conecte-se conosco


Direto de Brasília

Ação da UE na Venezuela “só vai retardar o fim da ditadura”, diz Ernesto Araújo

Publicado

em


Ernesto Araújo acredita que Brasil terá uma boa relação com os EUA
Valter Campanato/ABr

Ernesto Araújo acredita que Brasil terá uma boa relação com os EUA

Em entrevista coletiva concedida em Washington nessa quinta-feira (7), o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou que a iniciativa da União Europeia e de países latinos para resolver a crise na Venezuela “não é útil” e “só vai retardar” o fim da ditadura no país. 

“A exemplo do passado, essa iniciativa não deve prosperar, apenas retardar a ditadura de Maduro e criar dúvidas sobre o processo. Achamos que não é por aí. É pelo reconhecimento pleno do presidente Juan Guaidó”, afirmou Ernesto Araújo

Ontem, o Grupo Internacional de Contato sobre a Venezuela, que reúne representantes de países da União Europeia e América Latina, anunciou que vai enviar uma “missão técnica” para o país para levar ajuda humanitária e apoiar novas eleições. 

“O caminho é reconhecer o governo de Guaidó como a única autoridade legítima do país, e discutir as condições para a saída de Maduro, que não é mais parte legítima de nenhum diálogo. O Grupo de Contato parte das premissas erradas e não trará resultados esperados”, disse o chanceler. 

Quando questionado se temia confronto militar na Venezuela e envio de tropas, o ministro respondeu que não há nenhuma discussão sobre o envio de militares ao país e que a transição será “diplomática e política”. 

Araújo também falou sobre a mudança da embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém, e afirmou que a “decisão foi tomada”, mas ainda não há data prevista. Para ele, isso é algo positivo para Israel e também para países vizinhos. “É algo que deve contribuir para nossa inserção na região de uma forma pacífica”, defendeu. 

O chanceler citou a  visita de Bolsonaro aos Estados Unidos em março e afirmou que um acordo comercial com o Brasil está nos planos. “Será um acordo muito significativo, não necessariamente de livre comércio mas com instrumentos para facilitar o comércio”, disse. 

Leia mais:  Paulo Vieira de Souza é condenado a 145 anos de prisão na Lava-Jato de São Paulo

“Em outros momentos, o Brasil não acreditava em si mesmo, então não podia se relacionar com os EUA, temia-se que o relacionamento com os EUA seria de subserviência e alinhamento automático, essa é a diferença da nossa política atual, não temos nada a temer”, completou. 

O ministro também se reuniu com o assessor de segurança nacional dos EUA, John Bolton, o secretário de Estado, Mike Pompeo, e o senador Marco Rúbio, influente no Congresso americano por assuntos relacionados à América Latina. 

Ele ainda se encontrou com a advogada indicada por Guaidó para representar a Venezuela no Brasil, María Tereza Belandria. Ela chega a Brasília na próxima segunda-feira. “A presença dela no Brasil será extremamente útil, ela é uma pessoa que conhece a realidade na Venezuela. Um representante do governo Maduro só nos daria a visão oficial do regime, uma coleção de mentiras e irrealidades que não tem utilidade nenhuma”, disse Ernesto Araújo

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
publicidade

Direto de Brasília

Salles nomeia militares para acabar com “arcabouço ideológico” no Ministério

Publicado

em


Ricardo Salles pensativo
Jorge William/Agência O Globo

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não comentou nomeação de militares

Seguindo orientação do presidente Jair Bolsonaro, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, decidiu colocar militares em cargos importantes do Ministério e de órgãos subordinados. Até o momento, 12 militares já foram nomeados com o objetivo de acabar com o “arcabouço ideológico” no setor.

Leia também: Governo vai dificultar destruição de equipamentos em operações do Ibama

Os postos ocupados pelos militares vão do alto escalão da pasta até as diretorias do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio). Na última quinta-feira (18), o então diretor de planejamento do Ibama, Luiz Eduardo Nunes, que era servidor de carreira do órgão,  foi exonerado e deve ser substituído por Luís Gustavo Biagioni, aposentado da Polícia Militar Ambiental de São Paulo.

Na mesma semana, Ricardo Salles indicou o coronel Homero de Giorge Cerqueira, também da Polícia Militar Ambiental de São Paulo, para a presidência do ICMBio . Ele também nomeou Davi de Souza Silva, outro militar paulista, para o comando regional do Ibama em São Paulo.

Em meio ao troca-troca, Bolsonaro voltou a critiar o Ibama. “É um órgão muito mais aparelhado do que o Ministério da Educação”, disse. Sobre as substituições, o presidente disse que “com Salles, nosso ministro do Meio Ambiente, tomamos providências para substituir esse tipo de gente”.

Leia também: Ministro do Meio Ambiente cita o nazismo para rebater crítica de jornal alemão

Segundo levantamento do jornal O Estado de S. Paulo , oito militares ocupam cargos comissionados no Ministério do Meio Ambiente , trabalhando ao lado do ministro. Na sede do Ibama, os militares já comandam duas diretorias. O Estado de S. Paulo procurou Ricardo Salles, mas ele não quis comentar a militarização do Ministério.

Leia mais:  Após pressão do MP, deputada do PSL muda discurso sobre denúncia de professores

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional3 minutos atrás

Grávida de 7 meses morre ao tentar salvar filho de 5 anos afogado em represa

Mãe e filho que se afogaram na Represa de Jurumirim, em Itaí (SP), na tarde desta quinta-feira (18), morreram depois de...

Direto de Brasília13 minutos atrás

Salles nomeia militares para acabar com “arcabouço ideológico” no Ministério

Jorge William/Agência O Globo O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não comentou nomeação de militares Seguindo orientação do presidente...

Direto de Brasília13 minutos atrás

Alan García deixou carta de despedida onde nega subornos e diz que cumpriu dever

Alexandre Moreira/Brazil Photo Press/Agencia O Globo Alan García deixou carta de despedida onde nega subornos e diz que cumpriu sua...

Direto de Brasília13 minutos atrás

Explosão em casas deixa dois mortos e três feridos em Pernambuco

Reprodução/TV Globo A explosão atingiu três casas em Camaragibe e duas delas foram completamente destruídas Um vazamento de gás provocou...

Direto de Brasília13 minutos atrás

Acidente com ônibus que ia para enterro de ex-presidente do Peru deixa 8 mortos

Reprodução Acidente com ônibus que ia para enterro do ex-presidente do Peru deixou vários mortos e feridos Pelo menos oito...

Mulher2 horas atrás

‘Tinja o cabelo’: aluna de medicina faz lista com vezes que sofreu com machismo

Se você é mulher, certamente já ouviu frases como “Isso não é coisa de menina” ou “Você precisa se comportar...

Entretenimento2 horas atrás

Túlio Gadelha faz trocadilho e se derrete por Fátima Bernardes

Curtindo uma folga do “Encontro”, Fátima Bernardes está aproveitando s sexta-feira (19) ao lado de seu namorado, Túlio Gadêlha. Em...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana