conecte-se conosco



Tecnologia

Autoridades pedem para WhatsApp adiar implantação de política de privacidade

Publicado

em


source
Nova política de privacidade passariam a valer a partir de 15 de maio
Karol Albuquerque

Nova política de privacidade passariam a valer a partir de 15 de maio

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) , a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e o Ministério Público Federal (MPF) emitiram uma recomendação nesta sexta-feira (07) para que o WhatsApp adie a implementação da nova política de privacidade do aplicativo.

As novas normas colocadas pelo aplicativo vem causando polêmica desde o anúncio em outubro do ano passado. O principal ponto de discussão seria um “consentimento forçado” imposto pelo aplicativo para que os usuários permitissem o compartilhamento de informações de usuários com outras empresas do grupo Facebook.

O usuário que não concordar com a nova regra não poderia mais usar o aplicativo. Por conta da polêmica, a empresa decidiu adiar a implementação da política, que seria em janeiro, para o próximo dia 15 de maio.

No entanto, no documento enviado ao WhatsApp e ao Facebook, os órgãos recomendam um novo adiamento até que a empresa adote as recomendações feitas. Entre elas, que os usuários que não aceitarem a nova política de privacidade possam continuar utilizando o aplicativo.

Na recomendação, os órgãos ressaltam que a nova política de privacidade pode representar uma violação aos direitos dos usuários e que a empresa ainda não adequou suas normas à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) .

Você viu?

“Sob a ótica da proteção e defesa do consumidor, a restrição de acesso às conversas e aos arquivos bem como a outras funcionalidades do aplicativo WhatsApp caso não haja adesão aos termos de uso limita desproporcional e indevidamente o direito do consumidor”, diz o pedido.

O Cade, MPF, ANPD e a Senacon ainda recomendaram que o Facebook não faça nenhum tipo de tratamento de dados recebidos pelo WhatsApp até que os órgãos reguladores se posicionem sobre o tema.

O WhatsApp tem até a próxima segunda-feira (10) para responder os pedidos feitos pelos órgãos.

Comente Abaixo
Nacional18 minutos atrás

Ex-ministro de Ciência e Tecnologia Marco Antônio Raupp morre aos 83 anos

Divulgação/Unifesp Morre Marco Antônio Raupp, aos 83 anos, ex-ministro de Ciência e Tecnologia O ex-ministro de Ciência e Tecnologia Marco...

Mulher48 minutos atrás

Sabrina Sato curte com a filha em praia nos bastidores de “Ilha Record”

Reprodução/Instagram Sabrina Sato curte praia com a filha após gravações de novo reality show Com o fim das gravações de...

Polícia Federal1 hora atrás

Polícia Federal apreende R$ 212 mil em Corumbá

Corumbá/MS – A Polícia Federal apreendeu, na sexta-feira (23/7), R$ 212 mil em espécie, na posse de um homem que...

Polícia Federal1 hora atrás

PF prende foragido uruguaio no litoral de Santa Catarina

A Polícia Federal, em atuação conjunta do ECN/Interpol/Brasília, localizou e prendeu neste sábado (24/7) um cidadão uruguaio procurado por estupro...

Entretenimento1 hora atrás

SBT convida ex-participantes de ‘No Limite” para programa deste domingo

Paulo Vito Globo vive fracasso com No Limite, provoca prejuízo milionário e vê SBT roubar mina de ouro%3 Nesta quinta-feira...

Saúde2 horas atrás

Anvisa encerra análise de pedido de uso emergencial da Covaxin

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu por unanimidade, neste sábado (24), encerrar o processo que tratava da autorização temporária de uso emergencial, em...

Mulher2 horas atrás

Faça você mesmo: 4 truques infalíveis para pintar as paredes!

Reprodução: Alto Astral Faça você mesmo: 4 truques infalíveis para pintar as paredes! De tempos em tempos surge aquela vontade...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!