conecte-se conosco



Direto de Brasília

Argentinos tomam a principal avenida de Buenos Aires em protesto contra fome

Publicado

em

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro e o argentino Maurício Macri arrow-options
Marcos Corrêa/PR
Ao lado de Macri, Bolsonaro disse ter medo do surgimento de novas Venezuelas na região

BUENOS AIRES – Milhares de manifestantes tomaram nesta quarta-feira a Avenida 9 de julho, a principal de Buenos Aires, para pedir a decretação de emergência alimentar na  Argentina  , mergulhada em uma grave crise econômica  e em plena corrida para as eleições presidenciais de 27 de outubro. Houve confrontos com a polícia quando os manifestantes tentaram interromper o trânsito de ônibus na região.

Militantes de movimentos sociais anunciaram que acamparão por 48 horas, desde a noite desta quarta, na avenida central portenha, num dia em que também organizaram ondas de manifestações na Plaza de Mayo , em frente a Casa Rosada , sede da Presidência argentina. Famílias inteiras, com filhos pequenos, se apresentaram para acampar na avenida, com cobertores e brinquedos.

Leia também: Possível derrota de Macri preocupa governo Bolsonaro sobre acordos encaminhados

O Congresso da Argentina deve receber nesta quinta-feira um projeto de lei de emergência alimentar que permitiria elevar os recursos destinados a subsídios à população mais necessitada.

“Queremos a abertura de programas sociais. Também queremos aumento de verbas para os programas vigentes e aumento das merenda para as escolas “, declarou Eduardo Belliboni, um dos líderes do protesto.

A Argentina, que leva adiante um severo programa de ajuste fiscal , se encontra em recessão desde 2018, com uma taxa de inflação das mais altas do mundo (25% de janeiro a julho) e aumento da pobreza (32% em 2018) e do desemprego (10,1% no primeiro trimestre de 2019). Em 2018, o Fundo Monetário Internacional (FMI) concedeu um empréstimo de US$ 57 bilhões para o país, dos quais desembolsou US$ 44 bilhões até agora.

Leia também: ‘Espero que Argentina reflita sobre visita de candidato a Lula’, diz Bolsonaro

Mas a crise argentina se aprofundou em agosto depois que o candidato do peronismo de centro-esquerda Alberto Fernández, que tem a ex-presidente e atual senadora Cristina Kirchner como companheira de chapa, obteve 47% dos votos e 15 pontos de vantagem sobre o atual presidente, o liberal Mauricio Macri , nas Primárias Abertas Simultâneas e Obrigatórias (Paso), consideradas como uma prévia em escala real do primeiro turno das eleições presidenciais. No país, para vencer a eleição no primeiro turno, é preciso que um candidato tenha 45% dos votos, ou 40% com uma diferença de ao menos 10 pontos sobre o segundo colocado.

Segundo a FAO, Venezuela, Guatemala e Argentina são os países da América Latina em que a fome mais aumentou em 2018.

Comentários do Facebook

Direto de Brasília

Alexandre de Moraes vota a favor de prisão após segunda instância

Publicado

em

source
Ministro Alexandre de Moares arrow-options
Rosinei Coutinho/SCO/STF

Ministro votou contra o ministro Marco Aurélio

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes votou a favor do cumprimento antecipado de pena após condenação em segunda instância . Com o voto, o placar está em 1 a 1 após o ministro Marco Aurélio Mello votar contra a pauta.

No início da leitura do voto, Moares disse que “toda vez que se altera a jurisprudência se fala em evolução”, mas que, às vezes, também há uma “involução”.

Acompanhe ao vivo: STF retoma julgamento sobre prisão em segunda instância

Em seguida, o ministro fez uma defesa da democracia e ciriticou ameaças à Corte. “Paixões políticas e ideológicas resultaram em ameaças ao STF, muito acima das salutares  manifestações de uma democracia. Relatores foram chamados de levianos e corruptos por ter uma posição contrária”, afirmou.

Na sustentação do voto, Moraes disse que “alterações de posicionamento não produziram nenhum impacto significativo no sistema penitenciário nacional” e que não vê que os princípios de presunção de inocência e de não culpabilidade serão feridos. “A decisão de segundo grau é fundamentada”, completou.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Tecnologia1 minuto atrás

Google Chrome lança função para impedir downloads inseguros; saiba ativar

arrow-options Unsplash Saiba ativar a ferramenta que vai impedir downloads maliciosos O Google Chrome é um dos navegadores mais populares,...

Tecnologia1 minuto atrás

Tinder vai lançar série interativa que influencia nos ‘matches’

arrow-options Reprodução Na série, quem toma as decisões é o usuário Para quem participou da experiência interativa promovida por ‘...

Política14 minutos atrás

Justiça vai ouvir membros da Lava Jato sobre outdoor que propaga força-tarefa

arrow-options Reprodução Outdoor exalta a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba Procuradores da força-tarefa da Lava Jato serão ouvidos pela...

Esportes14 minutos atrás

Queda corintiana na pré-Libertadores tem "déjà-vu" de carrascos

Fernando Fernández. Guaraní, do Paraguai. Cinco anos depois, eles foram mais uma vez os algozes do Corinthians em uma Libertadores....

Esportes14 minutos atrás

Novidade, quarteto ofensivo encaminha vaga do Bahia na Sul-Americana

Após a eliminação para o River, do Piauí, pela primeira fase da Copa do Brasil, e a derrota no clássico...

Mulher35 minutos atrás

Mulher desembolsa R$ 1,5 milhão em plásticas: “Dinheiro bem gasto”

Amanda Lovelie, de 40 anos, tem um objetivo: ter os maiores seios de seu país natal, Escócia. Porém, implantes de...

Nacional1 hora atrás

Rio: Menino é ferido por estilhaço de bala após carro da família cruzar tiroteio

arrow-options Fotos públicas/reprodução Ágatha foi morta por bala perdida. Criança que foi acertada hoje por bala perdida conseguiu sobreviver. Uma...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana