conecte-se conosco


Economia

Bilionários perdem US$ 388 bilhões no mundo, mas ganham US$ 3 bilhões no Brasil

Publicado

em

source
dinheiro arrow-options
shutterstock

dólar

O ano passado não foi bom para os donos das maiores fortunas do mundo, revela relatório “O efeito bilionário”, elaborado pelo banco suíço UBS e pela consultoria PwC. No total, os bilionários perderam US$ 388 bilhões em 2018, a primeira queda registrada desde 2015, e o seleto grupo perdeu 57 integrantes, fechando o ano com 2.101 pessoas com mais de um bilhão de dólares. No Brasil , mesmo com a crise econômica, o número de bilionários cresceu de 42 para 58, e a fortuna conjunta deles aumentou de US$ 176,7 bilhões para US$ 179,7 bilhões.

Mesmo com as perdas, os 2.101 bilionários possuíam em 2018, juntos, US$ 8,5 trilhões. Isso representa 10% do produto interno bruto de todo o planeta em 2018, que foi de US$ 85,8 trilhões, segundo o Banco Mundial. A queda no ano passado, de 4,3%, foi a primeira desde 2013. No período, entre 2013 e 2018, a fortuna dos bilionários cresceu 34,5%.

Leia também: Dólar supera R$ 4,16 e fecha no maior valor em três semanas

“O boom bilionário nos últimos cinco anos sofreu uma correção natural”, afirmou o diretor de gerenciamento de fortunas do UBS, Josef Stadler, justificando o ajuste a “mudanças e oscilações nas bolsas de valores devido à incerteza geopolítica”.

No caso, essa incerteza é a guerra comercial iniciada por Washington contra Pequim no ano passado, que continua sem solução. Segundo o relatório, as maiores perdas aconteceram na Ásia, sobretudo na China , que perdeu 48 bilionários ano passado, restando 325 pessoas donas de mais de US$ 1 bilhão. A riqueza dos bilionários chineses diminuiu 12,3%, sendo que metade desta queda se deve à depreciação do yuan frente ao dólar.

Leia mais:  CPI do BNDES decide ouvir o ex-presidente Joaquim Levy

Leia também: IBGE revisa crescimento do PIB de 2017 de 1% para 1,3% 

Mesmo assim, a região da Ásia-Pacífico concentra o maior número de bilionários, com 754, frente a 749 bilionários nas Américas e 598 na Europa e Leste Europeu. Os bilionários asiáticos somam fortuna de US$ 2,5 bilhões, enquanto europeus têm US$ 2,4 bilhões e americanos, US$ 3,6 bilhões.

O relatório destaca os “empreendedores da tecnologia, que estão injetando dinamismo na economia global, além do seu próprio setor. Não é por acidente que a tecnologia foi a única indústria onde os bilionários aumentaram suas riquezas em 2018, em 3,4%, para US$ 1,3 trilhão. Suas fortunas quase dobraram nos últimos cinco anos, crescendo 91,4%. Empreendedores de software, internet e equipamentos eletrônicos construíram negócios poderosos ao longo dos últimos 30 anos. Entretanto, pioneiros liderando o futuro de subsetores como comércio eletrônico, fintechs, aplicativos de motoristas e sistemas de dados estão crescendo rápido”.

Leia também: Ele está chegando: consultor dá 5 dicas para gastar o 13º de maneira inteligente

Os EUA continuam como o país com o maior número de bilionários, com 607 pessoas que somam US$ 3,1 trilhões em riquezas. A China, mesmo com a queda em 2018, segue logo atrás, com 325 bilionários, com US$ 982 bilhões.

“Mas vendo ao longo de cinco anos, 2018 foi apenas um buraco na estrada”, diz o relatório. “Os empreendedores da China emergiram rapidamente para se tornarem o segundo maior grupo de bilionários neste período, ultrapassando a Rússia. Suas riquezas triplicaram, crescendo 202,6%. No fim de 2018, a China era lar de quase um oitavo de toda a riqueza dos bilionários de todo o mundo”.

Comentários do Facebook
publicidade

Economia

Bolsonaro diz que proposta de reforma administrativa está quase pronta

Publicado

em

source
Bolsonaro cochichando no ouvido de Paulo Guedes arrow-options
Antonio Cruz/Agência Brasil

Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes

O presidente Jair Bolsonaro declarou neste domingo que a reforma administrativa que o governo vai enviar ao Congresso está praticamente pronta. Sinalizou também que uma abertura comercial do país será gradual para não quebrar a indústria nacional. Em visita oficial à Índia, Bolsonaro participou, como convidado de honra, das celebrações do Dia da República, que celebra os 70 anos de Constituição da Índia.

Leia também: Uma nova reforma da Previdência será necessária em dez anos

“A Índia está na economia à nossa frente. O que falta para a gente crescer? Onde está o problema? Eu poderia falar, mas não vou falar para não dar manchete aos jornais amanhã”, disse à imprensa.

Mas, pouco depois, acrescentou: “Com essa sinalização da menor taxa de juro no Brasil, melhorando o ambiente para negócios, abrindo um pouco, desburocratizando, desregulamentando, a saída é por aí”.

Ao ser perguntado se poderia seguir a decisão do governo da Índia de reduzir o imposto sobre as companhias, em meio à insatisfação indiana com ”apenas” 5% de crescimento da economia, Bolsonaro citou o ministro Paulo Guedes.

“O Guedes já me disse que se fizer de uma hora para outra ele quebra a indústria nacional. Tem que ser devagar. Impostos não sou eu, governo federal, tem os estados e municípios. Aqui tem muita gente humilde com celular na mão. Porque tem empresas nacionais, e o imposto é muito baixo em cima disso”, afirmou.

E acrescentou: “Temos uma dívida interna monstruosa, uma folha de ativos e inativos muito grande, e não podermos fazer essas coisas de uma hora para outra”.

Leia mais:  Governo amplia refinanciamento para caminhoneiros

No ano passado, no Fórum Econômico Mundial, o ministro da Economia, Paulo Guedes , prometeu corte pela metade do imposto sobre as empresas, inclusive para atrair mais investimentos e lembrando que os EUA tinham baixado também a taxa.

O presidente destacou que continuará a promover a desburocratização, citando como exemplo a demora de quase seis meses para “desembaraçar” uma moto náutica que vem do exterior.

Reforma administrativa

Bolsonaro foi indagado sobre qual seria a prioridade do governo já que os parlamentares, a partir do segundo semestre, estarão focados nas eleições municipais de outubro. O presidente afirmou que a reforma administrativa está praticamente pronta, “só falta a última palavra do Paulo Guedes”.

“A reforma tributária também é importante. Temos que aproveitar porque a partir de junho tem as eleições municipais”.

Bolsonaro não disse qual projeto de reforma será enviado primeiro, respondendo que ”tanto faz a ordem, o Paulo Guedes decide lá”. Sobre a reforma tributária, limitou-se a dizer que é para simplificação de impostos”.

Leia também: Brasil e Índia se comprometem a dobrar comércio bilateral até 2022

Fontes do governo tem sinalizado que a reforma administrativa que o governo pretende encaminhar ao Congresso será feita em fases, ou seja, composta por Proposta de Emenda Constitucional (PEC), projetos de leis e decretos. A expectativa é de que tudo esteja aprovado e implementado até 2022.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento31 minutos atrás

Saiba quem é o novo namorado de Maraísa

Maraísa deixou recentemente o time de solteiras e o escolhido da irmã de Maiara acabou sendo revelado pela própria cantora...

Entretenimento31 minutos atrás

Grazi Massafera almoça com Caio Castro e a filha Sofia em São Paulo

Grazi Massafera juntou Caio Castro e a filha Sofia para um almoço de domingo em São Paulo. O casal estava...

Entretenimento31 minutos atrás

Morre o cantor e compositor Tunai, irmão de João Bosco, aos 69 anos

O cantor e compositor Tunai morreu na manhã deste domingo, de causas ainda não confirmadas, em sua casa, no Rio...

Economia31 minutos atrás

Bolsonaro diz que proposta de reforma administrativa está quase pronta

arrow-options Antonio Cruz/Agência Brasil Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes O presidente Jair Bolsonaro declarou neste domingo...

Nacional44 minutos atrás

Avó morre ao receber notícia do falecimento do neto, após acidente de moto

arrow-options shutterstock Acidente de moto tirou a vida de Leonardo Barbosa, de 18 anos; testemunhas dizem que rapaz perdeu controle...

Nacional1 hora atrás

Por chuvas, nove pessoas morreram e 8 mil estão desabrigadas no Espírito Santo

Em boletim divulgado na manhã deste domingo (26) a Defesa Civil do Espírito Santo atualizou para 8.167 o número de...

Entretenimento3 horas atrás

Laura Neiva baba e mostra rostinho da filha pela primeira vez

Laura Neiva mostrou o rostinho da filha pela primeira vez para comemorar primeiro mês de vida de Maria, sua primogênita...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana