conecte-se conosco


Nacional

“A Ku Klux Klan que governa a Casa Branca quer assumir a Venezuela”, diz Maduro

Publicado

em


Em entrevista, Nicolás Maduro apontou os Estados Unidos como principais culpados pela crise na Venezuela
Divulgação/Twitter – @NicolasMaduro
Em entrevista, Nicolás Maduro apontou os Estados Unidos como principais culpados pela crise na Venezuela

Em meio à chegada da primeira carga de ajuda humanitária à Venezuela e ao início de novos protestos no país, nesta terça-feira (12)
, o presidente Nicolás Maduro manifestou sua insatisfação com a “intervenção” norte-americana e apontou o país de Donald Trump como o principal causador da crise venezuelana.

Em entrevista à BBC News
, divulgada nesta manhã, Maduro
garantiu que não aceitará que a Venezuela receba ajuda humanitária dos Estados Unidos, já que esse seria um “show” projetado pelo país como uma forma de controlar e intervir na política venezuelana. “Eles são belistas que querem tomar a Venezuela.”

Nos últimos meses, o país vem enfrentando grave escassez de itens básicos, como medicamentos e alimentos. Porém, tal questão foi negada por Maduro, que afirmou que o país tem a capacidade de satisfazer as necessidades de seu povo e que não precisa de “migalhas de ninguém”.

Apesar das intensas faíscas, os problemas entre as duas nações não é recente. A relação entre Maduro e Trump já era conflitante antes até que o comandante da Casa Branca fosse um dos primeiros a reconhecer o líder da oposição, Juan Guaidó, como presidente interino da Venezuela. Em seguida, outras nações apoiadoras do presidente norte-americano também reconheceram Guaidó como o novo líder, o que fez crescer a pressão sob Maduro para que novas eleições presidenciais fossem convocadas.

Leia também: Maduro recorre ao papa e promete rever relações com nações que apoiam Guaidó

Em meio a isso, os Estados Unidos ainda acusam o governo venezuelano de corrupção e de violação dos direitos humanos. Do ponto de vista de Maduro, as acusações são apenas uma manobra do país norte-americano para dar um golpe na Venezuela. “É uma guerra política, do império dos Estados Unidos, dos interesses da extrema-direita e da Klu Klux Klan
, que governa a Casa Branca, para assumir a Venezuela”, explicou.

Leia mais:  Marcha das Mulheres Negras protesta contra o feminicídio no Rio de Janeiro

O presidente venezuelano ainda afirma apostar na “opinião pública mundial” como arma de defesa contra o “extremismo” proveniente da Casa Branca e do “supremacista branco” – querendo mencionar Trump
.

Dentre as principais “medidas extremas” do presidente do norte-americano, estão as sanções econômicas – principalmente contra a estatal petrolífera do país (PDVSA) – impostas pelos Estados Unidos, com o objetivo de atingir a principal fonte de receita da Venezuela, de acordo com o líder venezuelano. Nos últimos anos, o governo de Trump restringiu o acesso do país latino-americano aos mercados dos Estados Unidos e impediu negociações com os envolvidos no comércio de ouro do país.

Leia também: Maduro corta relações com EUA e dá prazo para corpo diplomático deixar Venezuela

Foram essas sanções impostas que Maduro
apontou como as principais culpadas pelos problemas econômicos na Venezuela, ao passo que foram movidas pelo desejo norte-americano de “criar uma crise humanitária” e ocupar de vez o país. “Eles nos odeiam e nos depreciam, porque eles só acreditam em seus próprios interesses”, explicou o presidente.

Fonte: IG Nacional
Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Humorista é expulso de ato pró-Bolsonaro no Rio de Janeiro

Publicado

em

source
Marcelo Madureira arrow-options
Reprodução/Twitter
Marcelo Madureira é escoltado pela Polícia Militar

O humorista Marcelo Madureira foi expulso de um ato a favor do governo Bolsonaro no Rio de Janeiro, e precisou ser escoltado pelos policiais. “Não tenho medo de vaias. Votei no Bolsonaro e vou criticar todas as vezes que for necessário”, disse Madureira, antes de ter o microfone cortado. “Como justificar uma aliança dele com Gilmar Mendes para acabar com a Lava Jato?”

LEIA MAIS: Bolsonaro diz que sempre buscou diálogo com líderes do G7

Os protestos deste domingo (25) foram convocados pelo Movimento Vem Pra Rua em mais de 60 cidades. Entre as pautas dos apoiadores do governo, estão pedidos para que o presidente Jair Bolsonaro vete integralmente o projeto sobre abuso de autoridade, aprovado pela Câmara dos Deputados, e o impeachment do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

LEIA MAIS: Para agradar EUA, Bolsonaro critica maiores parceiros comerciais do Brasil

Foram registrados atos na manhã deste domingo, em Salvador, na Bahia; Belém, no Pará; Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Niterói, São José do Rio Preto, Araçatuba e Jundiaí, em São Paulo.

LEIA MAIS: Pronunciamento de Macron sobre Amazônia irrita apoiadores de Bolsonaro

Em Brasília, os manifestantes ergueram bonecos infláveis no gramado em frente ao Congresso Nacional. Os manifestantes também levantam cartazes em apoiam ao ministro da Justiça, Sergio Moro , e ao procurador da República, Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-Jato.

Leia mais:  Marcha das Mulheres Negras protesta contra o feminicídio no Rio de Janeiro

Fonte: IG Nacional
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Saúde41 minutos atrás

Bebe muito café? É por isso que você pode estar com tanta dor de cabeça

Você já deve ter lido as notícias contraditórias sobre estudos relacionados ao café . Contudo, agora, mais uma pesquisa foi...

Entretenimento2 horas atrás

“Estou em estado de choque”, diz Marisa Orth no velório de Fernanda Young

arrow-options Divulgação Fernanda Young, Rita Lee e Marisa Orth no programa “Saia Justa” Atriz que trabalhou com Fernanda Young em diversas séries...

Nacional2 horas atrás

Humorista é expulso de ato pró-Bolsonaro no Rio de Janeiro

arrow-options Reprodução/Twitter Marcelo Madureira é escoltado pela Polícia Militar O humorista Marcelo Madureira foi expulso de um ato a favor...

Tecnologia3 horas atrás

Está difícil focar no estudo ou no trabalho? Recurso do Android pode ajudar

O recurso ‘Bem-estar Digital’ ganhou muita atenção desde que foi implementado no Android Pie . Durante o I/O 2019, o...

Mulher3 horas atrás

Como fazer um sexo oral inesquecível – tanto para você, quanto para ele

Confissão: eu amo fazer um bom sexo oral em meu parceiro. Sei que algumas mulheres odeiam fazer e eu entendo....

Mulher3 horas atrás

Casal posta foto com anel, mas detalhe sobre noivo incomoda internautas

Um detalhe bastante particular nessa foto de anúncio de noivado está chamando atenção dos internautas. Para a maior parte deles,...

Mulher3 horas atrás

Sombra tie-dye é a moda do momento no Instagram; veja ideias para se inspirar

Depois que Kylie Jenner causou um “frisson” nas redes sociais com as  unhas tie-dye  , a tendência não para de...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana