conecte-se conosco



Esportes

Atlético Mineiro faz só dois e cai na Copa Sul-Americana

Publicado

em

“Não tenho que olhar para trás. Posso olhar o futuro com muita expectativa pela demonstração da equipe.” Como essas palavras, o técnico Rafael Dudamel avaliou a vitória de 2 a 0 do Atlético Mineiro sobre o Union Santa Fé, da Argentina, ontem (20) à noite na Arena Independência em Belo Horizonte.

Os gols do venezuelano Otero e do meia Hyoran, entretanto, não foram suficientes para os mineiros reverterem os três gols de vantagem do jogo na Argentina. O comandante venezuelano encontrou o vilão para mais essa eliminação do Galo: o preparo físico. “Esses mata-matas são decididos em pequenos detalhes. Acho que nos faltou aquela gasolina extra em vários momentos determinantes da partida.”

Derrota na Argentina

Para o meia Hyoran, ex-Palmeiras e Chapecoense, esse foi o principal pecado da equipe. “Demos o máximo. Sabíamos que era muito difícil. A estratégia era abafá-los. E deu certo no primeiro tempo com os dois gols. Pressionamos também no segundo. Mas, não deu. A gente fica triste. O pecado foi a ida lá na Argentina. Não poderíamos ter tomado aqueles três gols”, disse o meia, autor do segundo gol do Atlético, em entrevista à DAZN.

Três zagueiros

A principal novidade da escalação de ontem foi o esquema com três zagueiros: Igor Rabelo (pela direita), Réver (como “líbero”) e Gabriel (pela esquerda). “Esses jogadores me permitiram, na rotação de bola, encontrar bons espaços para o Guga e para o Arana nas alas”, avaliou o comandante.

Restante da temporada

Depois da primeira eliminação do ano, resta ao Atlético brigar pelo título do Campeonato Mineiro (no qual ocupa a quarta posição), da Copa do Brasil (na próxima semana haverá o confronto contra o Afogados de Pernambuco) e do Campeonato Brasileiro no segundo semestre.

Outros jogos

Depois de fazer 2×0 na Colômbia, o Millonários foi até La Paz e, com a derrota por 1×0 para o Always Ready, se garantiu na próxima fase da Sul-americana. O Fénix do Uruguai é outra equipe classificada, depois da vitória em casa e do empate fora contra o El Nacional, do Equador. O Emelec do Equador também segue adiante na competição. A classificação veio com 5×0 no placar agregado contra o Blooming da Bolívia

Edição: Graça Adjuto

Comentários do Facebook

Esportes

Marcelo Melo admite situação adversa e apoia cancelamento de Wimbledon

Publicado

em

.

Principal tenista brasileiro da atualidade, Marcelo Melo se pronunciou nesta sexta-feira (3) sobre o cancelamento da edição deste ano do torneio de Wimbledon, uma das quatro maiores competições do circuito da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), os chamados Grand Slams. A competição, suspensa em função da pandemia do novo coronavírus (covid-19), não será disputada pela primeira vez desde 1945, último ano da Segunda Guerra Mundial.

“É uma notícia triste para nós, tenistas, e para os fãs do torneio e de tênis. É um dos meus torneios favoritos, principalmente depois do título (de duplas) que a gente (ele e o polonês Lukasz Kubot) teve lá em 2017. Mas, a gente entende que a situação é adversa. Agora não tem realmente como ir lá (Londres, Reino Unido) jogar o torneio. Vamos ter que esperar mais um ano para voltar ao templo sagrado”, declarou.

Ouça na Rádio Nacional

 

O mineiro de 36 anos não joga desde 24 de fevereiro, quando foi campeão de duplas no ATP de Acapulco (México) ao lado de Kubot. Na ocasião, eles venceram os colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal, atualmente os dois melhores paceiros do ranking mundial, por 2 sets a 1. O brasileiro está nos Estados Unidos, em Tampa, na Flórida, para onde viajou no início de março após o título, mas os torneios que jogaria foram cancelados.

“Não tenho certeza de quando a gente voltará a jogar”, reconheceu Marcelo, após a ATP ter prorrogado a suspensão do circuito até, pelo menos, 13 de julho. “A gente espera que essa situação termine o quanto antes para voltar às quadras”, concluiu o atleta, atualmente em quinto no ranking mundial de duplas.

Antes dele, o Brasil já havia alcançado o topo em Wimbledon com Maria Esther Bueno. A tenista, que faleceu em 2018, foi tricampeã de simples (1959, 1960 e 1964) e pentacampeã de duplas (1958, 1960, 1963, 1965 e 1966) no torneio britânico.

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários do Facebook
Continue lendo
Estadual2 minutos atrás

BOLETIM SALA DE SITUAÇÃO – 03/04/2020

. O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, anunciou, nesta sexta-feira (03), a ampliação do período de fechamento das escolas...

Mulher2 minutos atrás

Entenda o que é Naked Challenge, nova febre das redes sociais

Um dos principais vilões entre a relação a dois é o videogame. Mas a nova tendência da internet tem uma...

Nacional36 minutos atrás

Óbitos em São Paulo pelo novo coronavírus triplicam em sete dias

arrow-options Veja SP/ Divulgação Quarentena continua valendo na capital paulista Os óbitos relacionados ao novo coronavírus no estado de São...

Estadual43 minutos atrás

ES tem mais 15 casos confirmados de Covid-19 e total chega a 154

Informação foi divulgada durante pronunciamento transmitido pela internet, nesta sexta-feira (3). O Espírito Santo registrou 15 novos casos de novo...

Educação44 minutos atrás

Covid-19: Aulas no ES suspensas até 30 de abril

Medida tem como objetivo evitar o avanço do novo coronavírus no estado. Também continua suspenso o passe escolar. As aulas...

Internacional49 minutos atrás

Mortes em asilos aumentam número de vítimas na França

arrow-options Polícia Nacional Francesa/Twitter Quase 5.400 vidas foram perdidas por causa da epidemia O número de mortes causadas pela Covid-19...

Política49 minutos atrás

“Médico não abandona paciente”, diz Mandetta sobre pedir demissão

arrow-options Isac Nóbrega/PR Ministro Luiz Henrique Mandetta O ministro Luiz Henrique Mandetta negou novamente durante em entrevista coletiva nesta sexta-feira...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana