conecte-se conosco



Política

Após se dizer vítima de “invasão”, Augusto Heleno admite que foi “imprudente”

Publicado

em

source
Ministro-chefe do GSI, Augusto Heleno fala em microfone arrow-options
Marcos Corrêa/PR

Augusto Heleno disse que o poder Executivo não deveria ceder às vontades do Congresso

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno , admitiu nesta quarta-feira (19) ter sido “imprudente” ao se deixar filmar afirmando que o governo não poderia aceitar “chantagens” do Congresso . A fala foi captada por uma transmissão ao vivo na conta do Facebook do presidente Jair Bolsonaro, durante cerimônia de hasteamento da bandeira, no Palácio da Alvorada. Mais cedo, Heleno havia dito que divulgação da declaração foi um “lamentável episódio de invasão de privacidade”.

Na manhã desta quarta-feira, Heleno admitiu no Twitter a declaração, ocorrida na véspera, mas criticou o “vazamento” dela. Um usuário da rede social afirmou que ele deveria aprender a utilizar um bloqueador de grampos. “Estava no hasteamento da Bandeira. Eu fui imprudente”, respondeu Heleno.

Leia: Parlamentares seguem Maia e reagem a Heleno: ‘A perda de compostura está se espalhando por todo o governo’, diz Tasso.

Leia também: “Se desejam o parlamentarismo, mudem a Constituição”, diz Augusto Heleno

Em uma sequência de mensagens, o ministro disse que existem “insaciáveis reivindicações de alguns parlamentares”, que reduzem “substancialmente” o orçamento do Executivo, e afirmou que, se há um desejo de implementar o parlamentarismo no Brasil, é necessário alterar a Constituição.

O pano de fundo da discussão é a articulação do Congresso para derrubar vetos de Bolsonaro ao orçamento impositivo, que dá mais poder aos parlamentares. O governo tenta chegar a um acordo para impedir a derrubada de todos os vetos. Caso isso ocorra, o Congresso terá o controle de R$ 30 bilhões.

Em uma reunião, Heleno afirmou a Bolsonaro que o ele deveria “convocar o povo às ruas” para impedir a ação dos parlamentares. Bolsonaro, porém, pediu cautela e aconselhou a articulação política a costurar um novo acordo com o Legislativo.

Comentários do Facebook

Política

Bolsonaro pede à Índia que siga enviando insumos para cloroquina

Publicado

em

source

Neste sábado (04), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou que pediu ao primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, para que seja mantido o fornecimento de insumos para a produção da hidroxicloroquina, medicamento que vem sendo testado no combate à Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus

Leia também: Irmão de Bolsonaro tem lotérica e é beneficiado por medida do governo

Bolsonaro arrow-options
Reprodução Twitter

Bolsonaro em reunião com o primeiro-ministro indiano

“Neste sábado (04), em contato com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, solicitei apoio na continuidade do fornecimento de insumos farmacêuticos para a produção da hidroxicloroquina. Brasil e Índia continuarão grandes parceiros pós-crise do coronavírus , e não mediremos esforços na luta para salvar vidas”, escreveu Jair Bolsonaro em seu perfil no Twitter.

Leia também: Bolsonaro diz que auxílio de R$ 600 começará a ser pago na próxima semana

O presidente também publicou uma foto em que aparece em uma teleconferência ao lado do ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e assessores no Palácio da Alvorada.

Leia também: Irmão de Bolsonaro tem lotérica e é beneficiado por medida do governo

Mais cedo, o mandatário foi ao Twitter anunciar que havia zerado impostos para hidroxicloroquina e azitromicina, e que, “nos próximos dias”, faria o mesmo com o zinco e a vitamina D. “Todos usados no tratamento de pacientes portadores da Covid-19 “, escreveu Bolsonaro . Os medicamentos citados ainda estão sendo testados no combate ao novo coronavírus .

Comentários do Facebook
Continue lendo
Policial2 horas atrás

PRF recupera dois veículos roubados em Linhares-ES

. A Polícia Rodoviária Federal recuperou dois veículos roubados em Linhares. Durante fiscalização na BR-101, na última quinta (02) e...

Nacional3 horas atrás

“Todos terão contato com vírus”, diz secretário-executivo do Ministério da Saúde

arrow-options Reprodução / YouTube João Gabbardo dos Reis, secretário-executivo do Ministério da Saúde, uarta-feira (24) O secretário-executivo do Ministério da...

Nacional4 horas atrás

8 entre 10 mortos de Covid-19 têm fator de risco; diabetes e cardiopatia lideram

Segundo dados do novo Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde , entre os mortos confirmados pela Covid-19 até o momento, oito em...

Internacional4 horas atrás

Um em cada 4 casos de Covid-19 no mundo está nos Estados Unidos

arrow-options undefined Estados Unidos tem 25% dos casos de Covid-19 no mundo Neste sábado (4), os Estados Unidos chegaram a...

Nacional4 horas atrás

Maggiore não tem equipe infectada com Covid-19, apesar da morte de 79 pacientes

arrow-options Divulgação Hospital Sancta Maggiore não teria médicos infectados segundo diretoria. O Hospital Sancta Maggiore, localizado no bairro do Paraíso,...

Estadual4 horas atrás

Secretaria da Saúde divulga 37º boletim da Covid-19

. O Espírito Santo tem 166 casos confirmados do novo Coronavírus (Covid-19) até este sábado (4). Foi registrado o sexto...

Saúde5 horas atrás

Gabbardo: “todo mundo vai ter contato com o vírus”

. O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirmou em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, em Brasília, que...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana