conecte-se conosco


Política

Bolsonaro diz não ser ‘autoritário’ por não tomar decisões sozinho

Publicado

em

source
Jair Bolsonaro arrow-options
Marcos Corrêa/PR

Bolsonaro apontou “conselheiros” que costuma ouvir

O presidente Jair Bolsonaro se defendeu nesta terça-feira da acusação de ser “autoritário” dizendo que toma decisões ouvindo diversos “conselheiros”. Durante um evento de celebração do combate à corrupção, Bolsonaro fez referência às autoridades presentes, dizendo consultá-las com frequências.

Leia também: Base de Bolsonaro fica dividida com possibilidade de Moro ser vice em 2022

Entre os citados, estava o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli ; o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), José Múcio Monteiro e o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário.

“Ouso dizer que os meus conselheiros , além da população a qual eu devo lealdade, são essas pessoa e aquelas que estão aos seus lados. Por mais que me acusem de autoritário, as decisões que tomou eu ouço grande parte desses atores que acabei de citar. Porque chance de errar é mínima e a chance de vitória passa a ser a maior possível”, afirmou Bolsonaro.

Também presente ao evento, Toffoli afirmou que o Brasil “tem avançado a passos largos” nas ações de combate à corrupção. Isolado na corte no julgamento do compartilhamento de dados financeiros entre os órgãos de investigação, para o qual Dias Toffoli propunha criar barreiras e critérios mais rígidos, o presidente do STF não citou o assunto e, pelo contrário, defendeu uma “ação coordenada” entre as diferentes instituições no combate à corrupção.

“Nesse cenário, compete ao Poder Judiciário atuar com firmeza em todos os desvios apurados pelos órgãos de controle, exercendo o papel pedagógico de desincentivo às práticas delituosas, mas também verificamos hoje o novo papel que tem sido colocado ao Supremo Tribunal Federal e ao Judiciário em geral, é uma interinstitucionalização, uma ação coordenada”, afirmou Toffoli.

Leia mais:  MP defende adoção de critérios técnicos em indicações para embaixador

Leia também: Bolsonaro cita ministros como ‘acerto’ e diz que não vê erros em seu governo

O presidente do Supremo também defendeu que seja aperfeiçoada a legislação envolvendo os acordos de leniência, para criar mais segurança jurídica às empresas que aderem aos acordos e evitam prejuízos à economia.

Comentários do Facebook
publicidade

Política

Esgotamento: Aracruz tem projetos, mas precisa de recursos

Publicado

em

Aracruz tem 42% de cobertura de rede e tratamento de esgoto e espera até 2026 alcançar a universalização do saneamento. Os projetos executivos para as obras já foram elaborados e investimento total gira em torno de R$ 253 milhões. Mas, segundo o diretor-geral do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) municipal, Elias Antônio Coelho Marochio, o problema é a falta de recursos para colocar as obras em prática, que ainda precisam ser captados.

Na reunião da Frente Parlamentar de Fiscalização de Obras de Coleta e Tratamento de Esgoto no ES, realizada nesta quinta-feira (12), o diretor cobrou uma linha de financiamento, sobretudo junto ao governo do Estado, uma vez que só a taxa paga pela população pelo serviço não é suficiente para ampliar o sistema. “Hoje os Saaes estão meio que órfãos, não temos uma linha de financiamento”, afirmou.

De acordo com ele, o governo tem investido muito na Cesan. A autarquia inclusive assumirá a distribuição de água e a rede de esgoto e tratamento na região da orla, muito em função dos investimentos empresariais, como o estaleiro Jurong, e ao apelo turístico do local – aliviando em R$ 100 milhões (do total de R$ 253 milhões) os investimentos municipais previstos.

Cesan x Saae

O sistema de funcionamento híbrido despertou questionamento do deputado Gandini (Cidadania), presidente da FP. Se a Cesan já vai assumir a orla, perguntou, por que não poderia ficar encarregada por todo o sistema de saneamento de Aracruz (que inclui outras três regiões). “Pelo que estou vendo o Saae não tem condição nenhuma de executar (os investimentos)”.

Elias associou o crescimento da Cesan aos recursos que o governo do Estado aloca na companhia, pois “tarifa não paga o negócio”. “Por que o governo investe só na Cesan? Vamos lembrar aqui que Aracruz e os demais municípios compõem o caixa do governo”, avaliou. Se isso fosse feito, o serviço poderia ser tocado pelo Saae porque apresenta custo operacional menor.

Leia mais:  Lula compara Bolsonaro a 'desastre' e diz que PT vai polarizar em 2022

Para o vice-prefeito de Aracruz, Lucio Zanol (PTN), essa dificuldade estaria associada à visão que a população local tem sobre a Cesan, de uma empresa que cobra tarifas altas. Para que essa mudança fosse colocada em prática, seria necessário aprovar uma lei na câmara municipal e os vereadores sofreriam pressão dos moradores da cidade, ponderou.

Para o morador da Barra do Sahy Jean Pedrini a proximidade do Saae com a comunidade não pode ser esquecida. “Geralmente os trabalhadores são pessoas ligadas à comunidade”, explicou. “Eles entendem o Saae como uma família, uma extensão de sua casa”. 

Já o representante da Cesan Luiz Cláudio Victor Rodrigues adiantou que o contrato para o início das obras na orla será assinado nos próximos dias, com prazo de entrega em 6 anos. Ele não descartou que a companhia assuma o serviço em todo o município. “É muito importante para gente que esse sistema funcione, que o contrato dê certo, e que a gente possa evoluir. Quem sabe a gente não evolui para o município inteiro?”, finalizou. 

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional6 minutos atrás

Mãe descobre que filha de 7 anos é abusada pelo ex-padrasto

O acusado ameaçava a criança dizendo que, se ela contasse sobre os abusos para alguém, mataria ela e a mãe...

Regional12 minutos atrás

Carro desgovernado bate em muro e motorista morre em Nova Venécia

Motorista perdeu o controle da direção numa ladeira; uma das suspeitas é de que o motorista tenha passado mal enquanto...

Política13 minutos atrás

Esgotamento: Aracruz tem projetos, mas precisa de recursos

Aracruz tem 42% de cobertura de rede e tratamento de esgoto e espera até 2026 alcançar a universalização do saneamento....

Política19 minutos atrás

TSE aprova normas para eleição municipal de 2020

Outra resolução aprovada nesta quinta-feira foi a que regulamenta a realização de pesquisas de intenção de voto O plenário do...

Internacional26 minutos atrás

Boca de urna indica vitória do Partido Conservador no Reino Unido

arrow-options Boris Johnson no Parlamento Legenda de Boris conseguiu obter larga vantagem perante Jeremy Corbyn A primeira pesquisa de boca...

Entretenimento26 minutos atrás

Rainha Elizabeth promete pagar R$ 245 mil para quem cuidar de suas redes sociais

Enquanto no Brasil o número de desempregados já ultrapassa os 12 milhões, a Rainha Elizabeth está sempre com novas oportunidades...

Mulher26 minutos atrás

Horóscopo do dia: previsões para 13 de dezembro de 2019

arrow-options Marcelo Dalla O horóscopo do dia apresenta a previsão para o seu signo e ascendente Leia também: Quer saber...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana