maduro
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Estadual7 minutos atrás

Homem morre atropelado na Rodovia do Contorno no ES

Um homem morreu atropelado por volta das 5h45 desta segunda-feira (14), na Rodovia do Contorno, em Cariacica. De acordo com...

Nacional9 minutos atrás

Motorista bêbado invade lanchonete, mata jovem e deixa feridos em Jundiaí

arrow-options Divulgação/Guarda Municipal de Jundiaí Motorista bêbado perdeu o controle de van, invadiu lanchonete e matou jovem em Jundiaí Uma...

Nacional9 minutos atrás

Filha de bicheiro diz que guerra na família é por herança de R$ 25 milhões

arrow-options Reprodução Filha do bicheiro Maninho, Shanna sofreu atentado na última semana Alvo de um atentado na semana passada, Shanna...

Entretenimento1 hora atrás

Thaila Ayala surge de topless em foto na piscina nas Ilhas Maldivas

Thaila Ayala e Renato Góes estão curtindo a lua de mel nas Ilhas Maldivas e, quem acompanha as redes sociais...

Entretenimento1 hora atrás

Gracyanne Barbosa faz desabafo sobre corpo musculoso: “Sou feliz”

Neste domingo (13), Gracyanne Barbosa utilizou seu Instagram, que conta com mais de oito milhões de seguidores, para postar uma...

Entretenimento1 hora atrás

Bebê a caminho? Iza fala sobre sonho de ter “uma grande família”

Aos 29 anos, IZA já é um dos grandes nomes da música brasileira e não é a toa que hoje...

Nacional1 hora atrás

Sobe para 37 o número de mortos no Japão após passagem do tufão Hagibis

arrow-options Reprodução/Twitter Tempestade é a maior registrada no Japão nos últimos 60 anos O Tufão Hagibis provocou no Japão precipitações...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana