conecte-se conosco



Esportes

Apesar da covid-19, CBF conta com jogadores que atuam na Europa

Publicado

em


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) espera que jogadores que atuam na Europa, incluindo o atacante Neymar, do Paris Saint-Germain (PSG), viajem para a América do Sul para os jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo na próxima semana, apesar das preocupações com a pandemia do novo coronavírus (covid-19) e do risco de conflitos com os clubes.

O Brasil enfrenta a Bolívia em São Paulo no próximo dia 9 de outubro e depois viaja para Lima para enfrentar o Peru, quatro dias depois. Todas as seleções sul-americanas estarão em ação neste período.

Embora a Ásia e a Concacaf tenham adiado as Eliminatórias para março, devido à pandemia de covid-19, a América do Sul decidiu seguir em frente com as partidas no mês que vem.

No entanto, fronteiras estão fechadas em vários países – onde exceções teriam que ser acordadas com os governos para a entrada das equipes– e há altos índices de infecção na América do Sul.

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, disse à Reuters que, embora esteja ciente de que a Major League Soccer (MLS), que contém clubes nos Estados Unidos e no Canadá, tenha levantado objeções, ele não prevê quaisquer outros problemas para a liberação de atletas.

“Apenas a MLS declarou que deseja manter os jogadores em quarentena e, assim, ficou mais difícil liberá-los”, afirmou ele. “Ninguém mais. O prazo para qualquer recusa já passou, então quero acreditar que não haverá problemas.”

Na semana passada, Jonas Baer-Hoffmann, secretário-geral do Sindicato Mundial de Jogadores (FIFPro), disse à Reuters que os atletas deveriam ter permissão para decidir se querem viajar, sem medo de punições.

Comentários do Facebook

Esportes

Fórmula 1: Verstappen e Stroll batem em treino para GP de Portugal

Publicado

em


Max Verstappen e Lance Stroll colidiram durante um segundo treino tumultuado para o primeiro Grande Prêmio de Fórmula 1 de Portugal em 24 anos. Na atividade realizada nesta sexta-feira (23), Valtteri Bottas ditou o ritmo da campeã Mercedes.

A tarde foi interrompida por duas bandeiras vermelhas, a primeira quando Pierre Gasly, da AlphaTauri, parou com o carro em chamas, e depois quando a Red Bull de Verstappen e a Racing Point de Stroll se chocaram.

Verstappen xingou bastante no rádio da equipe depois do impacto quando ele tentava seguir o traçado interno, chegando a insinuar que Stroll é cego.

“Fiquei muito surpreso que ele tenha virado para dentro enquanto eu me aproximava dele. Não sei para onde eu teria que ir”, disse o holandês, que se recusou a se desculpar por seu palavreado. “Foi muito desnecessário”.

O chefe da Racing Point, Otmar Szafnauer, discordou: “Posso garantir 100% que Max sabia que Lance estava lá (…). Mas Lance não sabia que Max estava lá. É muito simples para mim”.

Mesmo assim, Verstappen encerrou o dia como segundo mais veloz, atrás de Bottas. Lewis Hamilton, heptacampeão de F1 da Mercedes, cravou o segundo melhor tempo da manhã e o oitavo depois do almoço.

Lando Norris, da McLaren, ficou em terceiro à tarde, à frente de Charles Leclerc, da Ferrari.

Bottas foi o mais rápido nas atividades da manhã e da tarde, mantendo o hábito de liderar nas sextas-feiras, com um melhor tempo geral de 1min17s940 no circuito de Algarve.

Pela oitava corrida seguida, incluindo a de Nuerburgring, onde os treinos só começaram no sábado por causa do tempo ruim, o nome de Bottas liderou os cronômetros.

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!