conecte-se conosco


Direto de Brasília

Ação da UE na Venezuela “só vai retardar o fim da ditadura”, diz Ernesto Araújo

Publicado

em


Ernesto Araújo acredita que Brasil terá uma boa relação com os EUA
Valter Campanato/ABr

Ernesto Araújo acredita que Brasil terá uma boa relação com os EUA

Em entrevista coletiva concedida em Washington nessa quinta-feira (7), o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou que a iniciativa da União Europeia e de países latinos para resolver a crise na Venezuela “não é útil” e “só vai retardar” o fim da ditadura no país. 

“A exemplo do passado, essa iniciativa não deve prosperar, apenas retardar a ditadura de Maduro e criar dúvidas sobre o processo. Achamos que não é por aí. É pelo reconhecimento pleno do presidente Juan Guaidó”, afirmou Ernesto Araújo

Ontem, o Grupo Internacional de Contato sobre a Venezuela, que reúne representantes de países da União Europeia e América Latina, anunciou que vai enviar uma “missão técnica” para o país para levar ajuda humanitária e apoiar novas eleições. 

“O caminho é reconhecer o governo de Guaidó como a única autoridade legítima do país, e discutir as condições para a saída de Maduro, que não é mais parte legítima de nenhum diálogo. O Grupo de Contato parte das premissas erradas e não trará resultados esperados”, disse o chanceler. 

Quando questionado se temia confronto militar na Venezuela e envio de tropas, o ministro respondeu que não há nenhuma discussão sobre o envio de militares ao país e que a transição será “diplomática e política”. 

Araújo também falou sobre a mudança da embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém, e afirmou que a “decisão foi tomada”, mas ainda não há data prevista. Para ele, isso é algo positivo para Israel e também para países vizinhos. “É algo que deve contribuir para nossa inserção na região de uma forma pacífica”, defendeu. 

O chanceler citou a  visita de Bolsonaro aos Estados Unidos em março e afirmou que um acordo comercial com o Brasil está nos planos. “Será um acordo muito significativo, não necessariamente de livre comércio mas com instrumentos para facilitar o comércio”, disse. 

Leia mais:  São Paulo transfere Marcola, líder do PCC, para presídio federal

“Em outros momentos, o Brasil não acreditava em si mesmo, então não podia se relacionar com os EUA, temia-se que o relacionamento com os EUA seria de subserviência e alinhamento automático, essa é a diferença da nossa política atual, não temos nada a temer”, completou. 

O ministro também se reuniu com o assessor de segurança nacional dos EUA, John Bolton, o secretário de Estado, Mike Pompeo, e o senador Marco Rúbio, influente no Congresso americano por assuntos relacionados à América Latina. 

Ele ainda se encontrou com a advogada indicada por Guaidó para representar a Venezuela no Brasil, María Tereza Belandria. Ela chega a Brasília na próxima segunda-feira. “A presença dela no Brasil será extremamente útil, ela é uma pessoa que conhece a realidade na Venezuela. Um representante do governo Maduro só nos daria a visão oficial do regime, uma coleção de mentiras e irrealidades que não tem utilidade nenhuma”, disse Ernesto Araújo

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
publicidade

Direto de Brasília

Mãe de Geddel alega “orientação médica” e falta a depoimento sobre R$ 51 milhões

Publicado

em


Dinheiro encontrado em
Divulgação/Polícia Federal

Dinheiro encontrado em “bunker” de Geddel Vieira Lima foi maior apreensão da Polícia Federal: R$ 51 milhões

Marluce Quadros Vieira Lima, mãe do ex-ministro Geddel e do ex-deputado Lúcio Vieira Lima, faltou ao depoimento marcado para a tarde desta sexta-feira (15) na 10ª Vara Crirminal do Distrito Federal, em Brasília. Esta já é a segunda vez que Marluce não vai à audiência.

A mãe de Geddel seria ouvida no âmbito de  ação que apura a origem dos R$ 51 milhões encontrados pela Polícia Federal, em 2017, em um  bunker da família Vieira Lima em Salvador (BA). 

A defesa de Marluce, no entanto, alegou no fim da tarde de ontem, já após o término do expediente na Justiça Federal, que ela não poderia comparecer à audiência por “determinação médica” e pediu que o depoimento fosse mais uma vez adiado. Os advogados já haviam apresentado outro atestado, de 90 dias, no fim de outubro.

O juiz substituto da 10ª Vara, Ricardo Soares Leite, rejeitou o pedido da defesa e determinou que Marluce responda aos questionamentos do Ministério Público Federal (MPF) por escrito.

Leia também: Gilmar anula etapa da Lava Jato em SP e decisão pode levar caso a prescrever

O magistrado justificou a decisão destacando a “atenção aos princípios da celeridade, lealdade processual, busca da verdade real, ampla defesa e contraditório, bem como o interesse de resguardar a saúde da acusada, garantindo sua integridade física e psíquica”.

O juiz deu prazo de dez dias – a serem contados a partir da próxima segunda-feira (18) – para os procuradores e também para os advogados da defesa formularem suas perguntas. Após o recebimento, Marluce terá 15 dias para apresentar suas respostas.

Leia mais:  Jovem morre ao ser esfaqueado durante discussão na Avenida Paulista

Marluce Quadros Vieira Lima foi denunciada inicialmente ao Supremo Tribunal Federal (STF), junto aos filhos Geddel e Lúcio e mais três pessoa: o ex-assessor parlamentar de Lúcio, Job Brandão; o ex-aliado de Geddel no diretório do MDB na Bahia Gustavo Pedreira do Couto Ferraz; e o empresário Luiz Fernando Machado da Costa Filho, sócio da construtora Cosbat.

A parte da ação que se refere a Marluce foi desmembrada da ação original e enviada à primeira instância da Justiça justamente porque a matriarca dos Vieira Lima não pôde ser interrogada e o relator do caso no STF, ministro Edson Fachin, não queria que o caso ficasse parado.

Essa ação contra Marluce, Geddel , Lúcio e os três demais réus apura supostos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa envolvendo os R$ 51 milhões que estavam escondidos em apartamento em Salvador. A Procuradoria-Geral da República (PGR) alega que parte dos valores foram empregados pelo grupo na compra e revenda de imóveis de alto padrão na capital baiana como meio de ocultar suas origens.

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Continue lendo

Votação

O eleitor mateense tem até 07 de março de 2019, a chance de indicar espontaneamente, o que pode ser no futuro o PREFEITO do Município. Escolha entre esses candidatos apresentados:

Entretenimento1 hora atrás

Débora Nascimento termina casamento com José Loreto após descobrir traição

Débora Nascimento e José Loreto não estão mais juntos. A informação é do colunista Leo Dias que disse que o...

Entretenimento1 hora atrás

Ator de “Belíssima” que se jogou de prédio fala pela primeira vez sobre vício

O ator de “Belíssima” Vitor Morosini, que viveu Isaac, o filho de Safira (Claudia Raia) na novela contou pela primeira...

Entretenimento1 hora atrás

Daniele Suzuki aparece de topless e arranca suspiros com novo ensaio

Daniele Suzuki deixou a manhã de sábado (16) dos seus seguidores mais iluminada com um novo clique no Instagram. Na...

Entretenimento1 hora atrás

Sabrina Sato aposta em maiô cavado para último ensaio pré-Carnaval

Sabrina Sato enfrenta a maratona final de preparação para o Carnaval e na última sexta-feira ela esteve no Anhembi para...

Nacional1 hora atrás

Acumulou! Prêmio da Mega-Sena pode chegar a R$ 32 milhões na quarta-feira

Paulo Pinto/Fotos Públicas Aposta mínima da Mega-Sena (seis números) custa R$ 3,50 e pode ser feita em qualquer casa lotérica...

São Mateus2 horas atrás

Petrocity: o primeiro porto-cidade do País, anuncia CEO

SÃO MATEUS (ES) – Com recebíveis de R$ 1,6 bilhão já garantidos para assim que for liberada a licença de...

Nacional2 horas atrás

Bolsonaro assina saída de Bebianno, dizem interlocutores do governo

Reprodução/Instagram Gustavo Bebianno Ex-presidente do PSL, Gustavo Bebianno, confirmou que deve deixar o cargo de ministro na segunda-feira (18) O...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana