conecte-se conosco


Mundo

“Aqui ninguém se rende”, diz Maduro após dia de protestos na Venezuela

Publicado

em


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, declarou luta às
Reprodução/Twitter
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, declarou luta às “agressões imperiais”; ele acusa os EUA de ser responsável pelo apagão no país


O presidente da Venezuela, Nicolàs Maduro, se manifestou, neste domingo (10), sobre as manifestações a favor e contra seu governo que aconteceram no sábado (9).

Leia também: Manifestações pró e contra Maduro tomam as ruas da Venezuela em meio a apagão

Em uma publicação em uma rede social, Nicolás Maduro
citou que ele e seus apoiadores vão lutar contra as “agressões imperiais”, em referência à sua acusação de que os Estados Unidos é o responsável pelo apagão
que atinge 22 dos 23 estados do país desde a última quinta-feira (7), e disse que ninguém “se renderia.”

“O povo revolucionário cheio de dignidade, nobreza e coragem encheu as ruas de Caracas para ratificar seu firme compromisso de lutar contra as agressões imperiais. Com amor e resistência, superaremos a interferência; Nosso único destino é a vitória. Aqui ninguém se rende”,  escreveu.




Ele ainda disse que  ordenou “o início das ações necessárias para garantir a distribuição de produtos básicos através do #CLAP (Comitês Locais de Abastecimento e Produção), o fornecimento de água potável e os suprimentos necessários para a cidade e hospitais do país”. Desde o apagão
, pelo menos 32 pessoas já morreram
, vítimas de doenças em que os tratamentos foram impossibilitados pela falta de energia elétrica
.

Leia mais:  Menino de 11 anos atira no pai policial por causa de videogame

No sábado (9), Maduro voltou a associar a falta de luz a um ataque hacker do país norte-americano. “Foi utilizada uma tecnologia de alto nível que só os Estados Unidos possuem”, declarou. Segundo ele, o objetivo é desestabilizar seu governo por meio de sabotagem cibernética.

Ele disse que os “ataques cibernéticos” ocorreram por intermédio de pessoas infiltradas na empresa estatal de energia Corpoelec. Para ele, as ações se assemelham a atos de guerra.

Leia também: Número de refugiados venezuelanos deve superar 5 milhões até 2020, diz OEA

Nicolás Maduro
ressaltou, ainda, que os Estados Unidos subestimam o povo venezuelano, que vai reagir. “[Haverá] uma resposta esmagadora e patriotas que amam e defender com coragem, o nosso país”, afirmou.


Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
publicidade

Mundo

Polícia encontra míssil em arsenal de guerra de grupos neonazistas na Itália

Publicado

em

Míssil ar-ar de 800 kg estava junto a fuzis
Polizia di Stato/Divulgação
Míssil estava entre os armamentos encontrados pela polícia

A polícia da Itália encontrou nesta segunda-feira (15) um arsenal com armas de guerra, um míssil e fuzis automáticos de última geração pertencentes a movimentos de extrema-direita e neonazistas . Os artefatos foram encontrados em uma operação realizada no norte do país. Três pessoas foram presas.

Um dos detidos é o italiano Fabio Del Bergiolo, de 50 anos, ex-inspetor antifraude e ex-candidato ao Senado, em 2001, pelo partido nacionalista Força Nova. Na casa de Bergiolo, em Varese, na Lombardia, as autoridades encontraram um verdadeiro arsenal de guerra, com armas de proveniência austríaca, alemã e norte-americana.

Os outros dois detidos são Michele Monti e Fabio Amalio Bernardi, proprietários de um hangar em Rivanazzano Terme, onde foi encontrado um míssil ar-ar de 800 kg usado pelas Forças Armadas do Qatar e avaliado em meio milhão de euros.

A operação, conduzida pelo Serviço Antiterrorismo da Itália e pela Divisão de Investigações Gerais e Operações Especiais (Digos) de Turim, teve como alvo membros de organizações de extrema-direita e começou a partir de uma investigação sobre combatentes italianos na guerra da Ucrânia.

A polícia vinha investigando dois jovens ligados às legendas Força Nova e Casa Pound, além e grupos de skinheads que promovem o nazismo. Através de seus contatos e ramificações, as autoridades italianas encontraram uma série de movimentos neofascistas e o arsenal de guerra. Eles atuam em várias cidades do norte da Itália, como Turim. 

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Leia mais:  Passageiro confunde saída de emergência com banheiro e atrasa voo em 7 horas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Nacional12 minutos atrás

Homem mata mulher após briga por causa de barulho de sanfona

O caso ocorreu em Lavras, no sul de Minas Gerais. A vítima foi morta a facadas e golpes de madeira...

Nacional19 minutos atrás

Influencer morre ao cair do 9° andar um dia após se casar sozinha

Reprodução A influenciadora digital e youtuber Alinne Araújo, 24 anos, morreu nesta segunda-feira (15) ao cair do nono andar do...

Variedades28 minutos atrás

Propaganda de açougue com foto de mulher causa polêmica em Portugal

Uma propaganda viralizou e causou indignação nos portugueses Nesta segunda-feira (15), uma foto de uma propaganda em um açougue de...

Polícia Federal32 minutos atrás

Operação Especialista combate grupo criminoso agia contra agências bancárias e estabelecimentos

Natal/RN – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (16/7) a Operação Especialista, para desarticular grupo criminoso que praticou crimes de...

Polícia Federal32 minutos atrás

PF combate o tráfico internacional de opioide

Florianópolis/SC – A Polícia Federal, em cooperação com a agência norte americana de combate a drogas (DEA), deflagrou nesta terça-feira...

São Mateus36 minutos atrás

Carro é flagrado a 187 km/h na BR-101 em São Mateus

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o excesso de velocidade é a 2ª maior causa de morte nas...

Economia2 horas atrás

Vale assina acordo para indenizar famílias de funcionários mortos em Brumadinho

arrow-options Agência O Globo Acordo garantirá R$ 700 mil para cada família que perdeu um ente na tragédia em Brumadinho...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana