conecte-se conosco



Economia

Auxílio Emergencial de julho e agosto será dividido em três parcelas

Publicado

em

 

 

source

O governo federal decidiu dividir o valor do auxílio emergencial de julho e agosto em três parcelas. No mês de julho, as pessoas irão receber o valor normalmente, em uma parcela de R$ 600. Já em agosto, o valor de R$ 600 será dividido em duas parcelas, sendo uma no começo do mês e outra no fim.

Desta forma, o governo planeja passar a sensação de prolongamento do recurso para quem necessita do auxílio. Na prática, os valores são os mesmos.

“Temos aquele dilema. Ou você dá um valor alto por pouco tempo ou dá valor mais baixo e estica um pouco. Vamos por essa solução”, disse o Ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta terça-feira (30).

Paulo Guedes%2C ministro da Economia
Reprodução

Paulo Guedes, ministro da Economia

“A lei obriga o pagamento de R$ 600 em um mês e R$ 600 no outro. Então vamos fazer três meses de cobertura, com dois pagamentos em um mês”, argumentou Guedes .

O valor de cada parcela dos R$ 600 que serão entregues em agosto ainda não foi anunciado. Sobre o assunto, o ministro da Economia afirmou que “Todos sabem que se gastar gasolina demais, o tanque acaba mais rápido. Programas que poderiam se estender por mais tempo, acabam pressionando fiscalmente e você então tem que ceder. Ao invés de colocar R$ 600, de repente tem que colocar um número mais baixo para poder alongar mais. Se quer cobrir três ou quatro meses, precisa pagar um valor menor, senão o País estoura”.


Fonte: IG ECONOMIA

Comentários do Facebook

Economia

Espírito Santo registra aumento de 30% em renegociação de dívidas

Publicado

em

Ofertas de flexibilização para o pagamento, além de facilidades para entrada e prestação a prazo, são alguns dos motivos pelo aumento da demanda

A pandemia do COVID-19 desencadeou uma crise econômica que tem assustado o mundo inteiro. Com a possível recessão global batendo à porta, milhares de pessoas veem a renegociação de dívidas como uma forma de amenizar os impactos na vida financeira. A QuiteJá , plataforma 100% digital de recuperação de crédito, registrou no estado do Espírito Santo um aumento de 30% em números de acordos realizados nos últimos meses.

De acordo com dados da Confederação Nacional de Comércio (CNC), a taxa de endividamento entre brasileiros chegou a 66,5%. Dentre as principais dívidas, estão as de cartão de crédito, cheque especial, crédito pessoal, consignado e financiamento de carros e imóveis.

De acordo com o CEO da plataforma, Luiz Henrique Garcia, mesmo vivendo um momento de crise e com o quadro econômico frágil, a época é boa para renegociar dívidas e manter o nome limpo na praça. “Posso afirmar que o momento é sim o ideal para negociar, talvez seja o melhor dos últimos tempos. Com este quadro de forma geral, praticamente, todos os bancos ou redes varejistas estão com excelentes opções e ofertas de desconto, prazos para pagamento e taxas de juros favoráveis. Portanto, se o cliente possui hoje condição de negociação, o ideal é não perder tempo e correr para aproveitar, pois, é uma ótima oportunidade de negociar dívidas”, declarou.

A procura pela startup tem um principal motivo, as ofertas de flexibilização para o pagamento, além de facilidades para entrada e prestação a prazo. A startup já alcançou a faixa de de 2 milhões de boletos pagos.

Criada em 2016 por Luiz Henrique Mensch Garcia e Rafael Abreu, a QuiteJá oferece suporte durante todo o processo de pagamento, apresentando oportunidades e planos de negociação, e sugerindo descontos que beneficiem todos os envolvidos. Com atuação nacional, a empresa já ajudou mais de 600 mil brasileiros a regularizarem os seus débitos. Em um cenário com 63,8 milhões de inadimplentes no país, a empresa estima dobrar o crescimento ao longo de 2020.

Alguns resultados da QuiteJá em 2020:

Acordos pagos pela QuiteJá: 600 mil

Valor aproximado recebido e repassado aos credores: R﹩ 220.000.000,00 (duzentos e vinte milhões de reais), sendo mais de R﹩ 55.000.000,00 (cinquenta e cinco milhões), só nos 4 primeiros meses de 2020.

Média de boletos pagos por mês: 110 mil boletos.

Desconto concedido: R﹩ 1,2 bilhões de reais em desconto já concedidos aos usuários.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Regional11 minutos atrás

Assalto quase termina em morte em Pedro Canário

Um assalto à uma padaria no início da noite desta terça-feira, localizada na Avenida Francisco Porfírio no centro do Distrito...

Internacional17 minutos atrás

Uso de máscaras pode controlar covid-19 em até 8 semanas, diz CDC

. O diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), Robert Redfield, afirmou que se...

Política17 minutos atrás

Ex-ministro Geddel Vieira Lima tem prisão domiciliar concedida pelo STF

Valter Campanato/Agência Brasil Ex-ministro Geddel Vieira Lima Uma liminar deferida pelo ministro Dias Toffoli no Supremo Tribunal Federal (STF) na...

Política47 minutos atrás

Sessão ordinária: pauta com oito urgências

. Em sessão ordinária na manhã desta quarta-feira (15), o Plenário analisa oito projetos que estão em caráter de urgência....

Política47 minutos atrás

Mourão reúne Conselho da Amazônia após pressão por medidas contra desmatamento

Isac Nóbrega/PR Vice-presidente Hamilton Mourão O vice-presidente da República, Hamilton Mourão , afirmou que pretende retirar as Forças Armadas de...

Esportes47 minutos atrás

Com rivalidade intensa, Fla-Flu encerra Carioca marcado por polêmicas

  . Não há como falar em Fla-Flu sem lembrar de Mário Filho e Nelson Rodrigues. Os dois irmãos, que...

Mulher47 minutos atrás

Tortoise Eye Makeup: aprenda a fazer a maquiagem que é tendência no Instagram

    Esqueça aquele animal print que você está acostumada, como listras de zebras e pintas de onças. A moda...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!