conecte-se conosco



Esportes

Alemanha e Argentina empatam por 2 a 2 em amistoso em Dortmund

Publicado

em

Lance

Em amistoso%2C Alemanha e Argentina empataram em 2 a 2 arrow-options
Divulgação/Twitter Seleção Argentina

Em amistoso, Alemanha e Argentina empataram em 2 a 2

O estádio Signal Iduna Park, localizado na cidade de Dortmund, foi o palco para a partida amistosa entre Alemanha e Argentina, tarde desta quarta-feira.

Com boa presença do público, os torcedores alemães deram um verdadeiro show nas arquibancadas.

Leia também: Ex-funcionário da Globo processa emissora por direitos de vinheta histórica

Durante a entrada de ambas seleções, um mosaico foi montado caracterizando o gol de Gotze, em 2014, que deu o quarto título da Copa do Mundo a equipe de Löw.

Em geral, apesar de alguns momentos mais ofensivos por parte do time comandado por Lionel Scaloni, Brandt, Gnabry e companhia deram sufoco ao sistema defensivo rival. conseguindo marcar logo 2 a 0. No entanto, a equipe Lionel Scaloni não se abateu e, de maneira heroica, buscou o empate quase no final do confronto.

Agora a Argentina já vira seus olhos para o duelo contra o Equador, domingo (13), em partida que será realizada na Espanha. Já a Alemanha terá compromisso pelas eliminatórias da Euro 2020, diante a Estônia, no mesmo dia.

Primeiro tempo

Não intimidada pela grande presença do alemães nas arquibancadas, a Argentina, nos primeiros movimentos de jogo, até que tentou arriscar-se mais no campo de ataque do adversário. No entanto, com o passar do tempo, a seleção local não deixou barato e também buscou alguns ataques, porém sem sucesso.

Apesar de um certo equilíbrio no início, a Alemanha , aos 15 minutos, abriu a contagem. Em jogada iniciada pela direita, Klostermann aproveitou o erro do adversário cruzando rasteiro, e, na sequência da jogada, Rojo acabou errando o corte, dando a chance de Gnabry conseguiu ganhar na dividida e marcar. 1 a 0

Empolgados com o marcador aberto, a seleção local, aos 21, ampliou. Após roubada de bola no meio-campo, Klostermann arrancou em direção ao ataque, abrindo bem para Gnarbry. O camisa 20, por sua vez, cruzou de forma certeira para Havertz empurrar a bola para o fundo das redes. 2 a 0.

E a seleção tetracampeã seguia na pressão. Aos 30, em bonita cobrança de falta de Halstenberg, a bola bateu caprichosamente no travessão, assustando o goleiro Marchesín, porém, alguns minutos mais tarde, aos 32, foi a Argentina quem assustou o goleiro Ter Stegen em um belo chute de De Paul, que também carimbou a trave.

Até os acréscimos, o jogo passou a ficar mais equilibrado novamente. No entanto, mesmo com boas chegadas de ambas as seleções, foram poucos os lances de perigo, dando a deixa para a arbitragem encerrar a etapa inicial.

Leia também: Cristiano Ronaldo x Messi no UFC? Jogo simula luta entre craques

Segundo tempo

No retorno das seleções para os últimos 45 minutos, apenas os argentinos modificaram seu plantel inicial. O técnico Scaloni optou por colocar Acunã e Ocampos nos lugares de Rojo e Ángel Correa.

Assim como foi na primeira etapa, os alemães não queriam dar chances aos sul-americanos. Apesar de uma certa insistência da Albiceleste em forçar mais jogadas em seu campo de ataque, foram os comandados de Löw quem mantinham as ações em campo, dando mais trabalho ao goleiro Marchesín.

Mais acomodada em campo pelo resultado construído no primeiro tempo, os alemães procuravam manter mais a posse de bola, trocando passes pelo seu campo de defesa. Porém, aos 21 minutos, os argentinos resolveram colocar fogo na partida, ao marcar com Alario, de cabeça, aproveitando bom cruzamento de Acuña. 2 a 1.

O desconto por parte da Argentina ligou o sinal de alerta na Alemanha, que passou a arriscar-se mais ofensivamente. Com algumas substituições de ambos os lados, com destaque para a saída de Dybala, que pouco rendeu em campo, o jogo continuava em um bom ritmo com ambos os times buscando o gol o tempo todo.

Perto dos acréscimos, quando tudo se encaminhava para uma nova vitória alemã, aos 40 minutos, Ocampo igualou tudo em Dortmund. Em jogada iniciada com Alario, o atacante avançou para o campo de ataque deixando a bola para o camisa 24 chutar com direito a desvio em Can. 2 a 2.

Nos últimos minutos do amistoso , era nítido o cansaço nos jogadores, que, praticamente se conformaram com o resultado final.

Comentários do Facebook

Esportes

Com brasileiro na disputa, EUA preparam retomada do circuito de golfe

Publicado

em


.

Paralisados desde março por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19), os torneios de golfe nos Estados Unidos estão prestes a retornar. As disputas estão previstas para recomeçar com o torneio Korn Ferry Challenge, que acontece entre 11 e 14 de junho na da Flórida.

O Korn Ferry é uma espécie de divisão de acesso ao PGA Tour, principal circuito da modalidade no mundo. O paulista Rodrigo Lee é o único brasileiro no torneio. Ele está em Miami e conversou com a Agência Brasil sobre a sua rotina antes do início da competição: “O Korn Ferry vai ser um dos primeiros circuitos esportivos a retomarem as disputas aqui nos Estados Unidos. Torneio bem importante. E, como a situação no Brasil estava crítica, resolvi vir para cá com bastante antecedência. O que acabou sendo bom também, porque cheguei uma semana antes de o Governo daqui proibir a entrada de brasileiros”.

Ele falou que realiza treinos leves respeitando a recomendação das autoridades locais, segundo a qual os estrangeiros devem seguir uma quarentena de 14 dias ao chegar no país: “Os organizadores do torneio também realizam testes diários de coronavírus, mesmo nos dias de treinos, logo na entrada do clube. Se alguém testar positivo, já não pode participar”.

Os Estados Unidos são os mais afetados até o momento pela covid-19. Nesta sexta o país registrava mais de 1,7 milhão de casos, com mais de 104 mil óbitos. Lee disse que mesmo com este panorama, as coisas começam a reabrir: “Praticamente tudo está aberto por aqui, mas é obrigatório o uso de máscaras para entrar em qualquer estabelecimento”.

Jogador profissional de golfe, o brasileiro está há três meses sem participar de nenhum campeonato: “Antes de chegar aqui, já eram também dois meses e meio sem nenhum treinamento. No Brasil, todos os clubes estão fechados. Foi péssimo fisicamente e mentalmente. Todos os campos aqui nos Estados Unidos estavam abertos nesse período. Poucos fecharam. Então, acho que quem vive aqui tem certa vantagem para esse torneio. Mas estou me sentindo bem agora e pronto para retomar a temporada”.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários do Facebook
Continue lendo
Esportes18 minutos atrás

Com brasileiro na disputa, EUA preparam retomada do circuito de golfe

. Paralisados desde março por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19), os torneios de golfe nos Estados Unidos estão...

Saúde18 minutos atrás

Tabagismo no Brasil cai 37,6% nos últimos 14 anos, revela pesquisa

. Ministério da Saúde apresentou hoje (29) o resultado da pesquisa por telefone sobre doenças crônicas e fatores de risco...

Policial23 minutos atrás

DHPP de Vila Velha prende suspeito de homicídio no município

. A equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha, com o apoio da Guarda Municipal do...

Saúde28 minutos atrás

Covid-19: Brasil chega a 465,1 mil casos e 27,8 mil mortes

. O balanço diário divulgado pelo Ministério da Saúde trouxe 26.928 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, totalizando 465.166....

Economia48 minutos atrás

Com primeira queda mensal do ano, dólar fecha em R$ 5,34

Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas Cotação do dólar oscilou ao longo das últimas semanas por conta de reviravoltas sobre contenção da...

Internacional48 minutos atrás

Trump anuncia rompimento dos Estados Unidos com a OMS

. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira (29) que está encerrando o relacionamento dos EUA com...

Nacional58 minutos atrás

‘Que vexame’, diz Gleisi Hoffmann sobre depoimento de Weintraub

Reprodução Gleisi alfinetou Abraham Weintraub pelo Twitter A líder nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, comentou em seu...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!