conecte-se conosco



Estadual

Alimentação: tendência de consumo em tempos de pandemia

Publicado

em


.

Será que a alimentação das pessoas mudou por causa da pandemia? E a produção de alimentos, teve alguma alteração? As respostas a estas e outras perguntas foram apresentadas por Enio Bergoli, engenheiro-agrônomo do instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), em uma transmissão ao vivo no Instagram do Instituto @incaper_es, na última quarta-feira (27).

Bergoli atua na área de socioeconomia do Incaper e sustentou suas análises tomando por base os dados da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC). Segundo o engenheiro-agrônomo, no início da pandemia do novo Coronavírus, as pessoas estavam preocupadas em estocar alimentos não perecíveis. Depois, o comportamento dos consumidores voltou à normalidade e o foco passou a ser a alimentação saudável.

“No início da pandemia, o medo de faltar alimento na mesa fez com que 46% da população aumentassem a quantidade de alimentos comprados. Hoje, o consumo voltou ao normal. Mas o que se observa é que o número de consumidores buscando alimentos naturais na internet cresceu em até 79%”, explicou Bergoli.

Ainda segundo o engenheiro-agrônomo do Incaper, a preocupação com a saúde fortaleceu as cadeias curtas. “O consumidor quer saber de onde vêm os alimentos que ele está consumindo. Além disso, nota-se um aumento da preferência por alimentos mais naturais, mais saudáveis, que vão fortalecer o sistema imunológico, como frutas, legumes, verduras, grãos, raízes e proteínas, como carne e ovos. Em contrapartida, observa-se também uma queda no consumo de alimentos processados e ultraprocessados, que contêm muito sal, açúcar, aditivos químicos, corantes, conservantes, gorduras, entre outros”, acrescentou Bergoli. 

Oportunidade para o agricultor

Enio Bergoli observou que as compras de alimentos e bebidas tiveram um aumento de 79% nas plataformas digitais. “As compras on-line, que sempre foram mais desenvolvidas no mercado de moda, tecnologia e eletrônicos, tornaram-se uma opção também para o agricultor de base familiar, que comercializa a produção”, disse o engenheiro-agrônomo do Incaper.

Segundo Bergoli, esses novos canais de comercialização vieram para ficar. “Por conta da própria pandemia, as pessoas preferiram utilizar novos meios para adquirir seus alimentos e isso é uma grande oportunidade para a agricultura. O nível de satisfação desses consumidores em relação aos alimentos comprados on-line é de 80% e 70% deles pretendem continuar comprando desta maneira na pós-pandemia”, pontuou.

Para o engenheiro-agrônomo do Incaper, tanto os agricultores quanto os consumidores saem ganhando. “A economia local se movimenta, a cadeia produtiva fica mais curta e os custos de logística diminuem. Isto sem falar na aproximação: o contato on-line permite um atendimento mais atencioso, quase personalizado, gerando assim uma fidelização dos clientes para com os agricultores e vice-versa”, destacou Bergoli.

Transmissão ao vivo

A entrevista com Enio Bergoli foi realizada, na última quarta-feira (27), em uma transmissão, ao vivo, no Instagram do Incaper @incaper_es. Na ocasião, o engenheiro-agrônomo do Incaper apresentou as informações, esclareceu perguntas dos internautas e abordou outros temas. Bergoli explicou os conceitos de agronegócio e agricultura familiar, falou sobre os trabalhos do Incaper relacionados às plantas alimentícias não-convencionais (Pancs), e abordou também aspectos mais globais do mercado, como a exportação de grãos, que deve ser recorde no Brasil.

A iniciativa de promover entrevistas com os servidores do Incaper é da Coordenação de Comunicação e Marketing (CCOM). Toda quarta-feira, sempre às 17 horas, um tema diferente é abordado em uma transmissão, ao vivo, no Instagram oficial do Instituto: @incaper_es.

Além da entrevista com Bergoli, outros temas foram abordados:

– Avicultura caipira: produção e curiosidades, com a zootecnista do Incaper Maíra Formentini;

 Cafeicultura: safra capixaba, com o pesquisador do Incaper e coordenador técnico de cafeicultura Abraão Carlos Verdin Filho;

– O Incaper em tempos de pandemia, com o diretor-presidente do Instituto, Antônio Carlos Machado.

 

 Texto: Thiago Borges e Juliana Esteves

Informações à imprensa:
Coordenação de Comunicação e Marketing do Incaper
Juliana Esteves
(27) 3636-9868 / (27) 3636-9865
[email protected]
Facebook: Incaper
Instagram: @incaper_es

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook

Estadual

Homem invade cemitério e abre caixão com vítima de Covid-19

Publicado

em

Vandalismo aconteceu na madrugada de terça-feira (14), no bairro Vila Bethania, em Viana.

O homem suspeito de invadir o cemitério de Vila Bethania, em Viana, na Grande Vitória, foi detido na tarde desta quarta-feira (15) pela Guarda Municipal. Ele também fez o teste que detecta a Covid-19, já que chegou a violar caixões de vítimas do coronavírus.

O vandalismo aconteceu na madrugada de terça-feira (14). O homem arrancou cruzes, quebrou tampas de granito e abriu caixões onde havia corpos de vítimas da Covid-19. Em seguida, fugiu sem levar nada.

De acordo com a prefeitura de Viana, um amigo da família do suspeito deu informações sobre o paradeiro dele.

A Guarda Municipal foi até o local, uma unidade terapêutica para tratamento de dependentes químicos, em Cariacica, e o encontrou.

Segundo o secretário de Defesa Social de Viana, Ledir Porto, a Guarda conduziu o homem até a base em Viana, onde profissionais da saúde fizeram teste rápido para Covid, que deu negativo.

Em nota, a Polícia Civil disse que como não havia situação de flagrante, ele prestou depoimento e foi liberado para responder em liberdade. O suspeito também foi encaminhado para ser submetido a exame toxicológico.

De acordo com o titular da unidade, o homem será indiciado por violação de sepultura, com pena de reclusão de um a três anos e multa.

Usuário de drogas

Em entrevista nesta terça-feira (14), o secretário de Defesa Social de Viana disse que o homem é conhecido no bairro e usuário de drogas. Na mesma noite da invasão do cemitério, ele tentou entrar em duas residências na região.

O secretário lamentou que as famílias dos mortos precisem passar por esse tipo de constrangimento e garantiu que as sepulturas vão ser reparadas pela prefeitura.


(*G1)

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento5 minutos atrás

Com bumbum à mostra, Geisy Arruda quebra tudo em vídeo: “Que rebolado!”

Na noite da última terça-feira (14), Geisy Arruda causou no Twitter ao compartilhar um vídeo exótico no seu perfil. No registro,...

Internacional9 minutos atrás

Garota de 12 anos foge após homem de 51 comprá-la do pai por 4 vacas

Uma menina de 12 anos se casou duas vezes em menos de um mês, no Quênia. As autoridades do país...

Estadual16 minutos atrás

Homem invade cemitério e abre caixão com vítima de Covid-19

Vandalismo aconteceu na madrugada de terça-feira (14), no bairro Vila Bethania, em Viana. O homem suspeito de invadir o cemitério de...

Nacional19 minutos atrás

Funcionários do metrô de São Paulo vão trabalhar em home office permanente

Cris Castello Branco Metrô de São Paulo vai desocupar três prédios usados em trabalho presencial O Metrô de São Paulo...

Entretenimento19 minutos atrás

“Desejo Sombrio”, série com Lupita do “RBD”, chega à Netflix hoje

Reprodução Maite Perroni A série mexicana “Desejo Sombrio” estreou na Netflix nesta quarta-feira (15). Em seu Instagram, a atriz  Maite...

Tecnologia19 minutos atrás

Ataque no Twitter atinge Apple, Uber, Bill Gates e rouba US$ 100 mil

O Twitter viu nesta quarta-feira (15) um ataque de grande escala que atingiu algumas das contas mais influentes da plataforma....

Regional28 minutos atrás

Obras no porto de Aracruz são autorizadas e devem gerar 400 vagas de emprego

O ministro da Infraestrutura ainda comentou sobre outras obras no Espírito Santo, como a ferrovia, BR 262 e Contorno do...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!