conecte-se conosco



Política

Após prometer ‘não se meter’ nas eleições, Bolsonaro compartilha Russomano

Publicado

em


source
celso russomano
Republicanos

Celso Russomano, candidato à prefeitura de São Paulo pelo Republicanos, busca aproximação com Bolsonaro

Após prometer ficar de fora do primeiro turno das eleições municipais em 2020 e negar que apoiaria candidatos , o presidente Jair Bolsonaro compartilhou em rede social um vídeo de 17 minutos do deputado federal Celso Russomano (Republicanos), postulante à prefeitura de São Paulo pela terceira eleição seguida, retrucando um adversário político de ambos, Kim Kataguiri (DEM-SP), que criticou Bolsonaro depois de o governo ter cobrado explicações a redes varejistas e cooperativas sobre a alta do preço do arroz no Brasil .

Russomano  publicou vídeo falando sobre o preço do arroz, com a intenção de defender Bolsonaro e se aproximar do presidente às vésperas de eleição, algo que o deputado federal também fez nesta semana ao ser oficializado como candidato do Republicanos em São Paulo .

Kim Kataguiri comparou Bolsonaro ao ex-presidente José Sarney, que adotou tabelamento de preços para conter efeitos da inflação, se usando dos “fiscais do Sarney” para monitorar supermercados e demais varejistas pelo Brasil. Bolsonaro, no entanto, voltou a rejeitar a possibilidade de controlar preços: “Nunca sequer pensamos em tabelar algo. Isso nunca deu certo”, postou o presidente em seu Facebook.

No vídeo, Russomano defende Bolsonaro e critica a indústria de beneficiamento do arroz, que controlaria os preços, segundo o deputado. Ao compartilhar o vídeo, o presidente disse se tratar de “uma aula de humildade e conhecimento”. O postulante à prefeitura da maior capital brasileira elogiou também o Ministério da Justiça por buscar entender a cadeia produtiva do arroz e conferir se há sobrepreço.

Comentários do Facebook

Política

Deltan Dallagnol tentou colocar aliado no lugar de Sergio Moro na Lava Jato

Publicado

em


source
Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro
Marcos Corrêa/PR

Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro

Novos aúdios divulgados pelo site  The Intercept Brasil mostram que o procurador Deltan Dallagnol tentou interferir para que um aliado ficasse no comando das investigações da Operação Lava Jato em primeira instância após o então juiz Sergio Moro deixar o cargo para assumir o ministério da Justiça e Segurança Pública do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Em mensagens trocadas por um grupo de procuradores do Paraná no aplicativo de mensagens Telegram em janeiro de 2019, Dallagnol fez uma lista de candidatos à vaga de Moro, elege os preferidos da força-tarefa e planeja afastar da indicação quem, na opinião dele, poderia “destruir a Lava Jato”.

“Caros, vamos visitar as pessoas que seria bom que assumissem a 13ª Vara para convencê-las. Vou levantar nomes bons e vou convidar quem puder pra irmos estimular rs”, escreveu Dallagnol em um chat.

Para cumprir o objetivo, o procurador ainda pediu que outros colegas seus que fossem próximos do presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), responsável pela Justiça Federal do Paraná, tentassem “advogar” junto a ele para que o nome escolhido fosse o de alguém que agradasse a Lava Jato.

A estratégia adotada na articulação do grupo era colocar colocar três magistrados na posição de assessores de um quarto, o veterano Luiz Antônio Bonat . Com esses nomes próximos de Bonat seria possível convencê-lo a disputar a vaga deixada por Moro.

“Ele colocou ali o nome dele por amor à camisa”, narrou Dallagnol. “Então a gente tem que conseguir um apoio. A ideia talvez seria de ter juízes assessores ali designados junto a ele”, completou em um dos áudios.

O plano de se aproximar de Bonat acabou não dando certo, mas ele foi convencido a disputar a vaga. “Aí ontem os juízes estavam preocupados e conseguiram fazer, conseguiram convencer o número 1 da lista, o que é ótimo para nós, assim, simbolicamente, a aceitar o desafio de ir para a 13ª”, diz Dallagnol em outro áudio. No fim, Bonat herdou a cadeira de Moro.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Política13 minutos atrás

Deltan Dallagnol tentou colocar aliado no lugar de Sergio Moro na Lava Jato

Marcos Corrêa/PR Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro Novos aúdios divulgados pelo site  The Intercept Brasil mostram que...

Economia13 minutos atrás

Caixa Econômica inicia pagamento do abono salarial para nascidos em outubro

O Dia Caixa Econômica inicia pagamento do abono salarial para nascidos em outubro Nesta quarta-feira, a Caixa Econômica inicia o pagamento do...

Nacional13 minutos atrás

Após sete meses fechados, museus passam a ser reabertos em São Paulo

Reprodução/Wikipedia Pinacoteca de São Paulo Na última sexta(9), o Governo de São Paulo anunciou que a capital avançou para a...

Entretenimento28 minutos atrás

Atriz que fez Berta, de “Two and a half men”, morre aos 77 anos

Reprodução/CBS via Getty Images Conchata Ferrell A atriz Conchata Ferrell , que interpretou a diarista Berta na série ” Two and a...

Estadual28 minutos atrás

Secti já qualificou cerca de 2 mil adolescentes do Iases por meio de parceria

A Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) já qualificou 1.878 adolescentes atendidos pelo Instituto de Atendimento Socioeducativo...

Estadual28 minutos atrás

Secont fortalece atuação do controle interno nos órgãos do Poder Executivo Estadual

O Sistema de Controle Interno Estadual ganhou força com a publicação, nesta terça-feira (13), da Resolução 022/2020, do Conselho do...

Economia43 minutos atrás

Membros do Ministério da Economia recebem acima do teto salarial de servidores

MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL Não recebendo jetons, Paulo Guedes ganha menos que outros funcionários da área Integrantes da cúpula do Ministério...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!