conecte-se conosco



Tecnologia

1 em cada 4 jovens está viciado em celular, aponta estudo

Publicado

em

Um estudo realizado por pesquisadores do King’s College de Londres afirma que esse comportamento viciante significa que as pessoas ficam ‘em pânico’ ou ‘chateadas’ se lhes for negado acesso constante.

Quase um quarto dos jovens é tão dependente dos próprios celulares que eles passaram a ser considerados viciados nos dispositivos.

Um estudo, realizado por pesquisadores do King’s College de Londres, afirma que esse comportamento viciante significa que as pessoas ficam “em pânico” ou “chateadas” se lhes for negado acesso constante aos aparelhos.

Os jovens também não conseguem, segundo a pesquisa, controlar a quantidade de tempo que passam diante dos smartphones.

Para os pesquisadores, esse vício está associado a problemas de saúde mental.

O levantamento publicado na BMC Psychiatry analisou 41 estudos anteriores envolvendo 42 mil jovens em investigações sobre o “uso problemático de smartphones”.

O estudo constatou que 23% tinham comportamento classificável como vício, como ansiedade por não poder usar o telefone, por não conseguir moderar o tempo gasto e passar tanto tempo usando o smartphone que isso prejudicava a realização de outras atividades.

‘Chegou para ficar’

Esse comportamento viciante pode estar ligado a outros problemas, diz o estudo do King’s College, como estresse, tristeza, falta de sono e problemas de desempenho na escola.

“Não sabemos se é o próprio smartphone que pode ser viciante ou os aplicativos que as pessoas usam”, diz Nicola Kalk, um dos autores do relatório e integrante do Instituto de Psiquiatria, Psicologia e Neurociência da instituição.

“Há, no entanto, uma necessidade de conscientização pública sobre o uso de smartphones por crianças e jovens, e os pais devem estar cientes de quanto tempo seus filhos passam em seus telefones.”

Segundo Samantha Sohn, coautora do estudo, os vícios “podem ter sérias consequências sobre a saúde mental e o cotidiano”.

Amy Orben, pesquisadora do setor de Cognição e Ciências do Cérebro da Universidade de Cambridge, afirmou que não é possível determinar uma relação de causa e consequência entre depressão e o uso excessivo de smartphones, por exemplo.

“Já foi demonstrado anteriormente que os efeitos dos celulares não são uma via de mão única, mas esse humor (causado pela depressão) pode ter um impacto na quantidade de uso de smartphones também”, disse Orben.


(*BBC)

Comentários do Facebook

Tecnologia

Nova tecnologia brasileira descobre o que você sente ao ver o que posta

Publicado

em


source
tecnologia
Unsplash/Prateek Katyal

Comentários em redes sociais podem indicar sentimentos dos usuários

Não é segredo para ninguém que todos os dados que fornecemos online são capazes de dizerem muito sobre cada um de nós. Agora, nossos comentários em redes sociais podem definir, inclusive, o que estamos sentindo. Uma solução pioneira no Brasil nesse sentido foi lançada pela Squid , empresa de marketing de influência, em parceria com a Got It , startup paranaense de programação neurológica.

A nova tecnologia é capaz de metrificar os sentimentos em comentários e legendas de redes sociais. A inteligência artificial processa automaticamente o textos e os emojis e, a partir disso, consegue dizer o que o usuário estava sentindo quando publicou o conteúdo. De acordo com o CIO da Squid, Fausto Matsuda, a taxa de acerto é de 93%

O que permite a precisão é o fato de a inteligência artificial estar aliada a um sistema de programação neurolinguística . “A união das plataformas permite trazer uma solução exclusiva no mercado, que consiste em utilizar a programação neurolinguística associada à inteligência artificial na análise do texto. O resultado é um relatório da mensagem principal que nos diz se ela é positiva, neutra ou negativa”, explica Fausto. 

As máquinas sabem de tudo

A nova tecnologia dá mais um passo na direção de permitir que os software entendam as necessidades, gostos e, agora, sentimentos, de cada usuário. “Por meio da inteligência artificial, agora é possível ler e interpretar não só a necessidade de cada pessoa, mas seus sentimentos e emoções. Isso torna a tecnologia cada vez mais pessoal e humana. Com base em análises desse nível será possível aperfeiçoar a tecnologia a um nível cada vez mais sensível onde os computadores passam a entender nossos sentimentos”, define o CIO.

O CEO da Got It, Rodrigo Streithorst, explica que esse entendimento só é possível quando a máquina interpreta além dos textos. É por isso que a inteligência artificial analisa também os emojis utilizados na comunicação virtual, que dizem muito a respeito do sentimento dos usuários.

O resultado do conhecimento é…marketing

Assim como todos os dados que fornecemos online , a metrificação dos sentimentos também serão usadas para fins publicitários. Inicialmente, o objetivo da Squid é saber o que o público sente diante de determinadas campanhas ou publicações de influenciadores. “Hoje em dia o engajamento se mede pelas emoções”, afirma Fausto.

Se hoje nossos cliques, observações, publicações, curtidas e demais rastros digitais já influenciam no tipo de anúncio que recebemos, amanhã as tecnologias agirão de forma ainda mais apurada, e o que sentimos vai ser levado em conta para o marketing digital .

“Para as marcas, é um termômetro para compreender o impacto da ação. Como em qualquer área, o marketing de influência deve ser baseado em dados a tecnologia permite ter uma compreensão mais aprofundada sobre as campanhas, fazendo com que elas sejam mais assertivas”, completa o CIO da Squid.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento4 minutos atrás

Ex-BBBs estão juntos, mas escondem o namoro; saiba o motivo

Não é segredo para mais ninguém que os ex-BBBs Guilherme Napolitano e Gabi Martins estão juntos. Embora eles neguem que...

Internacional4 minutos atrás

Discurso de Trump “azeda” relação com a China; reeleição pode piorar diplomacia

Divulgação / Official White House Photo / Shealah Craighead Donald Trump, presidente dos EUA, com Xi Jinping, presidente da China,...

Economia5 minutos atrás

Fome deve ser combatida com renda básica e imposto sobre riqueza, diz economista

Divulgação Menezes diz que fome deve ser combatida com renda básica e imposto sobre riquezas “O presidente declarou que quem...

Versão Impressa19 minutos atrás

FA 1165 / 26 DE SETEMBRO DE 2020

Comentários do Facebook Post Views: 0

Internacional20 minutos atrás

Líder palestino pede conferência de paz da ONU em 2021

. O presidente palestino, Mahmoud Abbas, pediu que o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, convoque uma...

Esportes50 minutos atrás

Primeiro atleta a nadar até Alcatrazes sonha tornar percurso em evento

. Área de preservação ambiental e utilizada para treinamentos da Marinha, o Arquipélago de Alcatrazes, no litoral norte paulista, passou mais...

Esportes2 horas atrás

No Beira-Rio, Internacional e São Paulo duelam em busca de recuperação

. O clássico Internacional e São Paulo é um dos destaques da 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo deste...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!