conecte-se conosco


São Mateus

Aposentados demitidos pela Prefeitura de São Mateus vivem em estado de penúria

Publicado

em

SÃO MATEUS (ES) – O clima de instabilidade política vivenciado pelos mateenses desde a posse do Prefeito Daniel Santana Barbosa, o Daniel da Açaí – cassado pela Justiça Eleitoral de Primeira Instância e mantida a cassação pelo Tribunal Regional Eleitoral e pela relatora do TSE, Ministra Rosa Weber, em despacho monocrático – pegou em cheio os servidores públicos municipais. 

No ano passado o prefeito baixou decreto demitindo mais de 300 servidores aposentados pelo INSS há mais de 3 anos, sem lhes ofertar ampla defesa e contraditório, e muitos menos dialogar com a categoria em total afronta a Constituição Federal, conforme denúncia de uma comissão que luta na Justiça para que retornem ao trabalho. 

Atualmente muitos desses servidores pegos abruptamente de surpresa, estão sofrendo com cobranças dos bancos – considerando que fizeram empréstimos consignados, para descontar mensalmente do salário que ganhavam no Município-, advindo daí inúmeras doenças em face da difícil situação que estão vivendo, pois não tem como pagar suas dívidas. 

O FA NOTÍCIAS pode ouvir muitos desses servidores e pode constatar que muitos estão depressivos, sofrendo de pressão alta e inúmeras outras doenças desencadeadas após essa atitude infeliz do atual Prefeito Daniel Santana. 

Alguns desses servidores se manifestaram, todavia pediram para ficarem no anonimato para não serem perseguidos quando retornarem ao trabalho – eles acreditam que a Justiça será feita e voltarão-, dizendo que o Prefeito está perseguindo os servidores públicos municipais efetivos desde o início de sua gestão, cometendo inclusive assédio moral em muitos desses servidores. Eles aguardam que a Justiça seja feita, e possam retornar ao trabalho, considerando que a Constituição Federal permite ao servidor se aposentar pelo INSS e continuar trabalhando até atingir a idade de 75 anos. 

Pelo menos 80% dos 331 servidores efetivos do município mateense, por terem aposentado pelo Regime Geral de Previdência Social (INSS), no dia 24 de outubro de 2018 estão com dificuldades financeiras, já que contraíram empréstimo bancários e não tem hoje condições de arcar com o pagamento. O dinheiro que recebem mal dá para comprar medicamentos para doenças que tem enfrentado como consequência da depressão, pressão arterial alta e outras comuns para a idade da maioria.

E a situação é ainda mais grave quando há denúncias de que já houve casos de três aposentados que morreram em decorrência de doenças que apareceram depois que começaram a enfrentar problemas com agentes financeiros por não terem como quitar os empréstimos que contraíram.

PENÚRIA

A professora Gelva Maciel Fernandes, moradora de Guriri conta que fez três empréstimos, sendo dois na Caixa Econômica Federal e um no Banco do Brasil e agora não consegue pagar com o que ganha com a aposentadoria. “Eu contava, como a maioria, que iria continuar trabalhando, mas não foi isso que aconteceu. Com as dívidas vieram os problemas de saúde como depressão e insônia”, conta ela, adiantando que uma filha é quem paga sua passagem para consulta médica de dois em dois meses com um psiquiatra no Rio de Janeiro.

Cleonice Oliveira Santos Nascimento já até perdeu as contas de quantos remédios toma diariamente para controle da pressão arterial e outras doenças. Ela, que mora no Bairro Aroeira, devido ao problema decorrente da demissão na Prefeitura esteve à beira da morte. “Só Deus na causa, senti a morte de perto durante cinco dias internada na UTI de um Hospital de Linhares e outros 14 dias no Roberto Silvares. “O dinheiro que recebo mal dá para comprar remédios”, conta, lembrando que pegou o dinheiro do pagamento do Tíquete atrasado para amortecer algumas prestações do empréstimo que fez para ajudar um filho que precisava construir.

Quem também aceitou falar da situação em que se encontra, principalmente da saúde que piorou depois de sua demissão é Elizabeth Fuzaro, 66, moradora do Centro de São Mateus. “Vivendo à base de vários medicamentos, Bete, como é chamada, disse que tem noites que nem consegue dormir, preocupada com o pagamento do empréstimo que contraiu na esperança que continuaria trabalhando depois da aposentadoria. “É desumano o que nos sujeitaram”. 

A esperança desses servidores que também é a dos mateenses é que a Justiça possa dar solução a essa instabilidade política e jurídica em São Mateus, principalmente pelo fato da cidade encontrar-se sem nenhum investimento por parte de empresários, não gerando desenvolvimento e concomitantemente criando postos de trabalho em face dessa incerteza de quem irá administrar o Município até o fim de 2020, e o Chefe do Executivo só tem feito é destruir  obras que já estavam feitas e perseguir os servidores, afirmam os membros da comissão que aguardam uma decisão da ministra  Rosa Weber, relatora do processo de Daniel em Brasília.


OUTRO LADO:

A reportagem tentou fazer contato com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Mateus, através do responsável da pasta, mas às ligações eram remetidas à caixa postal.

A nossa equipe deixou mensagem no aplicativo de mensagens Whatsapp, mas até o momento da postagem da matéria, não obtivemos retorno.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Bandidos invadem lotérica no interior de São Mateus
publicidade

São Mateus

Briga de casal vai parar em delegacia no balneário de Guriri

Publicado

em

Por causa de ciúmes, uma dona de casa identificada pelas iniciais M.A.B.N, moradora de Guriri tentou impedir que o marido com quem convive há oito anos saísse de casa, e os dois acabaram se agredindo e foram parar na Delegacia da Polícia Civil.

A situação aconteceu na tarde desta quarta-feira e foi preciso a intervenção de uma irmã da mulher para que o caso fosse levado ao conhecimento da Companhia da Polícia Militar.

A mulher disse que foi agredida primeiro por tentar que o marido saísse de casa como ele pretendia. Mas o homem contou história diferente. Disse que estava pegando algumas peças em seu guarda roupa para ir até a casa de um amigo quando a mulher, ao tentar impedi-lo acabou se machucando no braço, na fechadura.

Com a intervenção de uma irmã da mulher que a levou para o Hospital Roberto Silvares e do filho do suposto agressor, os dois foram conduzidos para a Delegacia para prestar esclarecimento. A mulher no carro da irmã e o homem no cofre da viatura, mas sem algemas.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Indústria + Avançada, programa do Senai e do Sebrae chega a São Mateus
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Polícia Federal33 minutos atrás

PF deflagra a segunda fase da Operação Terra Prometida em Alagoas

Maceió/AL – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (17/10) a segunda fase ostensiva da Operação Terra Prometida, com o objetivo...

Polícia Federal33 minutos atrás

PF combate crimes contra a ordem econômica em São Paulo

São Paulo/SP – A Polícia Federal, em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado– GAECO...

Polícia Federal33 minutos atrás

Operação Hórus faz novas apreensões no Paraná

Guaíra/PR – Nesta quinta-feira (17/10), diversas apreensões foram realizadas por equipes integradas da OPERAÇÃO HÓRUS, realizada pela POLÍCIA FEDERAL, COBRA/BPFRON/PMPR,...

Polícia Federal33 minutos atrás

PF apreende 255 kg de cocaína em Corumbá/MS

Corumbá/MS – A Polícia Federal apreendeu na quarta (16/10) cerca 255 kg de cocaína, na BR-262,  entre as cidades de Corumbá...

Nacional34 minutos atrás

Casos de sarampo passam dos 8,6 mil em São Paulo

arrow-options Marcelo Camargo/ABr Campanha de vacinação para pessoas entre 15 e 29 anos de idade foi realizada nos municípios de...

Nacional34 minutos atrás

Bombeiros confirmam quinta morte em desabamento de prédio em Fortaleza

arrow-options WHATSAPP/REPRODUÇÃO No vídeo, é possível ouvir pedido de socorro A quinta morte decorrente do desabamento do Edifício Andréa, no...

Nacional34 minutos atrás

Ao tentar fazer baliza em teste, motorista derruba muro do Detran; veja fotos

arrow-options Divulgação/Detran-PR O murro havia sido levantado há apenas uma semana. Durante teste de baliza para tirar a Carteira Nacional...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana